Síndrome de Sjögren – Sinais, sintomas e prevenção

24

Resumo

A síndrome de Sjögren é uma doença autoimune . Isso significa que seu sistema imunológico ataca partes do seu próprio corpo por engano. Na síndrome de Sjogren, ataca as glândulas que produzem lágrimas e saliva. Isso faz com que a boca e os olhos fiquem secos . Você pode ter secura em outros lugares que precisam de umidade, como nariz, garganta e pele. Sjögren também pode afetar outras partes do corpo, incluindo suas articulações, pulmões, rins, vasos sanguíneos, órgãos digestivos e nervos.

Síndrome de Sjögren

A maioria das pessoas com síndrome de Sjogren são mulheres. Geralmente começa após os 40 anos de idade. Às vezes, está ligado a outras doenças, como a artrite reumatoide e o lúpus .

Para fazer um diagnóstico, os médicos podem usar um histórico médico, exame físico, certos testes oculares e orais, exames de sangue e biópsias.

O tratamento se concentra no alívio dos sintomas. Pode diferir para cada pessoa; depende de quais partes do corpo são afetadas. Pode incluir lágrimas artificiais para olhos corantes e sugar doces sem açúcar ou água potável, muitas vezes para uma boca seca. Medicamentos podem ajudar com sintomas graves.

Olhos secos e boca?

Você pode ter a síndrome de Sjögren

Se os seus olhos e boca se sentirem secos como no deserto, existem muitas causas possíveis, como má qualidade do ar e certos medicamentos. Mas se você tem secura incômoda e de longa duração em seus olhos e boca, juntamente com fadiga ou dor e inchaço em algumas das suas articulações, você pode ter uma condição chamada síndrome de Sjögren.

Síndrome de Sjögren afeta até 4 milhões de pessoas em todo o país. Homens e mulheres de todas as idades podem desenvolver a condição, mas na maioria das vezes aparece em mulheres na faixa dos 50 e 60 anos. O distúrbio é 9 vezes mais comum em mulheres que em homens.

A síndrome de Sjögren surge quando o sistema imunológico do corpo , que normalmente ataca bactérias e vírus invasores, começa a matar as próprias células produtoras de umidade do corpo. A condição pode ocorrer sozinha ou ao lado de outras doenças, como lúpus ou artrite reumatóide, nas quais o sistema imunológico ataca erroneamente partes do corpo.

Em alguns casos de Sjögren, o sistema imunológico ataca várias partes do corpo, incluindo os olhos, a boca, as articulações e os órgãos internos. Como o distúrbio tem efeitos tão variados, diagnosticar a síndrome de Sjögren pode levar muito tempo.

“O tempo médio para diagnosticar o Sjögren é de cerca de 7 anos desde os primeiros sintomas, porque os sintomas podem ser muito sutis”, diz o Dr. Gabor Illei, chefe da Clínica Sjögren no campus NIH em Bethesda, Maryland.

Os médicos usam vários testes para fazer um diagnóstico. Estes incluem medir o fluxo de lágrima e saliva, exames de sangue e biópsias. No teste de biópsia, um cirurgião remove uma pequena glândula produtora de saliva do lábio e a observa sob um microscópio. Os exames de sangue e biópsias permitem que os médicos saibam se o sistema imunológico do corpo está atacando as células produtoras de saliva.

Como muitos dos sistemas do corpo podem ser afetados, as pessoas com síndrome de Sjögren muitas vezes precisam consultar vários especialistas. Estes podem incluir um oftalmologista para os olhos, um especialista em doenças orais ou um dentista com experiência em boca seca, e um reumatologista, que pode gerenciar e coordenar os cuidados.

Muitos tratamentos para a síndrome de Sjögren visam aliviar os sintomas da secura. Para pacientes com ressecamento leve, as lágrimas artificiais podem ajudar com o olho seco. Goles de água e doces sem açúcar podem ajudar com a boca seca. Como a saliva geralmente protege os dentes da cárie, as pessoas com boca seca precisam ter cuidado para evitar doces açucarados e cuidar dos dentes.

Para sintomas mais graves, vários medicamentos estão disponíveis ou em desenvolvimento. Duas drogas atuais aumentam a produção de saliva e outra pode aumentar a produção de lágrimas. Algumas novas drogas promissoras estão sendo testadas para tratar sintomas que afetam outras partes do corpo.

A síndrome de Sjögren é uma condição crônica e não há cura. No entanto, o tratamento pode melhorar os sintomas e prevenir problemas como cáries e infecções oculares. A síndrome de Sjögren pode ser complexa, mas um médico de atenção primária ou reumatologista pode ajudá-lo a gerenciar seus tratamentos e todas as dificuldades ao longo do caminho.

A síndrome de Sjögren é um distúrbio autoimune no qual as células imunes atacam e destroem as glândulas que produzem lágrimas e saliva. A síndrome de Sjögren também está associada a distúrbios reumáticos, como a artrite reumatóide. Os sintomas característicos do distúrbio são boca seca e olhos secos. Além disso, a síndrome de Sjögren pode causar pele, nariz e secura vaginal, e pode afetar outros órgãos do corpo, incluindo os rins, vasos sanguíneos, pulmões, fígado, pâncreas e cérebro.

Definição

 A síndrome de Sjögren é um distúrbio autoimune no qual as células imunes atacam e destroem as glândulas que produzem lágrimas e saliva. A síndrome de Sjögren também está associada a distúrbios reumáticos, como a artrite reumatóide. Os sintomas característicos do distúrbio são boca seca e olhos secos. Além disso, a síndrome de Sjögren pode causar pele, nariz e secura vaginal, e pode afetar outros órgãos do corpo, incluindo os rins, vasos sangüíneos, pulmões, fígado, pâncreas e cérebro.

A síndrome de Sjögren afeta de 1 a 4 milhões de pessoas. A maioria das pessoas tem mais de 40 anos no momento do diagnóstico. As mulheres são 9 vezes mais propensas a ter a síndrome de Sjögren do que os homens.

Tratamento

Não há cura conhecida para a síndrome de Sjögren, nem existe um tratamento específico para restaurar a secreção glandular. O tratamento é geralmente sintomático e de suporte. As terapias de reposição de umidade podem aliviar os sintomas de ressecamento. Os medicamentos anti-inflamatórios não esteroides podem ser usados ​​para tratar sintomas musculoesqueléticos. Para indivíduos com complicações graves, podem ser prescritos corticosteroides ou drogas imunossupressoras.

Prognóstico

A síndrome de Sjögren pode danificar órgãos vitais do corpo com sintomas que podem permanecer estáveis, piorar ou entrar em remissão. Algumas pessoas podem experimentar apenas os sintomas leves de olhos secos e boca, enquanto outros passam por ciclos de boa saúde, seguidos de doença grave. Muitos pacientes são capazes de tratar os sintomas sintomaticamente. Outros são forçados a lidar com a visão embaçada, desconforto constante nos olhos, infecções recorrentes na boca, glândulas parótidas inchadas, rouquidão e dificuldade para engolir e comer. Fadiga debilitante e dor nas articulações podem prejudicar seriamente a qualidade de vida.

Fatos rápidos

  • A síndrome de Sjögren é uma condição autoimune que pode ocorrer em qualquer idade, mas é mais comum em mulheres mais velhas. Muitos pacientes desenvolvem a síndrome de Sjögren como uma complicação de outra doença auto-imune, como artrite reumatóide ou lúpus
  • Os sintomas variam em tipo e intensidade, mas muitas pessoas com Sjögren são capazes de viver vidas normais.
  • A maior parte do tratamento para a síndrome de Sjögren visa aliviar os sintomas dos olhos e boca secos e prevenir e tratar complicações a longo prazo, como infecção e doença dentária. Os tratamentos geralmente não eliminam completamente os sintomas de ressecamento.
  • A maioria dos pacientes com síndrome de Sjögren permanece saudável, mas algumas complicações raras foram descritas, incluindo um aumento do risco de câncer das glândulas linfáticas (linfoma). Assim, cuidados médicos regulares e acompanhamento são importantes para todos os pacientes.

Entre 400.000 e 3.1 milhões de adultos têm a síndrome de Sjögren. Essa condição pode afetar pessoas de qualquer idade, mas os sintomas geralmente aparecem entre as idades de 45 e 55 anos. Ela afeta dez vezes mais mulheres do que homens. Cerca de metade dos pacientes também tem artrite reumatóide ou outras doenças do tecido conjuntivo, como o lúpus.

No início de 1900, o médico sueco Henrik Sjögren descreveu pela primeira vez um grupo de mulheres cuja artrite crônica era acompanhada de olhos secos e boca seca. Hoje, os reumatologistas sabem mais sobre a síndrome que leva o nome de Sjögren e, mais significativamente para os pacientes, podem oferecer conselhos sobre como viver com ela.

O que é a síndrome de Sjögren?

A síndrome de Sjögren é uma doença inflamatória que pode afetar muitas partes diferentes do corpo, mas afeta mais frequentemente as glândulas lacrimal e salivar. Os pacientes com essa condição podem notar irritação, sensação de aridez ou queimação dolorosa nos olhos. Boca seca (ou dificuldade em comer alimentos secos) e inchaço das glândulas ao redor do rosto e pescoço também são comuns. Alguns pacientes apresentam secura nas vias nasais, garganta, vagina e pele. Ingestão de dificuldade e sintomas de refluxo ácido também são comuns.

Síndrome de Sjögren “primária” ocorre em pessoas sem outra doença reumática. O “secundário” de Sjögren ocorre em pessoas que têm outra doença reumatológica, na maioria das vezes lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatóide . Ocasionalmente pode ser confundida com uma síndrome recém-descrita chamada IGG4.

A maioria das complicações da síndrome de Sjögren ocorre devido à diminuição das lágrimas e da saliva. Pacientes com olhos secos correm maior risco de infecções ao redor do olho e podem ter danos à córnea. Boca seca pode causar um aumento na cárie dentária, gengivite (inflamação da gengiva) e infecções por leveduras orais (aftas) que podem causar dor e queimação. Alguns pacientes apresentam episódios de inchaço doloroso nas glândulas salivares ao redor do rosto.

Complicações em outras partes do corpo podem ocorrer. Dor e rigidez nas articulações com leve inchaço podem ocorrer em alguns pacientes, mesmo naqueles sem artrite reumatóide ou lúpus. As erupções cutâneas nos braços e nas pernas relacionadas com inflamação em pequenos vasos sanguíneos (vasculite) e inflamação nos pulmões, fígado e rim podem ocorrer raramente e ser difíceis de diagnosticar. Dormência, formigamento e fraqueza também foram descritos em alguns pacientes. A glândula parótida está na borda da mandíbula e pode ficar inchada e inflamada em algumas pessoas com Síndrome de Sjögren.

O que causa a síndrome de Sjögren?

Síndrome de Sjögren

A causa da síndrome de Sjögren não é conhecida, mas é um distúrbio auto-imune. Pessoas com esta doença têm proteínas anormais no sangue. Isso sugere que o sistema imunológico, que normalmente funciona para proteger o corpo contra cânceres e infecções, está reagindo contra seu próprio tecido. A diminuição das lágrimas e saliva observada na síndrome de Sjögren ocorre quando as glândulas que produzem esses fluidos são danificadas pela inflamação. Pesquisas sugerem que fatores genéticos e possivelmente infecções virais podem predispor as pessoas a desenvolver essa condição.

Como é diagnosticada a síndrome de Sjögren?

O diagnóstico depende de uma combinação de sintomas, exame físico, exames de sangue e, às vezes, estudos especiais. Olhos secos e boca podem ser sinais precoces da condição, mas requerem investigação adicional, porque esses sintomas podem ser causados ​​por muitas outras condições ou medicamentos. Testes especiais podem avaliar qualquer diminuição na produção de lágrimas ou saliva. Um exame oftalmológico é útil na detecção de alterações oculares vistas em Sjögren. Exames de sangue podem determinar a presença de anticorpos (proteínas do sistema imunológico que ajudam a destruir invasores estrangeiros) típicos da doença. Os anticorpos típicos incluem anticorpos anti-nucleares (ANA), anticorpos anti-SSA e SSB ou fator reumatóide, mas estes nem sempre estão presentes. Biópsias de glândulas salivares ao redor da face ou sob a superfície do lábio interno também podem ser usadas para fazer um diagnóstico.

Como a síndrome de Sjögren é tratada?

O tratamento é projetado para diminuir os sintomas mais incômodos. Os olhos secos geralmente respondem a lágrimas artificiais aplicadas regularmente durante o dia ou a géis aplicados à noite. Outras medidas, como obstruir ou bloquear canais lacrimais, podem ser usadas em casos mais graves. As gotas oculares que reduzem a inflamação nas glândulas ao redor dos olhos, como a ciclosporina (Restasis), podem ser usadas para aumentar a produção de lágrimas. Beber água, mascar chiclete ou usar substitutos de saliva pode aliviar a boca seca. Alguns pacientes se beneficiam do uso de medicamentos prescritos que estimulam o fluxo de saliva, como a pilocarpina (Salagen) ou a cevimulina (Evoxac). Se os pacientes desenvolvem infecções fúngicas, terapias anti-fúngicas podem ser usadas. Umidificadores e irrigação salina nasal podem melhorar o ressecamento nasal. Medicamentos que reduzem o ácido gástrico (como inibidores da bomba de prótons e bloqueadores H2) podem diminuir os sintomas do refluxo ácido. Os tratamentos podem ajudar a aliviar um pouco o ressecamento, mas geralmente alguma secura persiste.

Todos os pacientes devem receber cuidados dentários regulares para prevenir cáries e perda de dentes que podem ocorrer como uma complicação de Sjögren. Pacientes com olhos secos devem consultar um oftalmologista (oftalmologista) regularmente para detectar sinais de danos à córnea. Pacientes com vermelhidão excessiva e dor nos olhos devem ser avaliados quanto a infecções.

A hidroxicloroquina (Plaquenil), uma droga antimalárica usada na artrite lúpica e reumatóide, pode ser útil em alguns pacientes com síndrome de Sjögren, reduzindo a dor nas articulações e a erupção cutânea experimentada por alguns pacientes. Pacientes com sintomas sistêmicos raros, mas graves, como febre, erupções cutâneas, dor abdominal ou problemas pulmonares ou renais, podem necessitar de tratamento com corticosteroides como prednisona (Deltasone e outros) e / ou agentes imunossupressores como metotrexato (Rheumatrex), azatioprina(Imuran ), micofenolato (Cellcept) ou ciclofosfamida (Cytoxan). Além disso, os pesquisadores estão avaliando o rituximab (Rituxan) e outras terapias biológicas para tratar casos de Sjögren que afetam todo o corpo.

Impacto mais amplo na saúde da síndrome de Sjögren

A grande maioria dos pacientes com síndrome de Sjögren permanece muito saudável, sem complicações sérias. Os pacientes devem saber que enfrentam um risco aumentado de infecções nos olhos e ao redor dos olhos e um aumento no risco de problemas dentários devido à redução a longo prazo das lágrimas e da saliva.

Raramente, os pacientes podem ter complicações relacionadas à inflamação em outros sistemas do corpo, incluindo:

  • Problemas pulmonares que podem imitar pneumonia
  • Testes de função hepática e renal anormais
  • Erupções cutâneas relacionadas com inflamação de pequenos vasos sanguíneos
  • Problemas neurológicos que causam fraqueza e dormência

Em um pequeno número de pessoas, a síndrome de Sjögren pode estar associada ao linfoma, um câncer das glândulas linfáticas.

Vivendo com a síndrome de Sjögren

A síndrome de Sjögren não pode ser curada, mas em muitos casos o tratamento adequado ajuda a aliviar os sintomas. Os reumatologistas são especialistas em distúrbios musculoesqueléticos e, portanto, são mais propensos a fazer um diagnóstico adequado. Eles também podem aconselhar os pacientes sobre as melhores opções de tratamento disponíveis.

Pessoas com síndrome de Sjögren geralmente são capazes de viver vidas normais com poucos ajustes. Quando um diagnóstico é feito, muitos pacientes devem concentrar uma grande atenção em olhos secos e boca seca, mas esses sintomas tendem a diminuir com o tempo. Qualquer dor ou vermelhidão nos olhos deve ser avaliada imediatamente, pois isso pode sinalizar uma infecção. Para reduzir o risco de cáries e outros problemas dentários, os pacientes devem prestar muita atenção à higiene bucal adequada e aos cuidados dentários regulares.

Os pacientes devem consultar seu médico regularmente para exames gerais de saúde. Eles também devem prestar muita atenção a qualquer inchaço anormal nas glândulas ao redor da face ou pescoço, sob os braços ou nas áreas da virilha, pois isso pode ser um sinal de linfoma.

 Descrição

A síndrome de Sjögren é um distúrbio cujas características principais são olhos secos e boca seca. A condição geralmente se desenvolve gradualmente a partir da idade adulta média, mas pode ocorrer em qualquer idade.

A síndrome de Sjögren é classificada como um distúrbio autoimune, um de um grande grupo de condições que ocorrem quando o sistema imunológico ataca os tecidos e órgãos do próprio corpo. Na síndrome de Sjögren , o sistema imunológico ataca principalmente as glândulas que produzem lágrimas (as glândulas lacrimais) e saliva (as glândulas salivares), prejudicando a capacidade das glândulas de secretar esses fluidos.

Os olhos secos podem causar coceira, queimação, sensação de areia nos olhos, visão embaçada ou intolerância à luz intensa ou fluorescente. A boca seca pode parecer calcária ou cheia de algodão, e os indivíduos afetados podem ter dificuldade para falar, provar comida ou engolir. Como a saliva ajuda a proteger os dentes e os tecidos da cavidade bucal, as pessoas com síndrome de Sjögren apresentam maior risco de cáries e infecções na boca.

Na maioria das pessoas com síndrome de Sjögren , os olhos secos e a boca seca são as principais características do transtorno, e a saúde geral e a expectativa de vida não são afetadas. No entanto, em alguns casos, o sistema imunológico também ataca e danifica outros órgãos e tecidos. Esta complicação é conhecida como envolvimento extraglandular. Indivíduos afetados podem desenvolver inflamação nos tecidos conjuntivos, que fornecem força e flexibilidade às estruturas em todo o corpo. Distúrbios envolvendo inflamação do tecido conjuntivo são às vezes chamados de condições reumáticas. Na síndrome de Sjögren o envolvimento extraglandular pode resultar em inflamação dolorosa das articulações e músculos; pele seca e com comichão e erupções cutâneas; Tosse crônica; uma voz rouca; problemas renais e hepáticos; dormência ou formigamento nas mãos e pés; e, nas mulheres, secura vaginal. Cansaço prolongado e extremo (fadiga) grave o suficiente para afetar as atividades da vida diária também pode ocorrer neste distúrbio. Um pequeno número de pessoas com síndrome de Sjögren desenvolve linfoma, um câncer relacionado ao sangue que causa a formação de tumores nos gânglios linfáticos.

Alguns indivíduos que são diagnosticados pela primeira vez com outro distúrbio reumático, como artrite reumatóide ou lúpus eritematoso sistêmico , desenvolvem posteriormente os olhos secos e boca seca característicos da síndrome de Sjögren . Outras doenças auto-imunes também podem se desenvolver após o início da síndrome de Sjögren . Ao todo, cerca de metade de todos os indivíduos com síndrome de Sjögren também apresentam outro distúrbio autoimune.

A síndrome de Sjögren é um distúrbio relativamente comum; ocorre em 0,1 a 4 por cento da população. É difícil determinar a prevalência exata porque as características desse distúrbio, olhos secos e boca seca, também podem ser causadas por muitas outras condições. As mulheres desenvolvem a síndrome de Sjögren cerca de 10 vezes mais do que os homens; a razão específica para essa diferença é desconhecida, mas provavelmente envolve os efeitos dos hormônios sexuais na função do sistema imunológico.

Acredita-se que a síndrome de Sjögren resulte de uma combinação de fatores genéticos e ambientais; entretanto, nenhuma associação entre alterações genéticas específicas e o desenvolvimento da síndrome de Sjögren foi confirmada. Os pesquisadores acreditam que variações em muitos genes afetam o risco de desenvolver a síndrome de Sjögren , mas que o desenvolvimento da doença pode ser desencadeado por algo no ambiente. Em particular, infecções virais ou bacterianas, que ativam o sistema imunológico, podem ter o potencial de estimular o desenvolvimento da síndrome de Sjögrenem indivíduos suscetíveis. As variações genéticas que aumentam a suscetibilidade podem reduzir a capacidade do organismo de desligar a resposta imune quando ela não é mais necessária.

 Uma predisposição para desenvolver distúrbios autoimunes pode ser transmitida através de gerações nas famílias. Parentes de pessoas com síndrome de Sjögren correm um risco maior de desenvolver doenças auto-imunes, embora não sejam necessariamente mais propensos a desenvolver a síndrome de Sjögren em particular. O padrão de herança dessa predisposição é desconhecido.

O que é a síndrome de Sjögren?

A síndrome de Sjögren é um distúrbio auto-imune, o que significa que o próprio sistema imunológico do corpo ataca erroneamente suas próprias células e tecidos.

No caso da síndrome de Sjögren, os glóbulos brancos do corpo combatem as glândulas que produzem a umidade do corpo.

Fatos sobre a síndrome de Sjögren

A síndrome de Sjögren é estimada como um dos distúrbios autoimunes mais comuns. Até 4 milhões de americanos são afetados pela síndrome de Sjögren. Cerca de 90% são mulheres.

Tipos de síndrome de Sjögren

Os médicos dividem a síndrome de Sjögren em dois tipos:

  • Sjögren principal. Este é o termo usado quando a síndrome de Sjögren aparece por si só, sem qualquer outra doença ou enfermidade. Cerca de metade dos casos de síndrome de Sjögren são de Sjögren primários.
  • Secundária de Sjögren. Quando a síndrome de Sjögren ocorre juntamente com outras doenças autoimunes, como esclerodermia, lúpus ou artrite reumatóide, ela é chamada de síndrome de Sjögren secundária. É responsável por metade dos casos de Sjögren.

Sintomas

Os sintomas da síndrome de Sjögren podem variar de leves a graves – de desconforto a sintomas debilitantes que podem afetar sua qualidade de vida geral. Os dois sintomas mais comuns da síndrome de Sjögren são os olhos secos e a boca seca. A partir daí, a doença pode evoluir para sintomas que afetam todo o corpo.

Os sintomas podem incluir:

  • Boca seca, que pode causar problemas ao falar, mastigar ou engolir
  • Olhos secos que podem ter um sentimento corajoso ou ardente
  • Lábios secos e peeling
  • Dor ou rachaduras na língua
  • Seco ou dor de garganta
  • Cárie dentária
  • Secura da pele
  • Secura vaginal
  • Nariz seco
  • Alterações na capacidade de provar ou cheirar
  • Fadiga ou cansaço
  • Dor nas articulações
  • Problemas Digestivos

 

Diagnóstico

A síndrome de Sjögren é frequentemente difícil de diagnosticar. Isso porque os sintomas podem se sobrepor ou se assemelhar aos de outras condições, incluindo a síndrome da fadiga crônica, a fibromialgia, o lúpus, a artrite reumatoide ou mesmo a esclerose múltipla.

Os reumatologistas usam um teste baseado em pontos para descobrir se seus sintomas podem estar relacionados à síndrome de Sjögren. Quanto maior o número de pontos, maior a probabilidade de você ter a doença.

Juntamente com os sintomas físicos, outros testes que podem ajudar a identificar a síndrome de Sjögren incluem exames de sangue, bem como exames oftalmológicos e testes odontológicos para examinar mais de perto os sintomas relacionados aos olhos e boca.

Tratamento

Síndrome de Sjögren

Não há cura para a síndrome de Sjögren, mas os tratamentos podem ser usados ​​para aliviar os sintomas. A chave é trabalhar com um reumatologista comprometido em ajudá-lo a encontrar as respostas para seus problemas.

Os sintomas comuns dos olhos e da boca muitas vezes podem ser tratados com colírios sem receita médica. Seu médico pode prescrever fórmulas mais fortes se as versões de balcão da farmácia não ajudarem.

Se os sintomas da síndrome de Sjögren forem mais sistêmicos, você poderá encontrar alívio em alguns dos medicamentos imunossupressores usados ​​para tratar outros distúrbios autoimunes. O remédio contra a dor também pode ser necessário, dependendo dos sintomas.

Atendimento domiciliar

Além de remédios para ajudar nos olhos secos, boca seca e dor, a dieta pode ajudar a aliviar os sintomas da síndrome de Sjögren. Por exemplo, muitas pessoas acham melhor evitar alimentos picantes, duros, crocantes ou ácidos, além de álcool, que tendem a piorar os sintomas. Alimentos suaves, macios e cremosos, como sopas, guisados ​​e pratos de massa, são boas escolhas. Algumas pessoas com síndrome de Sjögren também têm doença celíaca e precisam evitar o glúten também.

Pesquisas sugerem que os ácidos graxos ômega-3 podem ajudar a aliviar os sintomas do olho seco, e ensaios clínicos sobre o uso de suplementos estão em andamento.

A Fundação Síndrome de Sjogren também sugere que você:

  • Evite medicamentos que possam secar ainda mais os olhos, como certos anti-histamínicos e antidepressivos. Converse com seus médicos sobre essas escolhas.
  • Não se sente perto de ar condicionado ou aberturas de aquecimento. O ar seco também pode contribuir para secar os olhos.
  • Use lubrificantes para os olhos diariamente, mesmo se você não tiver sintomas, e tente dormir com gel especial que seu médico pode prescrever.
  • Use compressas mornas diariamente para acalmar as pálpebras irritadas.
  • Escove os dentes após cada refeição e use fio dental diariamente para ajudar a evitar cáries causadas pela boca seca.
  • Faça checkups odontológicos de rotina.
  • Evite bebidas carbonatadas ou ácidas.
  • Mastigue chiclete sem açúcar, se necessário, para ajudar a lubrificar sua boca.
  • Tente usar um umidificador de ambiente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome