Tratamento de impotência com injeções intracavernosas
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas

A impotência na prática médica é um fenômeno comum, e uma característica distintiva dos últimos anos tem sido o aumento no número de homens jovens com transtornos de disfunção erétil. É possível resolver um problema delicado usando os métodos da medicina moderna que usa medicina na forma de pastilhas e injeções, e em situações difíceis – usando a intervenção cirúrgica. O último método é traumático e raramente usado sem um bom motivo. As pílulas de estimulação são as mais populares e as injeções são mais frequentemente associadas à reposição de testosterona. Ao mesmo tempo, com impotência, a papaverina não está relacionada à terapia hormonal, mas como estimuladora da ereção, ela se estabeleceu como uma ferramenta confiável e eficaz.

Injeções de impotência

Como o problema da impotência sexual tornou-se mais comum em pessoas com menos de 35 anos, e o principal objetivo da terapia é restaurar totalmente a função sexual, novos métodos de tratamento aparecem constantemente nessa faixa etária. Você não verá ninguém com injeções de impotência, elas são populares, como comprimidos.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Neste caso, os medicamentos injetáveis ​​diferem quanto ao tipo de exposição, bem como na metodologia do procedimento:

  • Injeção intracavernosa. O efeito é perceptível imediatamente e permite que você tenha uma relação sexual completa, mas é importante injetar corretamente. Com este método, a papaverina é injetada diretamente nos tecidos do pênis, em casos raros, no canal uretral. Outros agentes tópicos populares são a fentolamina e o alprostadil.
  • Injeção intramuscular Para influenciar a função erétil, a terapia de reposição hormonal é usada para compensar a falta de produção de testosterona. Uma injecção é administrada por via intramuscular ou subcutânea, é necessário um tratamento, pelo que, com a dose certa, é possível resolver o problema da impotência para sempre.

Como as causas da impotência são fatores externos e internos, todos os métodos e ferramentas exigem um exame preliminar e uma abordagem individual.

Contra-indicações

Qualquer medicamento tem propriedades positivas e negativas, e é por isso que, em primeiro lugar, é necessário consultar um médico competente para estabelecer as causas e as soluções ideais para o problema com a potência.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Quanto ao procedimento, injeções de papaverina, com a dose certa e realizadas em conformidade com a técnica de manipulação, são relativamente seguras. Embora com uso freqüente, hematomas se formam no local da injeção, e também podem ser acompanhados por sensações dolorosas ao escolher o local errado para a injeção.

Os efeitos colaterais do componente ativo são frequentemente associados a uma superdosagem e são acompanhados por uma ereção dolorosa e prolongada. No final da ação, sinais desagradáveis ​​passam por conta própria.

A droga tem poucas contra-indicações, mas elas devem ser levadas em consideração e é imperativo informar o médico sobre todos os problemas de saúde:

  • É proibido combinar injeções de Papaverina com análogos do Viagra, uma vez que o mecanismo de ação dos medicamentos que melhoram a circulação sanguínea pode causar uma ereção persistente e dolorosa.
  • Para pessoas com patologia cardíaca associada a distúrbios do ritmo e pressão arterial elevada, este método de tratamento da impotência também não é adequado, uma vez que o risco de exacerbação da doença subjacente é grande.
  • Sensibilidade individual aos componentes da droga é uma contra-indicação absoluta para injeções de papaverina. Um médico pode determinar a possibilidade de reações alérgicas com uma dose teste de uma pequena dose.
  • A ingestão de álcool é incompatível com a papaverina, uma vez que o álcool etílico tem o efeito oposto.
  • Doenças da próstata e glândula tireóide, problemas com as glândulas supra-renais, distúrbios neurológicos e mentais excluem a possibilidade de usar injeções intracavernosas com papaverina.

Para a maioria dos pacientes, este método de tratamento da impotência é bem tolerado, mas em qualquer caso, a auto-administração da droga é inaceitável, e também é importante dominar a técnica de estabelecer uma injeção na consulta médica.

Indicações para uso

Um medicamento chamado Papaverina é bem conhecido na prática cirúrgica como um antiespasmódico eficaz com um efeito analgésico. A substância ativa pertence aos alcaloides do ópio, afetando o tecido muscular liso e tem um efeito relaxante. O lado positivo é que a ação exata da substância ativa é assegurada com um mínimo de influência sobre órgãos e sistemas como um todo.

O objetivo do tratamento não é apenas a restauração da potência, também é importante iniciar os processos naturais no corpo com danos mínimos à saúde. Para homens jovens com disfunção erétil, a papaverina é usada como uma maneira eficaz de melhorar o fluxo sanguíneo nos tecidos do pênis com uma forma psicogênica de impotência.

Injeções para restaurar uma ereção restauram não apenas a capacidade de ter relações sexuais, mas também inspiram confiança em si mesmo, eliminando a causa do distúrbio.

Características da terapia hormonal

Terapia hormonal, usando análogos sintéticos de testosterona e suas frações, ao contrário de sintomático, usando Papaverina, difere no efeito geral sobre o corpo.

Regulação da função erétil, bem como a atividade sexual depende do fundo hormonal. Uma diminuição na potência é frequentemente associada à redução da produção de testosterona ou à violação de suas modificações no corpo.

É para este propósito que são introduzidas drogas que podem iniciar o processo a partir do interior.

Mais frequentemente, este método de terapia é usado em homens mais velhos, nos quais um baixo nível de testosterona é uma característica relacionada à idade. Além disso, um efeito positivo pode ser alcançado com a função insuficiente dos testículos ou hipófise prejudicada. A testosterona sintética é usada por um longo tempo, como resultado do que as funções perdidas são ativadas e torna-se possível levar uma vida sexual completa.

A terapia hormonal é eficaz para a prostatite, especialmente em seu curso crônico. Durante o curso do tratamento, os homens notam um aumento na libido, um aumento na vitalidade, mudanças na aparência e no caráter. Ao mesmo tempo, a escolha da dosagem é baseada em um exame de sangue preliminar com uma interpretação detalhada dos hormônios tireoidianos, das glândulas supra-renais e do sistema hipofisário.

O que pode substituir a papaverina?

O mais próximo em efeito e efeito é a droga Kaverdzhekt.

Em sua composição, o alprostadil é utilizado como principal substância ativa, que também relaxa as fibras musculares lisas e, além disso, dilata os vasos sanguíneos arteriais e venosos devido ao bloqueio dos adrenorreceptores. Uma droga moderna tem uma forma conveniente de liberação: na forma de uma seringa com um solvente e uma garrafa com um pó do componente principal.

Ao contrário da papaverina, este análogo permite obter uma ereção mais estável, ativando a saída de sangue venoso. Ao mesmo tempo, encher o pênis com sangue é um pouco mais lento, mas o efeito dura 2-3 horas. As injeções são geralmente prescritas 2-3 vezes por semana e uma injeção deve ser feita 15-20 minutos antes da relação sexual.

Em algumas fontes você pode encontrar uma menção que Kaverdekt é um análogo de Papaverine que é compatível com o álcool. Isto não é assim. O uso de álcool no tratamento com alprostadil também é inaceitável.

O medicamento é contraindicado em menores, com tendência ao priapismo, doenças inflamatórias do aparelho geniturinário, além de doenças cardíacas.

A escolha do tratamento adequado para a impotência deve ser confiada ao médico. À disposição da medicina oficial, muitas ferramentas comprovadas e métodos eficazes de tratar a impotência sexual.

E receitas folclóricas auxiliares podem recuperar o poder masculino com a ajuda de remédios naturais.

É importante não começar a resolver o problema e iniciar a recuperação o mais cedo possível, uma vez que o efeito depende em grande parte da assistência atempada e qualificada.

Potência crescente com injeções – os benefícios das injeções e as nuances de seu uso

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Problemas de potência podem afetar não apenas homens mais velhos.

Maus hábitos, stress, lesões, perturbações hormonais, estilos de vida impropriamente planejados, falta de hereditariedade e outros fatores não podem afetar o poder masculino da melhor maneira.

Na maioria dos casos, os médicos recorrem a métodos conservadores de tratamento, prescrevendo uma variedade de pílulas para pacientes que procuram ajuda, visando aumentar a libido e eliminar o problema.

No entanto, esse impacto sobre o problema às vezes não é suficiente. Em tal situação, os especialistas substituem o tratamento tradicional por um método mais eficaz – drogas injetáveis.

Os benefícios de drogas injetáveis

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

As injeções são uma maneira eficaz de combater a impotência e, ao contrário dos tablets, proporcionam um resultado mais rápido.

Isto deve-se ao facto de, neste caso, o medicamento entrar directamente na área desejada. Por conseguinte, o efeito desejado é alcançado muito mais rapidamente do que após tomar os comprimidos.

Neste caso, quase imediatamente após o fármaco ser introduzido no tecido do pénis, os vasos sanguíneos dilatam-se e aumentam a circulação sanguínea, como resultado do qual começa a actividade eréctil. A introdução do medicamento proporciona uma ereção estável e longa, mesmo que não haja excitação sexual.

Além do rápido efeito e estabilidade da ação, vale a pena notar algumas outras características positivas das injeções para a potência:

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil
  • drogas injetáveis ​​nunca causam um aumento na pressão sanguínea, então elas são ótimas para homens com hipertensão;
  • tais medicamentos podem ser usados ​​para homens com diabetes, bem como uma variedade de doenças dos vasos sanguíneos;
  • as injeções podem ser feitas 3 vezes por semana, o que é suficiente para manter um ritmo normal de vida íntima para uma pessoa comum.

O uso de injeções permite que em 80% dos casos retorne um nível decente de potência sexual, sem prejudicar a saúde dos homens. Além disso, o uso deste tipo de droga pode retardar o processo de envelhecimento, o desenvolvimento de aterosclerose e diabetes.

Apesar das muitas vantagens, a autodeterminação da dosagem e injeção é altamente indesejável. Para evitar efeitos colaterais, é melhor procurar aconselhamento do seu médico sobre a escolha da dose e do medicamento.

A eficácia das injeções para aumentar a potência

O medicamento, introduzido no pênis ou no glúteo, ajuda a obter os seguintes resultados:

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil
  • melhorar a circulação sanguínea;
  • ereção prolongada;
  • sensações aumentadas durante o orgasmo;
  • aumento do desejo sexual.

Se drogas contendo testosterona são usadas como medicamento, o homem também pode observar um aumento ativo na massa muscular.

O efeito das injeções é manifestado sem falhas e geralmente ocorre em pouco tempo. Portanto, este método é uma excelente maneira de sair da situação naqueles casos clínicos em que os efeitos dos comprimidos não são suficientes.

Como as injeções funcionam?

Injeções para melhorar a potência são divididas em vários tipos.

E como na maioria dos casos o enfraquecimento da força masculina causa precisamente uma quantidade insuficiente desse hormônio, é sua administração que assegura as principais ações do medicamento.

Se as injeções tiverem uma base não hormonal, então a composição medicinal introduzida nos tecidos do órgão leva à vasodilatação e ao aumento da circulação sanguínea.

Existem também medicamentos injetáveis ​​não-hormonais, cujo efeito é projetado para aumentar o nível de testosterona, o que inicia o processo de ereção.

Hormonal

Tais medicamentos são prescritos para homens que têm impotência como resultado de uma diminuição na produção de testosterona. Por via de regra, tais injeções fazem parte de um tratamento abrangente, quando as injeções se combinam com a tomada de pastilhas, bem como a aplicação de géis e esparadrapos especializados.

Existem três tipos de drogas hormonais que são divididas em grupos de acordo com a duração do período de exposição ao corpo de um homem:

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil
  1. agentes de exposição curta . Estas são injeções com propionato de testosterona, cujo efeito pode durar 48-72 horas. Tais fundos são injetados no músculo glúteo, fazendo o intervalo entre as injeções de 2-3 dias;
  2. injeções de ação média. A composição de tais drogas contém componentes de éter, portanto eles são rapidamente absorvidos pelo sangue. A duração de tal injeção é de 3-4 semanas, após as quais o procedimento deve ser repetido para salvar o resultado;
  3. etc. eparaty exposição prolongada . A base de tais fundos é o undecaonate da testosterona. O medicamento é capaz de manter o nível de testosterona necessário para a excitação no sangue por 10-14 semanas. O hormônio é liberado gradualmente no sangue, fornecendo a resposta correta do corpo masculino à excitação sexual. Como a droga tem um efeito prolongado, o homem não sofre alterações hormonais, de modo que sua saúde e humor não estão sujeitos a uma mudança para pior.

O uso continuado de injeções com testosterona pode causar alguns efeitos colaterais, incluindo:

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Contra-indicações para injeções hormonais incluem diabetes mellitus, carcinoma de próstata, hipercalcemia, inchaço, aterosclerose, insuficiência hepática e renal, e algumas outras doenças.

Em caso de negligenciar contra-indicações, o desenvolvimento de complicações de um tipo e escala diferente é possível.

Não hormonal

Tais drogas são prescritas para homens que não têm uma ereção durante a estimulação das zonas íntimas.

Após a introdução de uma injeção não hormonal, o tecido muscular liso relaxa e o nível de AMPc aumenta, resultando em uma melhora na transmissão de impulsos ao longo das fibras nervosas.

Injeções não hormonais podem melhorar a circulação sanguínea no pênis, devido a que ocorre uma ereção.

O medicamento não altera a taxa de ejaculação e não afeta a capacidade de fertilizar os ovos. Tais injeções são feitas no pênis, após o que ocorre uma ereção constante, que dura 60 minutos.

A dosagem do medicamento é calculada para cada paciente individualmente. A frequência de injeção permitida é de 2 vezes por semana.

O uso de drogas não hormonais não é recomendado na presença de reações alérgicas aos componentes da injeção, doença de Peyronie, leucemia e algumas outras doenças. Por esse motivo, o uso independente de drogas não hormonais não é recomendado.

A droga vai à venda em forma seca. Antes da utilização, o pó é diluído com solução de cloreto de sódio.

Injeções hormonais e não hormonais para melhorar a potência podem dar um bom efeito. Mas seu uso deve ser realizado exclusivamente sob a supervisão do médico assistente. Neste caso, você pode evitar efeitos colaterais e não causar danos irreparáveis ​​ao seu corpo, causando o desenvolvimento de várias doenças ou exacerbação de doenças crônicas.

Por que injeções intracavernosas são feitas no pênis?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Cada quarto homem no mundo tem desordens sexuais hoje, mas felizmente, a maioria dos casos são apenas desordens temporárias. Se a baixa potência e a disfunção erétil incomodam o homem por muito tempo, e os métodos conservadores de terapia não resolvem o problema, os especialistas prescrevem injeções intracavernosas, que só podem ser realizadas por um médico experiente.

Injeções intracavernosas são injeções no pênis de um homem , isto é, a introdução de uma droga no corpo cavernoso do pênis com uma seringa.

Hoje, na medicina, essa técnica é a maior descoberta e conquista de especialistas para ajudar milhões de homens com disfunção erétil, mesmo nos casos mais avançados.

Resta apenas escolher o medicamento certo para a administração e um especialista qualificado.

Por que injeções no pênis?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Os procedimentos para a introdução de medicamentos nos corpos cavernosos do pênis de um homem são realizados por médicos apenas para fins e indicações estritas. Apesar do fato de que as injeções intracavernosas são agora reconhecidas como a maneira mais eficaz de tratar distúrbios sexuais, nem todos os homens o têm. As injeções serão apropriadas nesses casos se a causa das disfunções sexuais for a patologia vascular do corpo.

O princípio de funcionamento de tal técnica de tratamento é baseado no aumento do fluxo de sangue para os corpos cavernosos do pênis, o que leva ao aumento do desejo sexual, o início de uma ereção forte, mesmo que não haja estimulação visual e física do órgão genital. Mas o tempo de início da ereção e sua duração determina o próprio homem e suas necessidades.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Nem uma única medicação com riscos tão baixos de efeitos colaterais, bem como sem contra-indicações especiais, pode dar resultados como injeções intracavernosas. O que dá tais injeções em caso de passar um curso do tratamento:

  • melhoria significativa no fluxo sanguíneo nos órgãos pélvicos;
  • aumentar a sensibilidade dos genitais e a qualidade dos contatos com uma mulher;
  • eliminação e prevenção de hiperemia passiva adicional.

As injeções intracavernosas eficazes serão se as causas de distúrbios sexuais forem tais razões como:

  • diabetes mellitus e queda de potência;
  • doenças endócrinas e distúrbios hormonais;
  • doenças urológicas e vasculares;
  • arteriosclerose peniana;
  • lesões anteriores na medula espinhal ou no cérebro;
  • o problema da ejaculação precoce.

No caso de disfunções sexuais serem causadas por distúrbios psicoemocionais e solo nervoso, tais injeções de potência não produzirão nenhum resultado. Portanto, antes de prescrever um método de injeção de terapia, o médico deve realizar um diagnóstico abrangente do paciente, a fim de estabelecer com precisão as causas dos problemas. Injeções vasodilatadoras são usadas para diagnosticar disfunção erétil.

Qual droga escolher?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A papaverina ajuda a relaxar as fibras musculares lisas das artérias e trabéculas do órgão genital.

A fentolamina é geralmente usada com outras drogas para dilatar os vasos sanguíneos, bloqueando os receptores adrenérgicos A1 e A2.

Enquanto o medicamento Alprostadil (um análogo da Prostaglandina E1) simplesmente relaxa os músculos lisos, o que também é importante para uma corrida livre de sangue para a pélvis.

Como fazer uma injeção?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A técnica de introdução de drogas vasoativas no corpo cavernoso do pênis é mais frequentemente usada para pacientes que sofrem de prostatite, bem como disfunção erétil devido a processos congestivos e problemas com o fornecimento de sangue ao pênis. A introdução de drogas é apropriada em casa, mas apenas pelas mãos de um especialista médico, já que uma injeção incorretamente entregue pode prejudicar os genitais masculinos.

O procedimento para administração intracavernosa de drogas envolve as seguintes etapas:

  1. Preparação de ferramentas . O especialista abre o pacote com uma seringa e uma agulha do 27o ou 30o calibre, do frasco com a droga, a solução é atraída para dentro da seringa até a quantidade prescrita pelo médico. É proibido tocar a agulha com qualquer coisa, pois ela deve permanecer estéril.
  2. Preparação do local de injeção . Em uma mão, você precisa pegar o pênis de um homem, puxá-lo de um lado para a coxa e o local onde a agulha será inserida deve estar completamente cheio de álcool.
  3. Administração de medicamentos . Com uma segunda mão, o especialista leva uma seringa, na base do pênis, insere uma agulha sob a pele estritamente em um ângulo de 90 ° e uma solução da seringa é introduzida lentamente no interior.

Se durante a injeção o homem não sentir dor, desconforto e outros sintomas desagradáveis, então o procedimento foi realizado de acordo com as regras. Para avaliar a adequação de tal técnica de tratamento, vale a pena se familiarizar com suas principais vantagens:

  • riscos mínimos de efeitos colaterais e sinais sistêmicos;
  • alta porcentagem de eficácia em comparação com outros métodos de terapia;
  • riscos mínimos de priapismo;
  • uso rápido e conveniente;
  • praticamente sem contra-indicações.

Os únicos inconvenientes desta técnica podem ser considerados dor de injeções, ligeira dor nos locais de punção. As injeções são estritamente contra-indicadas em pessoas com anemia falciforme. Caso contrário, a técnica de injeção de drogas vasoativas é aprovada pelos principais especialistas no tratamento de distúrbios sexuais e está em grande demanda.

Fonte: http://SilaMan.ru/intrakavernoznyie-inektsii-v-chlen/

Injeções para aumentar a potência em homens

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A fim de normalizar a ereção, as injeções podem ser usadas para a potência masculina. Drogas injetáveis ​​são mais eficazes que comprimidos ou tinturas. Além disso, as injeções dão um efeito mais rápido, o que também é importante.

Um vasodilatador ajuda a obter uma forte tesão em 15-20 minutos. Eles precisam ser introduzidos no corpo cavernoso do pênis. Devido à expansão dos vasos sanguíneos, é melhor derramar sangue no pênis durante a excitação sexual, e o fluxo de sangue é parcialmente bloqueado.

Se a impotência for causada por prostatite, então agentes injetáveis ​​baseados no extrato de próstata do gado podem ser usados. Tais drogas têm um efeito positivo não só na potência, mas também no trabalho da próstata.

Nos casos em que a disfunção erétil se desenvolve devido à menopausa masculina ou deficiência androgênica, injeções hormonais podem ser prescritas. Neste caso, os medicamentos baseados em testosterona são usados.

Meios de inserção no pênis

Técnica de Injeção

Injeções no pênis para a potência são usadas com bastante frequência nos casos em que um homem desenvolve disfunção erétil de origem orgânica. Se o problema é psicogênico, então também é possível usar drogas para administração intracavernosa.

Para realizar uma injeção, você precisará de uma seringa de insulina com uma agulha Luer de 0,45 x 15 mm. Você também precisa obter luvas de látex, algodão e álcool etílico. A solução injetável deve ser preparada antecipadamente.

O procedimento é o seguinte:

  1. Tome uma posição sentada.
  2. Use luvas de látex.
  3. Retire a tampa de proteção da seringa, coloque a solução de injeção na seringa, aponte a seringa verticalmente para cima e libere o excesso de ar.
  4. Desinfete o local da injeção com um cotonete embebido em álcool.
  5. Ввести иглу в середину основания полового члена под углом 90 градусов. При проникновении иглы может чувствоваться легкое жжение и зуд.
  6. Ввести препарат.
  7. Вынуть иглу, утилизировать вместе со шприцом.
  8. Снять латексные перчатки.
  9. Вымыть руки с мылом.

Проводить инъекцию следует за 20-30 минут до половой близости.

Какие препараты использовать?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Принцип действия у медикаментов схож. После их введения в половой член сосуды постепенно расширяются, в результате чего кровь лучше поступает в пенис, и мужчина обретает крепкий стояк. Лекарства помогают поддерживать пенис в эрегированном состоянии в течение 3-5 часов.

Дозировки:

  • Папаверин – 20-25 мг. Предварительно лекарство смешать с 0,9% раствором NaCl. Чтобы повысить потенцию, следует вводить лекарство 1 раз в день.
  • Каверджект. Дозировка – 2,5-10 мкг. В комплекте идет растворитель и лиофилизат, которые и нужно смешать. Проводить инъекцию можно не чаще, чем 3-4 раза в неделю. Ежедневно использовать препарат медики не рекомендуют.

У вышеперечисленных средств, безусловно, есть противопоказания и побочные эффекты. К примеру, Каверджект противопоказан при аллергии на алпростадил, анатомических деформациях члена, наличии имплантатов в пенисе, миеломе, лейкемии, анемии и расстройствах в работе кроветворной системы.

У Папаверина тоже есть противопоказания, в числе которых повышенная чувствительность к препарату, артериальная гипотензия, нарушение AV-проводимости, пожилой возраст (старше 75), примем ингибиторов МАО, коматозное состояние, печеночная недостаточность, глаукома.

Побочные эффекты от уколов в член:

  1. Папаверин может вызывать нарушения в работе печени, сонливость, слабость, головные боли, нарушения в работе сердечно-сосудистой системы, аллергические реакции, тромбоз, эозинофилию, апноэ, пищеварительные расстройства.
  2. Каверджект способен спровоцировать аллергические/анафилактические реакции, фиброз полового члена, гематомы на пенисе, фимоз, нарушение эякуляции, кровотечение из мочеиспускательного канала, баланит, гиперемию кожи. При длительном применении возможны снижение АД, судороги мышц, гипергидроз, миастения, тахикардия, боли в животе, сперматоцеле, миастения.

Пользоваться вышеперечисленными инъекционными препаратами можно только после согласования с врачом и прохождения инструктажа.

Уколы для лечения простатита и импотенции

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Se a prostatite ou HBP se tornar a causa de distúrbios sexuais, você pode usar peptídeos biorregulatórios – medicamentos baseados no extrato de próstata do gado.

Tais remédios:

  • Contribuir para a potência e a libido.
  • Normalize o fluxo sanguíneo na pélvis, evitando a estagnação.
  • Reduzir o número de leucócitos na secreção da próstata.
  • Fortalecer os vasos do pâncreas, evitar a formação de coágulos sanguíneos.
  • Normalize o tom da parte prostática da uretra e da bexiga.
  • Aumentar a imunidade
  • Reduza o número de grãos de lecitina na próstata.
  • Alivie o inchaço do órgão glandular.
  • Normalize a produção de espermatozóides.

As melhores drogas deste segmento são Samprost, Prostacor, Prostatilen. Os fundos estão disponíveis na forma de um liofilizado para a preparação de uma solução injetável. O liofilizado deve ser misturado com solução salina, água estéril para injeção ou Novocaína 0,25-0,5%. A proporção é de 5 mg de liofilizado por 1 ml de líquido.

É necessário entrar em uma solução de injeção intramuscularmente. A dosagem de todas as drogas é a mesma – 5-10 mgs. A injeção é feita uma vez por dia. A duração do tratamento é limitada a 5-10 dias.

Os peptídeos biorregulatórios são contra-indicados apenas na presença de intolerância individual ao componente ativo. Os efeitos colaterais ao usar drogas geralmente não ocorrem.

Injeções hormonais

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Se um homem tem um nível reduzido de testosterona total e livre, ele certamente terá problemas com a potência. A deficiência androgênica é muito freqüentemente observada em homens durante a chamada menopausa.

Para restaurar a produção de testosterona e aumentar a potência, é costume usar drogas baseadas em hormônios. Tais medicamentos podem ser usados ​​apenas por recomendação de um médico. As ampolas são vendidas em farmácias apenas por receita médica. Drogas intramusculares são administradas.

Melhore a ereção e normalize a ajuda dos hormônios:

  1. Sustanon-250. O medicamento contém uma mistura de ésteres de testosterona. A dose padrão é de 1 ml. A frequência da injeção é uma vez a cada três semanas.
  2. Nebido É uma das drogas hormonais mais seguras, tem muitas críticas positivas. O ingrediente ativo é o undecanoato de testosterona. Injete 1000 mg. Para dar uma injeção a cada 10-14 semanas.
  3. Omnadren Também uma mistura de ésteres de testosterona. Difere no preço baixo. A dose padrão é de 1 ml. É administrado uma vez a cada quatro semanas.
  4. Propionato de testosterona. O ingrediente ativo é a substância do mesmo nome. Dosagem – 10-25 mg. Uma injeção é feita para a potência uma vez a cada 2 dias ou uma vez a cada 2-4 semanas, dependendo da gravidade da deficiência androgênica.

A terapia hormonal é contraindicada na prostatite aguda, na hiperplasia benigna da próstata, no câncer de próstata, na insuficiência cardíaca, na insuficiência renal / hepática e no câncer de mama. Além disso, medicamentos para aumentar os níveis de testosterona não são prescritos para menores.

Outra lista de contraindicações inclui diabetes descompensada, ginecomastia, insuficiência hepática ou renal. Medicamentos à base de testosterona são estritamente contra-indicados se um homem sofreu recentemente um infarto do miocárdio ou derrame.

Possíveis efeitos colaterais da TRH: reações alérgicas, distúrbios cardiovasculares, disfunção renal / hepática, distúrbios digestivos, acne, calvície, aumento de peso, aumento da sudorese, ginecomastia, hiperidrose.

Fonte: https://menshealth.help/andrologiya/ukoly-dlya-potentsii-muzhchin

Tratamento cirúrgico da impotência ou injeção intracavernosa?

Existem muitas drogas que ajudam a lidar com essa doença. Se o caso for sério, o médico fará um encaminhamento para cirurgia.

Injeções de potência

Injeções intracavernosas são injetadas no pênis. As injeções devem ser prescritas pelo médico assistente, mas o próprio paciente pode colocá-las após receber recomendações claras.

A injeção ocorre instantaneamente. Uma ereção em um homem ocorre em alguns minutos e dura por uma hora. Atualmente, os seguintes medicamentos são comuns: papverina, fentolamina, alprostadil.

Injeções de impotência são prescritas para disfunção erétil e prostatite. Após uma consulta com um médico, um medicamento é prescrito. Cada pessoa precisa de uma abordagem individual, por isso é necessária uma visita a uma instituição médica.

A introdução do medicamento permite que você obtenha o seguinte efeito:

  • A qualidade da relação sexual está melhorando.
  • Eliminação da hiperemia passiva.
  • Melhorando o fluxo sanguíneo nos genitais.
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Etapas do procedimento

Ao administrar medicamentos em casa, você deve seguir estritamente as instruções:

  1. Prepare uma seringa. Deve ser estéril. Não toque na agulha com as mãos antes da injeção. Na seringa, tome o máximo de medicamento prescrito pelo médico.
  2. Preparação do site. Com uma mão, o pênis é puxado para qualquer um dos quadris. O local onde a injeção será feita é desinfetado com álcool.
  3. A introdução do medicamento. Com a mão livre, você precisa pegar uma seringa e colocar uma injeção na base do pênis. A direção da agulha deve ser perpendicular ao órgão.

Atenção! Se a dor estiver presente, precisa urgentemente consultar um médico.

Terapia hormonal

A nomeação de injeções hormonais ocorre nos seguintes casos:

  • A forma secundária de hipogonadismo.
  • Violação das funções do hipotálamo e da glândula pituitária.
  • Falta de testículos ou seu subdesenvolvimento.
  • Problemas no funcionamento da glândula tireóide ou glândulas supra-renais.

As injeções são capazes de restaurar completamente a atividade sexual, que foi perdida durante o processo de envelhecimento.

Sujeito às recomendações do médico, os pacientes notam uma tendência positiva:

  • Os processos estagnados no pênis desaparecem.
  • A circulação sanguínea de todo o sistema reprodutivo melhora.
  • Uma ereção aparece.
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Se as injeções hormonais forem combinadas com massagem, o efeito positivo será alcançado muito mais rapidamente.

Contra-indicações

Não injete nos seguintes casos:

  • Intoxicação por álcool.
  • Malokrovie.
  • Intoxicação por drogas.
  • Doença hepática.
  • Doenças sexualmente transmissíveis.
  • Infarto do miocárdio.
  • Reações alérgicas às substâncias que compõem a droga.
  • Doenças do sistema respiratório.
  • Doença do músculo cardíaco coronário.
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Cirurgia

Basicamente, o tratamento da impotência ocorre com a ajuda de medicamentos. Agora esses fundos estão disponíveis em grandes quantidades e você pode pegar pílulas e injeções de qualquer categoria de preço. Mas se o caso é negligenciado ou os comprimidos não ajudam, então você tem que recorrer a um método cirúrgico de tratamento. Agora é usado extremamente raramente, mas ainda acontece.

Existem três tipos principais de cirurgia:

  1. Cirurgia venosa peniana.
  2. Revascularização genital.
  3. Endofalloprosthetics.

Cirurgia venosa

Com a impotência vascular, esse tipo de operação é utilizado. Este tipo de tratamento é prescrito por um médico e requer um conjunto de ações necessárias. O paciente usa medicação, tornando o tratamento ainda mais eficaz.

Muitas vezes, a ressecção de seções patológicas das veias que não passam sangue para o pênis é realizada.

Revascularização genital

Este procedimento é uma operação microcirúrgica. Tem várias opções para segurar, como a anterior. Tudo depende do estado da saúde humana e de suas características individuais.

Endofalloprosthetics

Este é o método mais eficaz dos três acima. Graças a ele, a disfunção erétil é tratada em 92% dos casos. Um implante ou prótese é implantado no pênis.

Este procedimento retorna elasticidade ao pênis.

Existem dois tipos de próteses: infláveis ​​e plásticas. Todos eles são bastante simples de usar.

Só estabelecem-se se o homem não tiver doenças contagiosas do sistema reprodutivo.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Causas da impotência

Existem muitas causas de impotência que podem levar à cirurgia, entre elas as seguintes:

  • Problemas com o sistema cardiovascular
  • Disfunção endócrina.
  • Interrupções hormonais.
  • Diabetes mellitus.
  • Espasmo da medula espinhal e coluna vertebral.
  • Neurologia
  • Инфоркт.
  • Excesso de peso.
  • Traumatismos do pênis.
  • Patologia no desenvolvimento do pênis.
  • Injeções freqüentes nos genitais.
  • Prostatite, que se tornou crônica.
  • Infecção no sistema geniturinário.
  • Doenças sexualmente transmissíveis.

A impotência precisa e pode ser tratada. Há muitas maneiras de se livrar dessa doença. Todos os tipos de pílulas e injeções, cuja aquisição atualmente não é um problema. Em casos extremos, o médico passará por uma cirurgia e a função do pênis será restaurada novamente.

Fonte: https://shopstoyal.ru/faq/hirurgicheskoe-lechenie-impotencii-ili-intrakavernoznye-inekcii.html

Injeção do pénis: Como obter uma injeção no pênis para uma ereção?

Comprimidos e tinturas ajudam a aumentar perfeitamente uma ereção. Mas com a gênese orgânica da impotência, esses medicamentos não são muito eficazes. Os médicos são da opinião de que, com etiologia vascular ou neurogênica da disfunção erétil, é mais aconselhável usar uma picada no pênis para uma ereção.

As drogas são introduzidas nos corpos cavernosos do pênis. Vale ressaltar que o uso de drogas injetáveis ​​apresenta várias contraindicações, incluindo deformidades anatômicas do pênis e lesões infecciosas do aparelho geniturinário.

Os melhores medicamentos para administração intracavernosa são o Alprostadil e o Cloridrato de Papaverina. Ao tratar ED de gênese endócrina, medicamentos baseados em testosterona são permitidos, mas eles devem ser administrados por via intramuscular.

Quando usar uma injeção no pênis para a potência?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A ereção é um processo hemodinâmico que está associado ao relaxamento da estrutura muscular lisa do pênis, ao acúmulo de GMPc nos corpos cavernosos e à liberação de óxido nítrico.

Muitas drogas afetam essa reação em particular. Por exemplo, o Viagra inibe a enzima PDE-5, que inibe o acúmulo de cGMP. Assim, a droga aumenta o efeito relaxante do óxido nítrico.

Mas se a impotência é de origem vascular, usar drogas do grupo de inibidores de PDE-5 é completamente ineficaz. Neste caso, o paciente recebe injeções para força masculina.

Convencionalmente, podemos distinguir tais indicações para o uso de drogas injetáveis:

  1. Disfunção erétil causada por diabetes tipo 1 ou tipo 2.
  2. Falhas no sistema endócrino.
  3. Lesões ateroscleróticas das artérias do órgão genital.
  4. Patologias vasculares em que a circulação sanguínea na pelve é perturbada.

Para injeções intracavernosas, os médicos recomendam o uso de seringas com agulhas Luer de 0,45×15 mm.

Papaverina para aumentar a potência

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A papaverina é amplamente utilizada no tratamento da disfunção erétil de origem orgânica. Uma vantagem significativa da droga é o fato de ser barata. Em média, o preço de 10 ampolas (2% 2 ml) será 120-200 rublos.

Como o medicamento funciona? Em geral, a papaverina é um antiespasmódico e, na medicina, é usada para remover a dor, a cólica renal, o broncoespasmo e a angina pectoris. Além disso, o medicamento é usado no tratamento da crise hipertensiva.

Por que injeções no pênis para uma ereção usando papaverina? O fato é que a droga tem um efeito antiespasmódico pronunciado.

Ou seja, o agente com administração intracavernosa relaxa a estrutura do músculo liso. E, como você sabe, para o início de uma ereção, é necessário relaxar os músculos lisos dos corpos cavernosos do falo.

De fato, o medicamento pode aumentar o fluxo sanguíneo para a região inguinal.

Como fazer uma injeção? O princípio do procedimento é o seguinte:

  1. Trate o local da injeção com um anti-séptico.
  2. Misture 20-25 mg da droga com 10-20 ml de solução de NaCl (0,9%).
  3. Em seguida, você precisa digitar a solução resultante na seringa.
  4. Depois disso, insira a medicação na base do pênis (a injeção é realizada em um ângulo de 90 graus).

O procedimento deve ser feito antes do sexo. Normalmente, uma ereção ocorre dentro de 5-15 minutos após a injeção. Vale a pena considerar que Papaverine tem um número de contra-indicações para uso:

  • Hipersensibilidade aos componentes da droga.
  • Insuficiência hepática.
  • Rupturas na condução intracardíaca, incluindo bloqueio AV.
  • Recentemente sofreu lesões cerebrais traumáticas.
  • Estados de choque.
  • Hiperplasia (benigna) da próstata.
  • Hipotireoidismo.
  • Insuficiência adrenal ou renal.
  • Taquicardia
  • Deformação anatômica do pênis.

Esta injeção para aumentar a potência em homens pode causar efeitos colaterais. Os problemas mais comuns são dor e queimação no local da injeção, hematomas, inchaço do pênis. A papaverina também pode causar distúrbios no funcionamento dos sistemas cardiovascular e digestivo. O desenvolvimento de eosinofilia e reações alérgicas não é descartado.

Alprostadil: instruções de uso

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Se considerarmos as injeções mais eficazes para aumentar a potência, então você não pode ignorar o Alprostadil. Esta droga é amplamente utilizada, mesmo no diagnóstico de impotência. A ferramenta não pode ser chamada de barata. Em média, o preço será de 500-650 rublos por 1 ampola (liofilizado para uma solução de 10 μg + solvente).

Активный компонент препарата (алпростадил) является синтетическим аналогом простагландина Е1. Вещество обладает выраженным антиагрегационным и сосудорасширяющим действием. Оно улучшает микроциркуляцию, оказывает вазопротекторное действие, повышает периферический кровоток.

Еще Алпростадил вызывает снижение агрегации тромбоцитов, стабилизирует активность нейтрофилов, повышает эластичность сосудов и фибринолитическую активность крови. При введении средства в кавернозные тела полового члена, происходит постепенное расширение гладкомышечной структуры, в результате чего усиливается кровоснабжение пениса и стабилизируется эрекция.

Вводить медикамент нужно в кавернозные тела полового члена. Настоятельно рекомендуется постоянно менять место укола во избежание развития гематом. Суточная доза препарата – 1,25-5 мкг. Максимально допустимая дозировка – 10 мкг. Делать инъекцию нужно за 15-20 минут до полового контакта.

Противопоказания к применению Алпростадила:

  1. Пожилой возраст (старше 75 лет).
  2. Несовершеннолетний возраст.
  3. Наличие генетической предрасположенности к длительной неконтролируемой эрекции (приапизм).
  4. Повышенная чувствительность к лекарству.
  5. Венозный тромбоз.
  6. Инфекционные болезни, в том числе баланит и уретрит.
  7. Повышенная вязкость крови.
  8. Полицитемия.
  9. Тромбоцитопения.

Entre os efeitos colaterais do medicamento, destacam-se reações locais (coceira, queimação, hematomas, irritação, ereção dolorosa, formação de nódulos fibrosos, balanite, edema do pênis). Reações alérgicas e sistêmicas também podem ocorrer (dor no escroto e esterno, saltos na pressão sanguínea, inchaço das pernas, dores de cabeça, circulação periférica prejudicada).

Alprostadil é estritamente proibido usar em conjunto com outras medicações para manter a potência, incluindo inibidores da PDE-5.

Injeção de testosterona

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Se a impotência é uma consequência da deficiência de andrógeno, usar uma injeção no pênis para uma ereção é impraticável. Neste caso, os médicos prescrevem terapia de reposição hormonal ao homem. A TRH é realizada por vários meses e, em casos especiais, ao longo da vida.

Por que a terapia de reposição hormonal é necessária? O fato é que ajuda a restaurar os níveis hormonais normais. Produtos à base de testosterona ajudam a melhorar a potência, aumentar a libido, fortalecer o tecido músculo-esquelético e estabilizar a função testicular.

É possível picar qualquer medicina exclusivamente intramuscularmente (em nádegas). Injeções intracavernosas de testosterona são estritamente proibidas.

Para restaurar o fundo hormonal e aumentar o tempo de ereção contribuir para:

  • Propionato de testosterona. A dose diária é de 10-15 mg. Às vezes, o regime de tratamento muda – 25 a 30 mg são administrados 3 vezes por semana.
  • Nebido Dosagem – 1 grama a cada 3-4 meses.
  • Uma mistura de ésteres de testosterona (nome comercial Omnadren). Dosagem – 1 ml uma vez a cada 1-3 semanas.

Os medicamentos acima são dispensados ​​exclusivamente por prescrição de um médico. É estritamente proibido o uso desnecessário de medicamentos hormonais, pois o uso descontrolado da testosterona inibe a produção de seus próprios hormônios sexuais.

Medicamentos baseados em andrógenos masculinos não podem ser usados ​​na presença de câncer de próstata, insuficiência cardíaca, hepática ou renal. Também contra-indicações são ginecomastia, astenia, uma idade menor, um tumor maligno da mama em homens.Veja também:   Bruxismo: as causas do rangido com dentes, tratamento da doença em adultos e crianças

Fonte: http://opotencii.ru/andrologiya/ukoly-v-chlen.html

Injeções para aumentar a potência e aumentar a ereção em homens: injeções prescritas

O problema com a libido nos homens é bastante comum entre os adultos. A violação da potência masculina é perturbadora em cerca de dois em dois casos quando se visita um andrologista. Muitas vezes, um distúrbio da libido pode ser a causa do corno. Corno é o conceito francês de trair uma esposa para o marido. Um grande número de drogas foi desenvolvido para aumentar a libido.

Recentemente, injeções para ereção são amplamente utilizadas, o que também pode aumentar a potência. Em qualquer caso, ao usar esses medicamentos, é necessário consultar um andrologista, pois somente um médico pode determinar corretamente qual injeção deve ser realizada, o local da injeção e a dosagem correta, bem como a compatibilidade com doenças crônicas.

Então, como influenciar corretamente a potência?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Quais são os pontos positivos?

После проведения курсового лечения от импотенции с помощью уколов специалисты достигают выраженного эффекта. Больше половины пациентов отмечают усиление либидо, нарастание продолжительности потенции.

  1. Инъекция увеличивает выработку основного вещества, вызывающего эрекцию, – оксида азота.
  2. Уколы способствуют заполнению структур полового члена кровью и плазмой, что приводит к увеличению возбуждения.
  3. Кроме того, уколы блокируют отток крови от пениса, что увеличивает продолжительность эрекции.
  4. Инъекции способствуют расслаблению стенок пениса для поступления большего объема крови, что также увеличивает степень и продолжительность эрекции.

Уколы от импотенции могут быть назначены только в зависимости от причины нарушения потенции, так как неправильное назначение инъекций может только усугубить ситуацию.

При этом сначала проводится лечение основной причины нарушения потенции и только после этого, если восстановления не произошло, врач может рекомендовать уколы для повышения потенции.

Куда вводить?

Многие инъекции для увеличения члена и потенции у мужчины делаются внутримышечно, подкожно и интракавернозно. Если с внутримышечными и подкожными инъекциями все относительно ясно, то с уколами интракавернозно возникает много вопросов.

Кавернозные тела полового члена, или пещеристые, являются структурными элементами полового члена. Они расположены внутри полового органа и отвечают за возникновение возбуждения, увеличение пениса и затвердевание во время возбуждения, именно они должны поднимать половой член.

Muitos medicamentos para aumentar a potência nos homens são injetados diretamente nos corpos cavernosos do pênis. Isso garante que uma ereção ocorre quase que imediatamente, dependendo da droga, causando o fluxo sanguíneo para o pênis.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Este método é usado quando os tablets não ajudam mais.

Neste caso, a injeção do medicamento da impotência diretamente no pênis contribui para a ocorrência de excitação e aumento do pênis, independentemente do grau de atratividade do parceiro e das condições ambientais. Ao mesmo tempo, alguns medicamentos permitem que você salve um pênis levantado por um longo tempo.

Geralmente este tipo de injeção é indicado para homens com disfunção erétil e quando pílulas para aumentar a potência não ajudam. O efeito positivo das injeções é alcançado nos homens que sofrem de diabetes, ou que têm lesões no cérebro e na medula espinhal.

No entanto, se houver doenças inflamatórias do pênis ou anomalias congênitas do pênis, injeções ou injeções não funcionarão.

Quais são os meios?

Vamos considerá-los em mais detalhes.

Injeções de drogas hormonais. O principal hormônio masculino é a testosterona. Sua injeção subcutânea pode aumentar a libido.

Muitas vezes a introdução de testosterona é realizada para homens que têm sinais de uma grande influência de hormônios sexuais femininos devido a qualquer razão, a chamada feminização.

A testosterona ajuda a normalizar o equilíbrio entre os hormônios sexuais masculinos e femininos.

Injeções têm diferentes durações de ação. No entanto, cursos longos de injeção podem contribuir para o desenvolvimento de vários efeitos colaterais.

  1. O desenvolvimento do câncer de próstata.
  2. O aparecimento de acne no rosto.
  3. Mudança de humor, mudanças constantes de humor.
  4. Uma diminuição na taxa de formação de espermatozóides e sua possibilidade de fertilização.
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

O uso a longo prazo de tais drogas pode levar ao câncer de próstata.

O desenvolvimento da excitação em um homem contribui para a liberação de óxido nítrico no sangue. Esta substância é formada usando uma enzima. Um desenvolvimento relativamente recente é a síntese de um ativador de uma enzima que forma óxido nítrico. Quanto mais é, mais pronunciada é a ereção.

Tal droga é Impaza, que, quando injetada, pode aumentar a atividade das gônadas e acelera o enchimento do pênis com sangue quando excitado. Ao mesmo tempo, as paredes do pênis estão relaxadas, o que leva a um aumento em seu volume.

O que é importante quando se usa este medicamento, praticamente não tem efeito sobre a pressão, por isso também pode ser prescrito para pacientes com problemas do sistema cardiovascular, com aumento da pressão, entre outros.

Existem adrenoreceptores alfa no cérebro, cuja ativação leva ao desenvolvimento de uma ereção.

Tal ativador é o cloridrato de ioimbina, que consiste principalmente de componentes vegetais e tem muitos efeitos positivos: prolonga o tempo da relação sexual, enquanto há um aumento na potência e um aumento na ereção. Além disso, contribui para a normalização do humor, que desempenha um papel importante na potência normal nos homens.

Além dos receptores alfa-adrenérgicos, que contribuem para a excitação, existem receptores que constringem os vasos sanguíneos e contraem os músculos. Substâncias que bloqueiam esses receptores ajudam a relaxar as paredes do pênis e aumentam seu volume quando excitadas. Essas drogas são injetadas diretamente no corpo cavernoso do pênis de um homem. Graças a esses efeitos, ocorre um aumento na potência.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A droga contém substâncias que estimulam os receptores cerebrais.

  • Análogos de prostaglandina E.

As prostaglandinas são substâncias que se formam na próstata. A variante de injeção de prostaglandinas tem múltiplos efeitos fisiológicos. Como substâncias introduzidas diretamente no pênis e aumento da libido, elas levam ao relaxamento das células musculares lisas, o que contribui para um maior preenchimento do Touro cavernoso do pênis, o que aumenta a ereção.

Assim, as injeções devido a que há um aumento na potência e um aumento na ereção nos homens são enormes. No entanto, ao usar qualquer um deles, você deve primeiro consultar o seu médico.

Fonte: https://menspot.ru/potentia/ukoly-dlya-povysheniya-potencii-i-uvelicheniya-erekcii

Injeções de impotência: dicas e truques para aplicar

Todos os bosques de homens enfrentam problemas de potência. Distúrbios podem ocorrer em meio a uma variedade de problemas. A disfunção erétil desenvolve-se independentemente do status social e da idade do jovem. Hoje, a impotência é frequentemente diagnosticada em pessoas com menos de 25 anos.

A partir disso, fica claro que essa doença foi significativamente “rejuvenescida”. É muito importante reconhecer oportunamente o problema e consultar um médico. Entre os métodos modernos de tratamento da impotência, as injeções especiais são muito populares. Sua ação é semelhante à ação de drogas como Cialis e Viagra.

Causas da impotência

Pode haver muitas razões para o desenvolvimento da impotência. Mas todos eles são divididos em dois grupos: psicológico e orgânico. O primeiro, por via de regra, não exige a intervenção médica séria. Muito comum em jovens de 20 a 30 anos.

É nesse período da vida que os homens buscam obter um certo estatuto na sociedade, no trabalho. O trabalho exaustivo deixa pouco tempo para descansar. Na ausência de um sono de oito horas, o cérebro não recebe o relaxamento adequado. Todo o organismo começa a sofrer.

Em tais condições, a impotência se desenvolve.

Portanto, é muito importante estabelecer um regime de trabalho e descanso. Quando esta condição se encontra, a potência, por via de regra, ajusta-se independentemente. Aplique algumas drogas sérias, injeções não são necessárias. Muitas vezes leva à impotência psicológica, uma síndrome de falsas expectativas.

Muito frequentemente observado em jovens cuja primeira experiência sexual não foi bem sucedida. Esses homens têm exigências muito altas para si mesmos. E no momento mais crucial, eles estão muito preocupados com a condição deles, que faz uma brincadeira cruel com eles. Neste caso, é importante reduzir ligeiramente o nível de expectativas, deixar as coisas por si mesmas.

Esta é a única maneira de remover a barreira psicológica e restaurar a potência.

Outras causas psicológicas da impotência incluem o seguinte:

  • Estresse frequente;
  • Excesso de trabalho;
  • Estresse físico e mental excessivo;
  • Conflitos na família;
  • Auto-dúvida;
  • Insatisfação com a alma gêmea;
  • Insônia;
  • Mal-estar geral;
  • Depressão
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Razões para ED

Causas orgânicas da impotência incluem uma causa raiz. Assim, a disfunção erétil sempre ocorre no contexto de outra doença dos sistemas ou órgãos do corpo.

A causa mais comum desse tipo de impotência é a obstrução vascular. O fato é que uma ereção é alcançada devido ao rápido fluxo de sangue através das artérias para os corpos cavernosos do pênis.

O fluxo deste sangue pelas veias é bloqueado. É assim que ocorre a excitação total.

Se algum dos mecanismos for quebrado, ocorre a impotência. E as violações surgem em consequência do bloqueio de vasos sanguíneos, o seu esvaziamento, obstrução. Neste caso, injeções especiais para impotência são muito úteis.

Tais injeções permitem derreter os músculos lisos, expandir os vasos sanguíneos.

Outros fatores que afetam o desenvolvimento da impotência orgânica incluem: doenças cardíacas, diabetes mellitus, insuficiência hormonal, desregulação endócrina, disfunção tireoidiana, lesões pélvicas, anomalia no desenvolvimento dos órgãos genitais.

Quais são as injeções para impotência?

Injeções generalizadas de impotência. Injeções intracavernosas são injetadas diretamente no corpo cavernoso do pênis ou da uretra. Tais injeções podem ser realizadas pelo médico e pelo paciente por conta própria.

Mas, a primeira injeção deve ser realizada exclusivamente sob a supervisão de um especialista. Uma injeção é introduzida com uma agulha fina. A ferramenta é distribuída por todo o corpo, que preenche os corpos cavernosos do pênis. Uma ereção ocorre muito rapidamente, em questão de minutos.

A excitação dura, por via de regra, dentro de uma hora. Após o processo de ejaculação, a ereção desaparece.

Mas, pode haver alguns desvios, que levarão a sérias conseqüências. É por isso que a supervisão de um médico é necessária. De tais injeções, uma doença como o priapismo pode aparecer.

Nesta condição, uma ereção é observada por um tempo muito longo, até várias horas. O priapismo é sempre acompanhado por uma dor severa.

Você pode se livrar de uma ereção constante apenas com a ajuda de outras injeções ou cirurgicamente.

Os desvios são observados muito raramente. Mas um resultado positivo é observado em 93% dos casos. As drogas mais eficazes são:

  • Papaverina;
  • Alprostadil;
  • Fentolamina
Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Papaverina

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Alprostadil

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Fentolamina

A papaverina é usada para ereções fracas. Essa injeção ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis naturalmente. A introdução de uma agulha de injeção é suficiente para apenas um centímetro.

Isso deve ser feito imediatamente antes da relação sexual. Os médicos recomendam injetar papaverina uma vez para aqueles homens que não tiveram uma vida sexual ativa (de 6 meses a vários anos). Tal injeção irá iniciar o corpo.

No futuro, por via de regra, os problemas com uma ereção não devem surgir.

Proibido o uso a longo prazo de tais drogas. Devido a injeções frequentes, hematomas, fibromas e dores no pênis podem aparecer em um estado calmo e durante uma ereção.

Alguns distúrbios do fígado são raramente observados. Injeções de papaverina são frequentemente recomendadas para jovens cuja impotência surgiu em um nível psicológico.

Então, certificando-se de sua utilidade, a barreira psicológica é removida nos homens.

Injeções de alprostadil ajudam a relaxar os músculos lisos do pence. Devido a isso, os vasos se expandem, o que aumenta o fluxo de sangue. Da mesma forma, tais pílulas de impotência populares como Cialis e Viagra atuam. Os impulsos transmitidos ao cérebro são amplificados, uma ereção ocorre muito rapidamente.

Para escolher a dose mais correta de cada homem individualmente, vale a pena executar várias injeções. Um aumento gradual da dose é realizado apenas sob a supervisão de um médico. Através de tal experimento, uma dosagem individual é estabelecida. Depois disso, você pode fazer injeções sozinho.

Existe uma pequena lista de contra-indicações que não permitem o uso de tais injeções:

  • Leucemia, anemia;
  • Ataque cardíaco (nos últimos 3 meses);
  • Doença cardíaca coronariana
  • Reações alérgicas;
  • Doenças pulmonares
  • AIDS;
  • Vício;
  • Intoxicação por álcool.

Poucas outras injeções são prescritas em caso de desenvolvimento de impotência no contexto de falha hormonal. Por via de regra, a falta do hormônio masculino testosterona leva à necessidade da terapia de esteróide na forma de injeções. O efeito dos andrógenos é destinado ao desenvolvimento e restauração de habilidades sexuais. Depois de tal terapia hormonal, a impotência desaparece.

Fonte: https://cavalero.ru/impotenciya/ukoly-ot-impotencii.html

Injeções para aumentar a potência em homens – drogas populares para injeção

Injeções eficazes para a potência dos homens são uma salvação para aqueles que tentaram muitas maneiras e garantiram a ineficácia dos fundos. Hoje, as injeções são consideradas a melhor maneira de lidar com a impotência. Agindo localmente, a droga dá uma ereção instantânea e proporciona um resultado duradouro. A escolha do medicamento depende da causa da disfunção erétil.

Injeções populares

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

Viagra, Levitra, outros genéricos são temporários e nem sempre ajudam na resolução de um problema grave. A injeção para aumentar a potência é injetada diretamente no tronco e age rapidamente, o que se compara favoravelmente com outras drogas. Composições mais apontadas:

  1. Papaverina Uma injeção dilata os vasos sanguíneos, fornecendo fluxo sanguíneo. O medicamento é usado como tratamento para algumas formas de impotência. Existem efeitos colaterais: taquicardia, aumento da pressão arterial.
  2. Testosterona A composição hormonal garante uma rápida restauração das funções, aumentando os níveis de testosterona. Uma injeção ajuda a aumentar a libido, restaura a força sexual e prolonga a relação sexual.
  3. Alprostadil. A dose do medicamento é a introdução do análogo da prostoglandina E, responsável pela potência masculina. Tem um efeito positivo no tônus ​​vascular, reduz os níveis de cálcio e causa relaxamento do tônus ​​muscular e uma corrida de sangue. O medicamento pode ser colocado por via intravenosa no canal urinário. Você deve prestar atenção aos efeitos colaterais: dor, ardor, vermelhidão da pele. A vitamina E, que faz parte da composição, permite combinar a droga com outros genéricos.
  4. Fentolamina É utilizado como concomitante, por exemplo, em combinação com o Alprostadil. A injeção causa um aumento na ereção, aumenta a duração da relação sexual. Os efeitos colaterais incluem tontura, congestão nasal, perda auditiva.
  5. O ácido hialurônico é parte do gel introduzido na glande do pênis. Tais injeções para homens devem ser realizadas sob anestesia local. Resultado: aumento da elasticidade e tamanho do pênis. O efeito é longo, contra-indicações individuais.

Importante! Quaisquer injeções para aumentar a potência em homens só podem ser selecionadas por um especialista. É estritamente proibido iniciar a automedicação sem identificar a causa da diminuição da força sexual.

A eficácia comprovada das drogas melhora a funcionalidade do órgão, mas há muitas contraindicações e efeitos colaterais que podem nivelar todos os esforços do paciente.

Como escolher um medicamento para injeção?

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A consulta preliminar de um médico ajudará a determinar o tipo de composição, informará o regime de dosagem e ensinará a formulação correta das injeções. Categoricamente não exceda a dose recomendada. Por exemplo, se você colocar muita testosterona, o nível aumentará extremamente, o que levará ao desenvolvimento de patologias. Hoje, a recuperação da potência de injeção é possível com diferentes tipos de drogas:

  1. Ação acelerada. Introduzido a cada 2 dias, o efeito é instantâneo.
  2. Ação média. Eles precisam ser definidos não mais do que 3 vezes por semana. Duração da ação é de 2-4 dias. Exemplo: Sustanol, Omnadren.
  3. Longa duração. Tais injeções para a potência dão-se não mais do que 3-4 vezes por mês. Os componentes dos compostos não são removidos do sangue por um longo tempo, continuando a agir por semanas. Exemplo: Nebido

Escrevendo a droga, o especialista não só prescreve a dosagem, mas também mostra como administrar o medicamento. Após o procedimento, o paciente poderá administrar o medicamento por conta própria, imediatamente antes da proximidade ou de acordo com o esquema indicado pelo médico.

Contra-indicações e complicações

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

O problema da impotência requer um exame completo do paciente. O médico primeiro fará um diagnóstico, recomendará a terapia e somente então aconselhará uma ferramenta que proporcione um aumento da função erétil. As injeções são uma opção para aqueles a quem outros métodos não são adequados. Contra-indicações para injeções:

  • Doenças dos vasos sanguíneos, coração;
  • Reações alérgicas;
  • Intolerância individual;
  • Nervosismo;
  • Drogas, alcoolismo;
  • Ataques de pânico;
  • Anomalias genitais (congênitas ou adquiridas);
  • Doença de Peyronie;
  • Patologia de corpos cavernosos.

E, claro, não se deve colocar injeções no pênis de forma independente, se suas mãos estão tremendo, você pode prejudicar gravemente o seu próprio corpo.

Medicamentos têm alguns efeitos colaterais:

  1. Diminuição do indicador quantitativo de espermatozóides móveis;
  2. Diminuição da qualidade do espermatozóide;
  3. Desequilíbrio hormonal;
  4. Hematomas em locais de injeção;
  5. Inchaço dos tecidos do corpo;
  6. Dor
  7. Hipotensão;
  8. Instabilidade emocional.

Cada injeção tem suas próprias indicações e contra-indicações, que devem ser lidas com antecedência. Complicações após as injeções requerem atenção médica imediata e tratamento sintomático.

Características do procedimento de injeção

O procedimento requer conformidade com a técnica. Em particular:

  1. Esterilidade total, caso contrário, uma infecção será introduzida através da punção, o que levará a doenças;
  2. Para não obter hematomas, as perfurações são feitas em diferentes partes do corpo;
  3. Você não pode penetrar nas veias localizadas sob a pele de um órgão;
  4. Durante a terapia, a ingestão de álcool deve ser limitada;
  5. O tabaco reduz a eficácia dos medicamentos;
  6. Use somente seringas descartáveis, mesmo se uma injeção for dada a um paciente;
  7. Não exceda a dose recomendada;
  8. A frequência de injeções – 1 vez por dia, não mais.

Injeções de potência são classificadas como medicamentos prescritos, mas a farmácia pode se oferecer para comprar o medicamento sem receita médica.

Portanto, cuidado na escolha de um remédio e familiarização obrigatória com a técnica de injeções, as características da introdução e contra-indicações não vão doer.

O método de restaurar a função erétil é eficaz, mas raramente usado. Razões: dor no local da injeção e uma ampla gama de genéricos de vários tipos de ação.

Disfunção erétil: tratamento

Terapêutica de pressão negativa local (terapia LOD)   990 esfregar
Injeção intracavernosa (sem o custo do medicamento)1 430 esfregar.

A disfunção erétil refere-se a uma variedade de problemas com uma ereção nos homens, que afetam periodicamente a implementação da relação sexual.

Na maioria dos casos, esses problemas estão associados à dureza e volume do pênis de um homem, que são insuficientes para o contato sexual total.

Hoje, cerca de 110 milhões de homens têm uma variedade de problemas de ereção. Na maioria das vezes, esta doença afeta homens mais velhos, mas recentemente, a disfunção erétil tornou-se comum entre homens de outras idades.

A principal razão para a ocorrência de disfunção erétil entre homens jovens, os especialistas chamam um estilo de vida inativo e a presença de uma série de maus hábitos.

Outro fator negativo que afeta a potência dos homens é a situação ambiental desfavorável, que é observada em muitas grandes cidades.

Especialistas distinguem duas formas principais de disfunção erétil – psicológica (psicogênica) e física (médica). As causas psicológicas de problemas com uma ereção são geralmente atribuídas a:

  • estresse
  • Depressão
  • mudança de estilo de vida;
  • transtornos mentais.

Uma causa igualmente comum de disfunção erétil são os problemas físicos de um homem causados ​​por essas doenças:

  • diabetes mellitus;
  • aterosclerose;
  • violação da microcirculação sanguínea;
  • hipertensão
  • doenças do sistema nervoso;
  • obesidade
  • falta de testosterona;
  • Doença de Parkinson;
  • alcoolismo (tabagismo);
  • Doença de Peyronie;
  • doença renal e hepática.

Além disso, as consequências médicas da impotência podem ser as consequências negativas das operações realizadas na próstata, na bexiga, bem como na coluna, nos intestinos e na pélvis.

Sintomas da doença

Os sintomas da disfunção erétil instantaneamente se tornam perceptíveis para qualquer homem. Na maioria dos casos, isso será expresso em um baixo nível de libido, bem como a ocorrência de problemas com ereção ou ejaculação. O aparecimento de um dos problemas acima pode levar a um distúrbio de todas as funções sexuais.

Diagnóstico da doença

As causas de problemas com a potência só podem ser determinadas usando diagnósticos, que devem diferenciar entre disfunção erétil psicológica e física. Como regra geral, o processo de diagnóstico inclui:

  • análise de espermatozóides e raspagem da uretra;
  • análise geral de urina;
  • Ultrassonografia do pênis e dos órgãos pélvicos;
  • exame retal da próstata;
  • teste do reflexo bulbocavernoso;
  • biothesiometry penile.

Além disso, para o tratamento eficaz da disfunção erétil, é muito importante realizar um estudo de laboratório, durante o qual o paciente deve passar por um exame de sangue bioquímico, bem como passar em um teste de glicose. Uma parte importante do diagnóstico laboratorial é o estudo dos hormônios sexuais, que inclui a análise da testosterona livre e total.

Em conjunto com outros métodos de diagnóstico, os testes farmacológicos devem ser usados ​​para ajudar a avaliar a resposta do paciente ao uso de certas drogas. Nossa clínica também usa um método de pesquisa como a falometria. Usando esta técnica de diagnóstico, o médico será capaz de distinguir entre as causas psicológicas e físicas da disfunção erétil.

Tratamento com métodos modernos

Hoje, o tratamento médico, fisioterapêutico e cirúrgico pode ser considerado um método moderno.

O principal tratamento medicamentoso é considerado como sendo preparações de comprimidos contendo substâncias como o sildenafil, o vardenafil e o tadalafil.

O tratamento cirúrgico é utilizado se necessário para restaurar o fluxo sanguíneo, bem como a introdução de implantes no pênis.

Terapia medicamentosa

Um dos métodos mais populares e difundidos de tratamento de problemas com a potência é o uso de medicamentos contendo sildenafil, vardenafil ou tadalafil.

Tais medicamentos estão geralmente disponíveis em três dosagens diferentes – 25, 50 e 100 mg.

Sob a influência do sildenafil, que é parte da maioria dessas drogas, os músculos que bloqueiam o suprimento de sangue para o órgão genital masculino relaxam e o fluxo sanguíneo aumenta, o que leva a uma ereção.

Além disso, a medicação inclui supositórios com alprostadil, administração endouretral de drogas vasoativas e terapia de reposição de testosterona.

Tratamento fisioterapêutico

Os métodos fisioterapêuticos incluem estimulação elétrica, magnetoterapia, terapia LOD, terapia por ondas de choque (terapia por ondas de choque), reflexologia, VLOK e ozonioterapia.

Estimulação elétrica

Uma das formas mais populares de tratar a disfunção erétil é a estimulação elétrica. Este método é o efeito de impulsos elétricos nos corpos cavernosos. A estimulação elétrica é realizada pela aplicação de eletrodos em ambos os lados do órgão genital masculino na área da raiz. Este método restaura o fluxo sanguíneo nos vasos do pênis e estimula a produção de testosterona.

Magnetoterapia

Devido às suas propriedades, a magnetoterapia tem um efeito positivo sobre o tônus ​​muscular dos vasos sanguíneos, capilares e artérias, devido ao qual elas se expandem, o que, por sua vez, afeta favoravelmente a circulação sanguínea nos genitais.

Terapia LOD

A terapia de pressão negativa local é baseada na propriedade do pênis para ser preenchido com sangue sob baixa pressão atmosférica. Essa terapia ajuda a melhorar a elasticidade do pênis e aumenta a atividade hormonal. Ao mesmo tempo, os receptores nervosos localizados no final do pênis ativam o processo de ereção e ejaculação.

УВТ

A terapia por ondas de choque leva o tratamento da disfunção erétil a um nível qualitativamente diferente, uma vez que o efeito da terapia por ondas de choque não só tem um efeito curativo e restaurador, mas também pode contribuir para a regeneração de tecidos danificados.

Reflexologia

Este método consiste em influenciar certos pontos do pênis. Como resultado da irritação dos receptores localizados no final do órgão, a função sexual é restaurada, que consiste na normalização da ereção.

Vlok

O processo de irradiação intravenosa do sangue consiste no fato de que através de uma fibra de uso único, são fornecidos feixes de laser que contribuem para a restauração de uma ereção.

Ozonoterapia

O método de ozonioterapia aumenta a oxigenação e o suprimento de sangue, o que leva a uma diminuição da disfunção sexual. No entanto, para atingir 100% do resultado, este método de tratamento deve ser usado dentro de três meses.

As consequências e complicações da doença, se não tratadas

As conseqüências da disfunção erétil em homens podem ser alterações inflamatórias ou estagnadas no trato urogenital e desequilíbrio hormonal.

Além disso, a vida sexual irregular de um homem com problemas de ereção levará ao desenvolvimento de microrganismos e bactérias na próstata.

As conseqüências psicológicas deste problema são a falta de excitação sexual, depressão, bem como sentimentos de culpa ou hostilidade ao parceiro.

“Ordem gordinha”

O que é farmacoterapia intracavernosa (CIF) da disfunção erétil (DE)?

ICF ou “ereção personalizada” é um método de tratamento da disfunção erétil, que consiste em injetar um vasodilatador no corpo cavernoso do pênis, aumentando significativamente o fluxo sanguíneo para o pênis e causando uma ereção completa.

A principal coisa neste método de tratamento é que ele permite que um homem que sofre de disfunção erétil tenha uma ereção completa no momento certo e torne possível ajustar sua duração. Neste caso, uma ereção ocorre independentemente do grau de atratividade sexual do parceiro sexual.

Este ICF compara favoravelmente com outros tratamentos de drogas para ED existentes hoje.

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

A quem é indicado o ICF e a quem é contra-indicado?

O ICF é recomendado para homens com disfunção erétil ou impotência masculina. Em particular, é indicado quando tomar comprimidos para o tratamento de ED não dá o efeito desejado.

ICF é usado com sucesso se ED foi causada por diabetes mellitus, doenças e lesões do cérebro e da medula espinhal, os estágios iniciais de doenças dos vasos do pênis e corpos cavernosos.

A CIF não é recomendada para pacientes submetidos à cavernite (inflamação dos corpos cavernosos) ou com fibrose cavernosa, sofrendo da doença de Peyronie e algumas malformações congênitas do pênis. Em qualquer caso, para determinar as indicações e contra-indicações da CIF, é necessário um exame por um urologista ou um andrologista.

Quais drogas são usadas para a CIF?

A CIF é realizada com drogas vasodilatadoras, aumentando significativamente o fluxo de sangue para o local onde são injetadas. Anteriormente, a papaverina era usada para a CIF. No entanto, nos últimos anos, o alprostadil ou prostaglandina E1 é considerado o mais eficaz e seguro.

Um dos melhores remédios para alprostadil disponíveis em nosso país é o CoverGect (produzido pela empresa sueco-americana Pharmacy). O coverjack tem se mostrado eficaz e seguro em numerosos ensaios clínicos internacionais. A Andros Clinic participou de ensaios clínicos pan-europeus de pacientes com diabetes mellitus.

Atualmente, misturas de prostaglandina E1, papaverina e fentolamina (bimix, trimix) também são usadas para a CIF.

Quão eficaz é o ICF? Existe um tratamento para a CIF que possa curar a disfunção erétil?

ICF droga Kaverdzhekt eficaz em 72 – 80% dos casos. Mais de 60% dos pacientes que usam o CoverGect e a maioria de seus parceiros sexuais estão completamente satisfeitos com a qualidade da ereção causada pelo Covergect.

Ao contrário das promessas feitas por alguns “especialistas” de que “10 injeções pouparão 98% da impotência”, o ICF não cura completamente a disfunção erétil. As injeções devem ser feitas antes de cada relação sexual.

As únicas exceções são pacientes com DE psicogênica, para quem uma injeção milagrosa ajuda a superar o medo do fracasso sexual.

Como eu começo a usar o ICF? Quantas vezes uma “ereção pode ser encomendada”?

Para isso, é necessário realizar um minucioso exame médico e, com a ajuda de um especialista, selecionar uma dose individual do medicamento. Então o médico lhe ensinará como se injetar no pênis.

Isto é totalmente completamente indolor. No entanto, se você não pode picar a si mesmo, um auto-injetor automático virá para o resgate.

Uma “ereção por ordem”, com a ajuda de uma injeção de Kaverdzhekt e seus análogos, pode ser convocada até não mais que 3 vezes por semana e não mais que 1 vez por dia.

Existe dependência da CIF e quais são as complicações da CIF?

Preparações para o ICF, incluindo Kaverdzhekt, não causam nenhum vício. Eles, ao contrário, especialmente em jovens com uso regular por mais de um ano, podem causar uma melhora na qualidade de suas próprias ereções.

Aqueles que se injetam com muita freqüência, assim como em pacientes com formas graves de diabetes, podem desenvolver cicatrizes no pênis (fibrose). Alguns pacientes (não mais que 15%) relatam dor no pênis após a injeção.

Em geral, a CIF é segura e não onerosa.

Injeções para o tratamento da disfunção erétil (impotência)

Tratamento de impotência com injeções intracavernosas: injeções para disfunção erétil

O fundador do método de injeção intracavernosa para o tratamento da disfunção erétil (impotência) e ejaculação precoce é o cirurgião vascular R. Virag , que em 1982 começou a usar injeções de papaverina no pênis pela primeira vez.

O método rapidamente encontrou adeptos, e logo outra droga vascular, a fentolamina, foi usada para corrigir uma ereção. Infelizmente, um número significativo de complicações de injeções intracavernosas nesse período: priapismo (manter uma ereção estável por mais de 6 horas), fibrose de corpos cavernosos e outras – forçou a maioria dos médicos a abandonar sua administração e procurar algo novo.

Desde a primeira vez que a terapia intracavernosa dos distúrbios da função sexual foi iniciada, um tempo relativamente longo passou.

Os primeiros medicamentos utilizados para este fim tiveram alguma eficácia, juntamente com um número significativo de efeitos colaterais.

No entanto, à medida que esse ramo do tratamento da disfunção erétil se desenvolveu, drogas mais seguras e muito mais eficazes foram desenvolvidas.

Atualmente, para injeções intracavernosas, são utilizadas prostaglandinas do grupo E-1 (PGE-1). As prostaglandinas foram descobertas pela primeira vez como substâncias sintetizadas pela próstata. Com o nome dessa glândula (próstata, eles conseguiram o nome deles. Mais tarde descobriu-se que as prostaglandinas são produzidas não apenas na próstata.

As prostaglandinas têm um efeito vasodilatador

Quando introduzidas no corpo cavernoso do pênis, elas causam a expansão das células musculares dos corpos cavernosos, o que, por sua vez, leva à expansão dos vasos sanguíneos. Como resultado, o fluxo sanguíneo aumenta e o barulho é uma ereção.

A essência deste método é que o paciente injeta a droga no corpo cavernoso do pênis antes da relação sexual. E o resultado é uma ereção boa e duradoura.

A seleção da dose do medicamento pode ser estritamente individual e prescrita pelo médico assistente. Injeções intracavernosas podem ser usadas no máximo 1 vez por semana.

As desvantagens do método incluem sua inconveniência no uso e um alto risco de desenvolver complicações – priapismo e doença de Peyronie. No entanto, os medicamentos modernos para administração intracavernosa apresentam um risco relativamente baixo de complicações.

As vantagens da terapia intracavernosa são sua alta eficiência (até 98%) em causar uma ereção persistente, distúrbio de potência do curso e ejaculação precoce. Para a ocorrência de uma ereção, é necessária a estimulação erótica, que é uma necessidade quando se toma outras drogas vasodilatadoras.

O conceito moderno de tratamento de pacientes com disfunção erétil sugere a importância principal da terapia conservadora. Há, é claro, exceções a esta Privila – com a comprovada natureza orgânica da impotência, a intervenção cirúrgica e cosmética é necessária em alguns casos.

O aparecimento de preparações de prostaglandinas, que substituíram quase que completamente a popular papaverina, fentolamina, etc., tiveram um papel importante, devido ao baixo nível de frequência dos efeitos colaterais e alta eficiência.

A disfunção erétil de qualquer origem na grande maioria dos casos são indicações para tratamento conservador, cuja base é merecidamente se tornar as preparações da série de prostaglandinas.

Além disso, não se esqueça sobre o possível tratamento da ereção através do uso do curso de vardenafil (Levitra 5 mg).

As várias drogas atualmente disponíveis neste grupo são formas sintéticas de prostaglandina E-1, um prostanoide natural sintetizado a partir de membranas celulares de ácido araquidônico – fosfolipídeo.

Os prostanoides da família E (E-1 e E-2) são um dos produtos de síntese mais comuns nas células musculares lisas das trabéculas penianas e as únicas prostaglandinas que causam seu relaxamento (relaxamento). A ação da PGE-1 é mediada por receptores específicos para a prostaglandina E (receptores EP).

Nos últimos anos, um número significativo de publicações tem aparecido relacionadas à administração intracavernosa de prostaglandina E-1.

Injeções de ereção

Anteriormente, uma doença como a disfunção erétil era bastante rara e ocorria com mais frequência em homens após os quarenta a cinquenta anos. Em nosso mundo moderno, os homens jovens estão cada vez mais familiarizados com o aumento das ereções. As razões para a ausência ou enfraquecimento de uma ereção podem ser muito diferentes.

Os fatores de risco mais comuns para os homens são:

  • doenças do sistema reprodutivo;
  • todos os tipos de doenças infecciosas;
  • estresse constante;
  • fadiga
  • falta de sono;
  • falta de bom descanso;
  • nutrição inadequada (falta de minerais, vitaminas);
  • o uso de bebidas alcoólicas, drogas;
  • fumar
  • lesões do cérebro, coluna vertebral.

Como tratar a disfunção erétil com injeções?

O tratamento desta doença é realizado usando vários métodos. Um deles é injeções, que são feitas no corpo cavernoso do pênis de um homem. Sob sua influência, há um aumento no fluxo sanguíneo para o pênis. Um aumento no fluxo contribui para o fato de que os músculos lisos dos vasos ficam relaxados.

Drogas Populares

O mercado moderno de farmacologia oferece muitos medicamentos para aumentar as ereções na forma de injeções. Os mais populares no século 21 incluem:

  • Fentolamina;
  • Alprostadil;
  • Papaverina

Eles podem ser usados ​​como agentes terapêuticos separados em terapia complexa.

Recursos da Papaverina

Esta injeção para melhorar, aumentar a ereção ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo para o pênis de um homem.

A entrada é devida ao relaxamento das artérias, bem como das trabéculas (ou seja, fibras musculares lisas) do pénis.

Até esse momento, até que o mecanismo de obstrução da veia funcione adequadamente, a quantidade aumentada de sangue começará a provocar diretamente uma ereção normal.

Os pacientes que são indicados para tratamento com injeções intracavernosas devem estar cientes dos efeitos colaterais da droga. Na maioria das vezes, taquicardia sinusal, hipertensão, estado de fraqueza, náuseas e vômitos são observados. Além disso, alguns pacientes também notaram altos níveis de transaminases.

Alprostadil para restaurar a força sexual masculina

Considere o princípio de ação do primeiro medicamento para injeção intracavernosa – Alprostadil. A droga é um análogo da prostaglandina E1, devido ao efeito do qual os músculos lisos são capazes de relaxar.

Como você sabe, quase todos os remédios têm seus próprios efeitos colaterais. Isto também se aplica a esta injeção.

Portanto, todos os homens a quem o médico irá prescrever injeções precisam saber que o tratamento com Allprostadil pode causar apenas efeitos colaterais da exposição local. Isto é, é dor, ardor, hiperemia do pênis.

Fentolamina – injeções para ereção

Se você é prescrito tratamento para a disfunção erétil com este medicamento, você precisa saber qual é o seu princípio de ação, quais os efeitos colaterais após as injeções são possíveis.

Esta ferramenta promove a expansão dos vasos sanguíneos, através da implementação do bloqueio dos receptores adrenérgicos A1 e A2.

Também deve ser notado que a fenftolamina tem um efeito positivo sobre a ereção apenas em combinação com outras drogas. Estes incluem os fundos acima:

Então você precisa saber que o uso dessas injeções não é recomendado para o tratamento da disfunção erétil. Já que não haverá efeito positivo sobre o poder sexual masculino. Durante o tratamento, efeitos colaterais como aumento da pressão arterial, dores de cabeça, tontura, congestão nasal, náuseas e vômitos são possíveis.

Injeções faseadas para aumentar a ereção

As principais indicações para essas injeções são disfunção erétil, bem como prostatite. Se o paciente souber administrar injeções, ele poderá administrar o medicamento por conta própria, em um ambiente familiar e confortável – em casa.

Se não, eles precisam ser feitos por um médico qualificado e experiente. Graças às injeções, os homens serão capazes de melhorar significativamente o fluxo sanguíneo para o pênis, a circulação sanguínea nos órgãos pélvicos e alcançar relações sexuais normais e de alta qualidade.

Então, vamos considerar cada estágio da injeção.

  • Primeiro você precisa fazer a preparação da seringa. Uma nova seringa é retirada, a tampa é removida da agulha. A agulha de agulha recomendada é 27 ou 30. Em seguida, você precisa inserir a seringa no frasco com a medicação prescrita para melhorar a ereção, retirar a quantidade necessária prescrita pelo médico assistente. É importante lembrar que a agulha deve ser estéril, portanto você não pode tocá-la durante esse procedimento.
  • Você também precisa preparar cuidadosamente o pênis para uma injeção. Deve ser tomado nessa mão, o que será conveniente para realizar o procedimento, em seguida, puxado para o lado da coxa para a esquerda ou para o lado direito.
  • Então é necessário desinfetar o sítio da injeção futura. Para este propósito, uma solução de álcool deve ser usada.
  • A próxima etapa do procedimento é a introdução da droga no corpo cavernoso do pênis. Você precisa tomar uma seringa cheia com o medicamento com a mão livre, inseri-lo na área, que fica perto da base do órgão genital masculino (o médico deve informar todos os detalhes do procedimento), então a injeção é feita para aumentar a ereção, força sexual masculina. É importante conhecer e controlar o ângulo da agulha sob a pele. Deve ser noventa graus. Vale lembrar que você precisa ser o mais cuidadoso possível, em nenhum caso tocar os vasos sanguíneos localizados sob a pele do pênis. Uma injeção não deve trazer dor. Se houver desconforto, você deve procurar a ajuda de um médico.

Injeções intracavernosas para melhorar uma ereção: prós e contras

Primeiro, indique a contra-indicação ao uso de todas as drogas acima. É anemia falciforme. Portanto, na presença desta doença, é proibido melhorar uma ereção com a ajuda deles. O médico será obrigado a escolher outros métodos eficazes de terapia. Injeções intracavernosas têm várias vantagens:

  • eles são muito fáceis de usar;
  • poucos efeitos colaterais;
  • a probabilidade de priapismo é muito baixa;
  • alto nível de eficácia no tratamento de várias formas de disfunção erétil.

Ao mesmo tempo, alguns fatores podem causar o desenvolvimento de efeitos colaterais bastante complexos e perigosos para um homem doente.

Por exemplo, eles podem desenvolver devido à intolerância individual a injeções, dor na área em que a injeção foi feita.

Além disso, equimoses, isto é, hemorragias na mucosa ou na pele (podem ser chamadas de contusões nas pessoas) podem levar a conseqüências negativas.

O diâmetro máximo das equimoses é geralmente de três milímetros.

 Deve ser lembrado que se algum problema com uma ereção começar ou estranho, aparecerem sinais suspeitos que podem indicar o desenvolvimento de doenças dos órgãos pélvicos, outras infecções, você deve procurar a ajuda de um médico.

Injeções para melhorar a ereção são um dos métodos conservadores modernos e populares de terapia usados ​​para disfunção erétil. Não se auto-medicar, porque tal método de tratamento pode até levar a conseqüências negativas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here