Opções de tratamento da apnéia do sono

Se a sua apnéia do sono é considerada moderada a grave, ou você tentou estratégias caseiras e experimentou mudanças de estilo de vida sem sucesso, um médico do sono pode ajudá-lo a descobrir um tratamento eficaz. O tratamento para a apneia do sono já teve diversas melhorias nesses últimos tempos, então, mesmo se você já tentou um tratamento da apnéia do sono no passado, agora pode encontrar algo que funcione para você.

Os tratamentos para a apneia central e complexa do sono frequentemente incluem o tratamento de qualquer condição médica subjacente que esteja provocando a apneia, como um distúrbio cardíaco ou neuromuscular, e o uso de oxigênio suplementar e dispositivos respiratórios enquanto você dorme.

As opções de tratamento para a apneia obstrutiva do sono incluem:

  1. CPAP
  2. Outros dispositivos respiratórios
  3. Dispositivos dentários
  4. Implantes
  5. Cirurgia

* Os medicamentos só estão disponíveis para tratar a sonolência associada à apneia do sono, e não a apnéia em sí.

Opção 1: CPAP

 

A pressão contínua de fluxo de ar positivo (CPAP) é um tratamento muito comum para a apneia obstrutiva do sono considerado moderado a grave. O dispositivo CPAP é uma máquina que se parece com uma máscara que tampa o nariz e a boca, proporcionando um fluxo constante de ar que consegue mantér suas passagens respiratórias abertas enquanto você dorme.

Se você desistiu de máquinas de apneia do sono no passado por causa do desconforto que elas causavam, você deve a si mesmo dar a ela uma segunda chance. A tecnologia CPAP está sempre sendo constantemente atualizada e melhorada, e os novos dispositivos CPAP são mais leves, mais silenciosos e também mais confortáveis. Em muitos casos, você experimentará alívio de forma rápida e um enorme impulso em sua energia mental e física.

Dicas de CPAP e solução de problemas

Apneia do sono o que é, tratamento efetivo e prevenção

Pode levar algum tempo para se acostumar a dormir enquanto usa um dispositivo CPAP. É natural ficar um pouco incomodado no começo, mas há coisas que você pode fazer para tornar o ajuste mais fácil.

Verifique se o seu dispositivo CPAP se encaixa corretamente a sua face. Um ajuste correto faz uma grande diferença no seu uso. Programe visitas regulares com seu médico para verificar o ajuste e também avaliar o progresso do seu tratamento.

Se acostume. Comece usando seu dispositivo CPAP por períodos mais curtos. Use a configuração “gradual” para aumentar gradualmente a pressão do ar.

Personalize a máscara, a tubulação e as correias para o ajuste certo. Pergunte ao seu médico sobre algumas almofadas macias para reduzir a irritação da pele, travesseiros nasais para desconforto no nariz e adesivos para manter a boca fechada e reduzir a irritação da garganta.

Muitos dispositivos CPAP agora vêm com um umidificador junto, para diminuir a secura e a irritação da pele. Experimente um hidratante facial especial voltado para quem tem a pele seca.

Experimente um spray nasal salino, ou mesmo um descongestionante nasal para congestionamento nasal.

Mantenha sua máscara, tubulação e recipientes limpos. Para garantir o máximo conforto e benefício, substitua os filtros CPAP e os  umidificadores regularmente, e sempre mantenha a unidade limpa.

Mascare o som da máquina CPAP. Se o som da máquina CPAP o incomodar, coloque-o debaixo da cama para reduzir o ruído e use uma abafador de som para ajudá-lo a dormir.

*********************************************
Propaganda
O stress é uma parte inevitável de nosso moderno estilo de vida. Somos constantemente pressionados pelo tempo, trabalho, estudos e outras preocupações. Tudo isso afeta diretamente a saúde do corpo e da mente.
super cha do sonosuper cha do sono
A medicina natural é a forma mais eficaz e passiva de amenizar e tratar todos os sintomas e problemas decorrentes do stress excessivo sem agredir outras partes do organismo. Para mais, clique aqui.

 

 

*********************************************

Opção 2: Outros dispositivos respiratórios

Além do CPAP, existem alguns outros dispositivos que um especialista em dormir pode te oferecer para o tratamento da apneia do sono:

Os dispositivos de uso único positiva pressão respiratória positiva (EPAP) se encaixam nas narinas para ajudar a manter as vias aéreas abertas e são menores, menos intrusivas que as máquinas CPAP e podem beneficiar pessoas com apnéia obstrutiva do sono leve a moderada.

Os dispositivos Bilevel de pressão positiva da via aérea (BiPAP ou BPAP) também podem ser usados ​​para aqueles que não conseguem se adaptar ao uso de CPAP, ou para pacientes com apnéia do sono central que necessitam de uma assistência para um padrão de respiração fraco. Este dispositivo se ajusta automaticamente a pressão enquanto você está dormindo, trazendo mais pressão quando você inala, e menos quando você expira. Alguns dispositivos BiPAP também induzem uma respiração extra se detectar que não respirou por um número definido de segundos.

Os dispositivos de servo-ventilação adaptável (ASV) podem ser usados ​​para tratar a apneia do sono central, bem como a apneia obstrutiva do sono. O dispositivo ASV armazena informações sobre seu padrão de respiração normal e usa automaticamente a pressão do fluxo de ar para evitar pausas na respiração enquanto você está dormindo.

Opção 3: Dispositivos dentários

A maioria dos dispositivos dentários são acrílicos e conseguem se encaixar dentro da boca, bem como um protetor bucal atlético. Outros modelos se encaixam na cabeça e no queixo para ajustar a posição do seu maxilar inferior. Dois dispositivos orais comuns são o dispositivo de reposicionamento da mandibula e o dispositivo de retenção da língua. Esses dispositivos abrem suas vias aéreas, trazendo o maxilar inferior ou a língua na frente durante o sono.

Os dispositivos dentários só são eficazes para a apneia do sono considerada leve a moderada. Há também uma série de efeitos colaterais preocupantes ao usar este tipo de tratamento, incluindo um pouco de dor, acumulação de saliva, náuseas e danos ou mudança permanente na posição do maxilar, dentes e boca.

É muito importante se consultar com um dentista especializado em apnéia do sono, para monitorar quaisquer problemas e ajustar periodicamente o bocal.

Opção 4: Implantes de apnéia do sono

Um dos tratamentos mais recentes para a apneia do sono envolve a colocação de um sistema de marcapasso que estimula os músculos a manter as vias aéreas sempre abertas para que você possa respirar durante o sono. O novo tratamento foi aprovado pela FDA nos EUA para pessoas com apneia obstrutiva do sono moderada a grave.

Embora a tecnologia seja relativamente nova (e também um pouco cara), estudos sugerem que também pode beneficiar pessoas com apneia central do sono.

*******************************************

Propaganda

O Cromofloral é uma linha inovadora em tratamentos emocionais e mentais, mesclando essências florais com cromoterapia, prática que utiliza as cores na cura de doenças. Contam com 14 formulações que contemplam as principais fases da ida adulta.

reparação do sono

Reparação do sono:

Ajuda as pessoas que tem pensamentos indesejados e preocupações repetitivas durante a noite. Também auxilia os que acordam várias vezes, apresentando o chamado “sono leve”. Para mais informações, clique aqui.

 

*******************************************

Opção 5: cirurgia

Se você já tentou outras opções de tratamento da apneia do sono, a cirurgia pode também aumentar o tamanho da sua via aérea, reduzindo assim os episódios de apneia do sono.

O cirurgião pode remover amígdalas, adenóides ou algum excesso de tecido na parte de trás da garganta ou dentro do nariz, talvez reconstruir o maxilar para aumentar a via aérea superior ou implantar algumas varas de plástico no palato mole. A cirurgia comporta riscos de complicações e infecções, e em alguns casos raros, os sintomas podem piorar após a cirurgia.

Apneia do sono em crianças

Enquanto a apneia obstrutiva do sono pode ser considerada comum em crianças, nem sempre é fácil de reconhecer. Além de ronco contínuo, as crianças com apneia do sono podem ter:

  • Pausas na respiração enquanto dorme
  • Se colocar em posições de sono estranhas
  • Sofrer de enurese, transpiração excessiva à noite ou terrores noturnos
  • Exibir uma sonolência diurna
  • Desenvolver problemas comportamentais ou declinar notas

Se você suspeita de apnéia do sono em seu filho, é importante consultar um pediatra especializado em distúrbios do sono. Não é tratado, a apneia do sono pode afetar a aprendizagem, o humor, o crescimento e a saúde geral do seu filho.

Causas e tratamento para a apneia do sono em crianças

As causas mais comuns de apneia obstrutiva do sono em crianças são amígdalas e adenóides com um tamanho maior que o normal. Uma simples adenotonsilectomia para retirar as amígdalas e adenóides costuma corrigir o problema. O médico do seu filho também pode instruir o uso de um CPAP ou outro dispositivo respiratório.

Se o excesso de peso possa estar causando a apnéia obstrutiva do sono do seu filho, seu apoio, encorajamento e modelagem de papéis positivos podem incentivar seu filho a alcançar e manter um peso saudável – e levar sua família inteira a uma vida mais saudável.

Fatores de risco

Gênero

A apneia obstrutiva do sono é um pouco mais comum nos homens do que nas mulheres. Os homens tendem a ter pescoços maiores e a pesar mais do que as mulheres. No entanto, as mulheres tendem a ganhar mais peso e desenvolver pescoço maior após a menopausa, o que aumenta o risco de desenvolver apnéia do sono.

Idade

A apneia do sono é mais frequente em adultos de 40 a 60 anos de idade. No entanto, a apneia do sono pode afetar pessoas de todas as idades.

Raça e etnia

Os afro-brasileiros enfrentam um risco maior de apneia do sono do que qualquer outro grupo étnico. Outros grupos com maior risco incluem asiáticos e mexicanos.

Histórico famíliar

Pessoas com antecedentes familiares de apneia obstrutiva do sono correm maior risco de desenvolver a doença.

Obesidade

A obesidade é um fator de risco particular para a apneia do sono, mesmo em adolescentes e crianças. A obesidade pode contribuir para a apneia do sono quando os depósitos de gordura enchem o tecido da garganta.

Fumar e usar álcool

FumarOs fumantes estão também em grande risco de sofrerem de apneia. Aqueles que fumam mais de dois pacotes por dia têm um risco 40 vezes maior que os não fumantes.

Álcool . O uso de álcool também pode estar associado à apneia. Pacientes diagnosticados com apnéia do sono são recomendados a não beber álcool antes da hora de dormir.

Condições médicas relacionadas à apnéia do sono

DiabetesO diabetes também está fortemente associado à apneia do sono e ao ronco. Não está claro se existe uma relação independente entre as duas condições ou se a obesidade é o único fator comum.

Doença do Refluxo Gastroesofágico (GERD)GERD é uma condição causada pelo aumento de ácido no esôfago. É uma causa comum de azia. GERD e apnéia do sono geralmente estão presentes . Pesquisas sugerem que a volta do ácido estomacal na DRGE pode resultar em espasmos nas cordas vocais (laringe), bloqueando o fluxo de ar para os pulmões e provocando apneia. A própria apnéia também pode levar alterações de pressão que desencadeiam GERD. A obesidade é comumente atrelada em ambas as condições, mas ainda são necessárias mais pesquisa para esclarecer a associação.

Síndrome do Ovário Policístico (SOP). A apneia obstrutiva do sono e a sonolência diurna excessiva parecem estar de alguma forma associadas à síndrome do ovário policístico (SOP), que é uma transtorno endócrino feminino. Cerca de metade dos pacientes com SOP também tem diabetes. A obesidade e o diabetes estão associados tanto à apneia do sono como à SOP e podem ser fatores comuns.

Recursos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here