Casos de depressão nos homens – Como reconhecer e obter ajuda
Como homens, gostamos de achar que nós somos sempre fortes e no total controle de nossas emoções. Quando nos sentimos desesperados, muitas vezes negamos ou tentamos esconde-lo. Mas a depressão é um problema comum que afeta muitos dos homens em algum momento em nossas vidas. Enquanto a depressão pode trazer um grande impacto em sua vida pessoal e também profissional, você não precisa dificultar esse processo. Há muitas coisas que você pode começar a fazer hoje para se sentir melhor em pouco tempo.

O que é depressão masculina?

A depressão nos homens é uma condição de saúde de fato tratável, não um sinal de fraqueza emocional ou uma falha na masculinidade. Ela afeta milhões de homens de todas as idades e origens, e também aqueles que se preocupam  – cônjuges, parceiros, amigos e familiares. Claro, é normal que alguém se sinta de vez em quando pra baixo – as quedas de humor são uma reação comum a perdas, contratempos e decepções na vida. No entanto, a depressão masculina altera a forma como você pensa, sente e vive. Pode interferir com sua produtividade no trabalho, na escola e afetar seus relacionamentos, sono, dieta e alegria geral da vida. A depressão grave pode ser intensa e implacável.

 

Depressão masculina: como reconhecer e tratar o mal no homem

Infelizmente, a depressão nos homens geralmente é ignorada por quem passa, pois muitos de nós achamos difícil conversar sobre nossos sentimentos. Em vez disso, geralmente nos concentramos nos sintomas físicos que se relacionam frequentemente a depressão masculina, como dor nas costas, dores de cabeça, dificuldade em dormir ou mesmo problemas sexuais.

Isso pode resultar em um caso depressão subjacente não tratada, o que pode trazer sérias consequências. Os homens que sofrem de depressão estão quatro vezes mais propensos a cometer suicídio em comparação com as mulheres, por isso é vital o homem procurar ajuda pelo problema de depressão, antes que os sentimentos de desespero se tornem sentimentos de suicídio.

*****************************************************************PropagandaRelora® é um complexo patenteado de extratos específicos de Phellodendron amurense e Magnolia officinalis (este último é usado na medicina tradicional chinesa para aliviar o estresse e reduzir a tensão muscular) que ajuda a regular os níveis de cortisol.
O cortisol é um hormônio produzido pelas glândulas supra-renais em resposta ao estresse, no entanto o excesso de cortisol está associado a uma série de doenças e problemas de saúde como obesidade, diabetes, hipertensão, depressão, osteoporose, imunodepressão. Em particular, o excesso de cortisol acelera a perda de massa muscular, aumenta os níveis de açúcar no sangue e estimula a lipogênese (Shawn Talbott, The Cortisol Connection). 

Estresse no local do trabalho: Como lidar, sintomas e sinais
O Relora® foi desenvolvido para controlar sintomas de ansiedade, como preocupação, irritabilidade, agitação, medo, raiva, tensão muscular e fissura, sem causar os efeitos colaterais comuns associados a drogas ansiolíticas, como a sedação. Relora tem propriedades relaxantes, mas não é sedativo.
  Para mais informações, clique aqui.

Indicações do Relora® controle do estresse e apetite
• Auxiliar no controle dos sintomas do estresse sem causar sono;
• Auxilia na estabilidade dos níveis do cortisol;
• Auxilia o controle do peso associado ao estresse;
• Auxilia na melhora do humor;
• Melhora o desempenho físico na realização das atividades diárias;
• Auxilia na normalização do sono;
• Minimiza a compulsão alimentar causada pelo estresse.

 

******************************************************************

Fale sempre de forma honesta com um amigo, amado ou com um médico sobre o que está acontecendo realmente na sua mente e no seu corpo. Uma vez que diagnosticado corretamente, há várias coisas que você pode fazer para tratar com sucesso e gerenciar a depressão masculina e evitar que ela volte no futuro.

Sinais e sintomas de depressão nos homens

Os homens tendem a ser menos suscetíveis a reconhecer sintomas de depressão do que as mulheres. Um homem tende a ser mais propenso a negar seus sentimentos, esconder-se de si mesmo e de outros, ou tentar esconde-los com outros comportamentos. E enquanto os homens sentir sintomas clássicos de depressão, como falta de humor, perda de interesse no trabalho ou  nos passatempos, problemas de peso e sono, fadiga e problemas de concentração, eles são mais suscetíveis do que as mulheres a experimentar sintomas de depressão “furtivos, mais fortes” como raiva, abuso de substâncias e agitação.

Os três sinais clássicos de depressão mais comuns nos homens são:

  1. Dor física. Às vezes, depressão nos homens aparece na forma de sintomas físicos – como uma dor nas costas, dores de cabeça frequentes, problemas de sono, disfunção sexual ou distúrbios digestivos – que não respondem ao tratamento normal.
  2. Raiva. Isso pode se apresentar com uma variedade sintomas, incluindo irritabilidade, sensibilidade a crítica ou perda de seu senso de humor, um temperamento curto ou mesmo violento. Alguns homens se tornam abusivos ou controladores.
  3. Comportamento imprudente. Um homem que sofre de depressão pode passar a apresentar comportamentos de risco, como praticar esportes perigosos, dirigir de forma imprudentemente ou praticar sexo inseguro. Você pode beber demais, abusar de drogas ou jogar compulsivamente.

Como saber se você está deprimido

Se você se identificar com alguns dos seguintes sintomas, você pode estar sofrendo de depressão.

  1. Você se sente desesperado e desamparado
  2. Você perdeu o interesse em atividades e coisas que você gostava
  3. Você está muito mais irritável, temperamental ou agressivo do que o habitual
  4. Você está consumindo mais álcool ou se ou auto-medicando
  5. Você se sente inquieto e mais agitado
  6. Seu sono e apetite mudaram
  7. Você não pode se concentrar, focar ou sua produtividade no trabalho declinou
  8. Você não pode gerenciar seus pensamentos negativos

 

Obtendo ajuda para depressão masculina

Não tente controlar a depressão por conta própria. É preciso coragem para buscar ajuda – de um ente querido ou mesmo de um profissional. A maioria dos homens que sofrem com depressão responde bem às etapas de auto-ajuda, como buscar apoio social, se exercitar, alterar para uma dieta saudável e fazer outras mudanças de estilo de vida.

Mas não espere que seu humor melhore de forma rápida. Você provavelmente começará a se sentir um pouco melhor a partir dos dias. Muitos homens que se recuperam da depressão observam melhorias nos padrões regulares de sono e apetite antes das melhorias em seu humor. Mas esses passos de auto-ajuda poderão ter um efeito poderoso sobre como você pensa e sente, ajudando você a superar os sintomas da depressão e recuperar os prazeres da vida.

Dica 1: Procure suporte social

Os compromissos de trabalho muitas vezes atrapalham os homens para encontrar tempo para manter amizades, mas o primeiro passo para derrubar a depressão masculina é achar pessoas com as quais você realmente pode se conectar, de forma pessoal. Isso não significa simplesmente trocar piadas e estórias com um colega de trabalho ou falar sobre esportes com o cara sentado ao seu lado em um bar. Isso significa achar alguém com quem se sente confortável, compartilhar seus sentimentos sempre, alguém que vai te ouvir sem julgar você, ou dizer-lhe como deve pensar ou se sentir.

Você pode pensar que falar sobre seus sentimentos não é muito macho, mas se você está ciente disso ou não, você já está comunicando seus sentimentos com os que estão ao seu redor; você não está usando palavras. Se você está com baixo humor, bebendo mais do que o normal, os mais próximos de você saberão que algo está errado. Escolhendo falar sobre o que você está realmente passando, pode realmente ajudá-lo a se sentir melhor.

Encontrar apoio social para derrubar a depressão masculina

Para muitos homens – especialmente quando você sofre está com depressão – iniciar uma conversa com outros pode parecer esmagadora. Mas desenvolver e conseguir manter relacionamentos próximos são vitais para ajudá-lo a se recuperar esse momento difícil. Se você não sentir que tem alguém para se recorrer, nunca é tarde demais para construir novas amizades e melhorar sua rede de amizade.

Como alcançar o suporte da depressão

Procure manter o apoio de pessoas que fazem você se sentir seguro e importante. A pessoa com quem você fala não precisa curar o seu caso; eles só precisam ouvir de forma atenta – alguém que vai conseguir ouvir com atenção e compaixão sem se distrair ou julgar você.

Faça do contato pessoal uma prioridade. As chamadas telefônicas, as mídias sociais e as mensagens dos aplicativos são ótimas maneiras de se manter em contato com muitas pessoas ao mesmo tempo, mas não substituem o bom contato antigo pessoal. O simples ato de falar com alguém pessoalmente sobre como você se sente pode ter um grande papel no alívio da depressão, e também a mante afastada.

Tente acompanhar as atividades sociais de alguns grupos, mesmo que não sinta vontade. Muitas vezes, quando você está se sentindo deprimido, sente-se mais confortável em recuar no seu mundo, mas estar em torno de outras pessoas se comunincado fará você se sentir menos deprimido.

Encontre formas de apoiar os outros. É sempre bom receber suporte, mas novas pesquisas mostram que você ganha um impulso de humor ainda maior, dando suporte a quem também precisa. Então, procure novas maneiras – tanto grandes como pequenas – de ajudar os outros: se voluntariar , ser um ouvido auditivo para um amigo que está com algum problema, fazer algo agradável para alguém.

Cuide de um animal de estimação. Enquanto nada pode substituir a real conexão humana, os animais de estimação podem trazer alegria e companheirismo para sua vida de forma sincera, e ajudá-lo a se sentir menos isolado. Cuidar de um animal de estimação também pode tirar sua sensação de frieza e dar-lhe uma sensação de ser necessário – ambos os remédios poderosos para a depressão.

Junte-se a um grupo de apoio para a depressão. Estar junto com outros que também lidam com a depressão pode reduzir o seu senso de isolamento. Você também pode se encorajar a dar e receber conselhos sobre como lidar e compartilhar suas experiências.

Convide alguém a um jogo de bola, filme ou show.  Seja o primeiro a quebrar o gelo.

Ligue ou envie uma mensagem para um amigo antigo. Mesmo se você se afastou de relacionamentos que antes eram importantes para você, faça o esforço para se reconectar.

Dica 2: Apoie a sua saúde

Alterações positivas do estilo de vida podem auxiliar a diminuir a depressão e evitar que ela volte.

Depressão masculina: como reconhecer e tratar o mal no homem

Tenha como meta oito horas de sono. A depressão normalmente se relaciona com problemas de sono; Se você está dormindo muito pouco ou dormindo demais, seu humor pode sofrer.

Procure manter o estresse sob controle. Não só o estresse prolonga e piora o caso de depressão, mas também pode desencadear essa condição. Procure achar todas as coisas em sua vida que o estressam, como uma sobrecarga de trabalho, problemas de dinheiro ou relações não sustentáveis, e achar maneiras de aliviar a pressão e reaver o controle.

Pratique técnicas de relaxamento. Uma prática padrão feita de forma diária pode ajudar a aliviar os sintomas de depressão, diminuir o estresse e melhorar os sentimentos de alegria e bem-estar. Experimente yoga, respiração profunda, relaxamento muscular progressivo ou mesmo a velha e conhecida meditação.

Passe mais tempo na luz solar. Sair ao ar durante o horário de sol pode ajudar a reforçar os níveis de serotonina e melhorar seu humor. Dê uma volta no quarteirão, tome seu café fora do ambiente de trabalha, faça algum trabalho no quintal ou dobre os benefícios ao exercitar ao ar livre. Se você mora em algum lugar com pouca luz do sol, opte também por usar uma caixa de terapia de luz.

Desenvolva uma “caixa de ferramentas de bem-estar” para lidar com a depressão

Venha com uma lista de coisas que você pode fazer para um impulso de humor rápido. Quanto mais “ferramentas” para lidar com a depressão, melhor. Tente implementar algumas dessas idéias todos os dias, mesmo que esteja se sentindo bem.

  1. Passe algum tempo na natureza
  2. Liste tudo o que você gosta sobre você
  3. Leia um bom livro
  4. Assista a um filme engraçado ou programa de TV
  5. Tome um banho longo e quente
  6. Cuide de algumas pequenas tarefas
  7. Brinque com um animal de estimação
  8. Fale com amigos ou familiares cara a cara
  9. Escute sua musica preferida
  10. Faça algo de forma espontânea

Dica 3: Exercício para maior saúde mental e física

Quando você está deprimido, simplesmente sair da cama pode parecer uma tarefa muito assustadora, e pior ainda, fazer algo fora de casa! Mas o exercício é um poderoso remédio contra a depressão – e uma das ferramentas mais importantes em seu arsenal de recuperação. A pesquisa mostra que o exercício regular pode ser tão efetivo quanto os remédios para aliviar os sintomas de depressão. Também ajuda a evitar uma recaída, uma vez que você está bem.

Para obter o máximo benefício, procure manter pelo menos 30 minutos de exercício por dia. Isso não precisa ser feito tudo de uma vez. Uma caminhada de 10 minutos pode melhorar seu humor por até duas horas.

O exercício é algo que você pode fazer agora para melhorar seu humor

Sua fadiga melhorará se você se exercitar mais. Começar a se exercer pode ser difícil quando você está se sentindo deprimido e se sentindo exausto. Mas novas pesquisas mostram que seus níveis de energia irão melhorar se você continuar com o exercício. O exercício irá ajudá-lo a se sentir energizado e menos cansado, não mais.

Encontre exercícios que sejam contínuos e que sejam rítmicos. O maior benefício para a depressão vem do exercício rítmico – como andar, musculação, natação ou alguma luta – onde você move seus braços e pernas.

Adicione um elemento de atenção plena na sua rotina, especialmente se a sua depressão está enraizada em algum trauma não resolvido ou alimentado também por pensamentos obsessivos e negativos. Concentre-se em como seu corpo se sente à medida que você se movimenta, como a sensação de seus pés batendo no chão, ou a sensação do vento em sua pele, ou o ritmo de sua respiração.

Tenha um parceiro para os exercícios. Não só treinar com outros permite que você passe tempo a socializar, também pode ajudar a mantê-lo motivado. Tente se juntar a um clube de corrida, procurar parceiros de tênis ou se matricular em uma liga de futebol ou voleibol amadora.

Tenha sempre disponível um cachorro para passear. Se não possui um cão, você pode se voluntariar para caminhar por cães de rua, de um abrigo de animais ou grupo de resgate. Você não só estará se ajudando, mas também ajudando a socializar e exercitar os cães, tornando-os mais adotáveis.

Dica 4: Coma uma dieta saudável que possa melhorar a sua sensação

Minimize o açúcar e os carboidratos refinados. Você pode desejar um maior consumo de lanches açucarados, produtos assados ​​ou alimentos confortáveis, como macarrão ou batatas fritas, mas esses alimentos “que te fazem se sentir bem” levam rapidamente a uma queda de humor e energia depois.

Reduzir a ingestão de alimentos que podem afetar negativamente seu humor, por exemplo a cafeína, álcool, gorduras trans e também alimentos com altos níveis de conservantes químicos ou hormônios.

Coma mais ácidos graxos ômega-3, para dar um impulso ao seu humor. As melhores fontes são os peixes gordurosos (salmão, arenque, cavala, anchovas, sardinhas), algas, sementes de linhaça e nozes.

Experimente alimentos ricos em nutrientes que podem elevar o humor, como as bananas (magnésio para reduzir a ansiedade, vitamina B6 para melhorar a vigilância, triptofano para incentivar os níveis de serotonina, que trazem uma boa sensação) e espinafre (magnésio, folato para reduzir a agitação e melhorar o sono).

Evite as deficiências nas vitaminas B que podem desencadear a depressão. Coma mais frutas cítricas, folhas verdes, feijões, frango e ovos.

******************************************************************************

Propaganda

Perca peso sem estresse! Pessoas que estão em dieta ou em processo de reeducação alimentar tendem a ficar mais estressadas, compulsivas e ansiosas e muitas vezes acabam desistindo do foco antes de obter os resultados. Isso tem uma explicação: é devido ao aumento do nível de cortisol no sangue, dessa maneira é preciso controlar a produção deste hormônio.

Por ter a capacidade de aumentar os níveis de glicose no sangue, a produção de Cortisol em índices altos pode também gerar perda de massa muscular, aumento de peso e diminuição de testosterona, consequente perda de libido.

Relora® e Citrimax®garante a perda de peso sem estresse, através do equilíbrio na produção do Cortisol! A fórmula do equilíbrio metabólico consiste na associação de Relora® e Citrimax® e garante a perda de peso mais rápida sem causar ansiedade e compulsão alimentar. 

Estresse no local do trabalho: Como lidar, sintomas e sinais

Para mais informações, clique aqui.

Indicações do Relora® + Citrimax®:
• Pessoas em dieta ou no período de reeducação alimentar;
• Pessoas ansiosas, estressadas, com tendência a “descontar” esses fatores na comida.
• Auxilia na estabilidade dos níveis do cortisol;
• Auxilia o controle do peso associado ao estresse;
• Auxilia na melhora do humor;
• Melhora o desempenho físico na realização das atividades diárias;
• Minimiza a compulsão alimentar causada pelo estresse.

*************************************************************************

Dica 5: Questione sempre o pensamento negativo

Você sente que você está impotente ou fraco? Que coisas ruins acontecem e não há muito que você possa fazer para isso não acontecer? Que sua situação não tem nenhuma esperança? A depressão coloca um rótulo negativo em tudo, incluindo a maneira como você se vê e suas expectativas para o futuro.

Quando esses tipos de pensamentos o dominam seu cérebro, é importante lembrar que este é um sintoma de sua depressão e essas atitudes irracionais e pessimistas – conhecidas como distorções cognitivas – não refletem a realidade. Quando você realmente os analisa, eles não se sustentam. Mas mesmo assim, eles podem ser difíceis de desistir. Você não pode acabar com este cenário mental pessimista dizendo a si mesmo que “apenas pense positivo”. Muitas vezes, é parte de um padrão de pensamento de toda a vida que se tornou tão automático, que você nem está mais completamente consciente disso. Em vez disso, o segredo é identificar o tipo de pensamentos negativos que estimulam sua depressão e substituí-los por uma maneira de pensar mais equilibrada.

 

Depressão masculina: como reconhecer e tratar o mal no homemTratamento profissional para depressão em homens

Se o apoio de familiares e amigos e mudanças de estilo de vida positivas não forem suficientes no caso da depressão de algum homem conhecido, procure ajuda de um profissional de saúde mental. Fique sempre aberto sobre como você está se sentindo com seus sintomas físicos. Os tratamentos para a depressão em homens podem incluir:

Terapia. Você pode achar que falar com um estranho sobre seus problemas não é ” uma coisa comum”, ou essa terapia traz consigo um status de vítima. No entanto, se a terapia estiver disponível para você, muitas vezes pode trazer uma rápida sensação de alívio, mesmo para o homem mais céptico.

Medicação. Remédios antidepressivos pode auxiliar a diminuir alguns sintomas de depressão, mas não cura o problema subjacente e raramente é uma solução efetiva a longo prazo. Os remédios também vem com efeitos colaterais. Não confie em um médico que não tenha sido treinado em saúde mental para te passar uma correta orientação sobre medicação. e sempre procure medidas de auto-ajuda também.

Gatilhos comuns de depressão em homens

Não existe uma única causa de depressão que afete os homens. Fatores biológicos, psicológicos e sociais ativam uma parte, assim como escolhas de estilo de vida, relacionamentos e habilidades de enfrentamento.

Enquanto qualquer homem pode sofrer com a depressão, existem alguns fatores de risco que tornam um homem mais vulnerável, por exemplo:

  • Solidão e falta de apoio social geral
  • Incapacidade de lidar efetivamente com o estresse
  • Uma história no passado de abuso de álcool ou drogas
  • Trauma ou abuso no começo da infância
  • O envelhecimento em isolamento, com poucos estabelecimentos sociais

Depressão e disfunção erétil

Impotência ou disfunção erétil não é apenas um gatilho comum de depressão em homens, também pode ser um efeito colateral de muitos medicamentos antidepressivos.

  • Os homens que sofrem de problemas de função sexual são quase duas vezes mais propensos a serem deprimidos do que aqueles que não sofrem.
  • A depressão eleva o risco de disfunção erétil.
  • Muitos homens estão relutantes em reconhecer seus problemas sexuais, pensando que é uma reflexão negativa sobre sua masculinidade, em vez de um problema tratável causado pela depressão.

Como ajudar um homem com depressão

Muitas vezes cabe a esposa, amigo ou outro membro da família a reconhecer os sintomas de depressão em algum homem. Mesmo que um homem suspeite que ele está deprimido, ele pode ter vergonha de que ele não consegue lidar sozinho com o caso e apenas procurar ajuda quando for pressionado por um ente querido.

Falando com um homem sobre depressão

Muitos homens não apresentam sintomas depressivos típicos, mas sim raiva e comportamento imprudente – então você pode querer evitar usar a palavra “depressão” e tentar falar sobre seu comportamento  “estressado” ou “excessivamente cansado”. Isso poderia ajudá-lo a abrir.

Indique como seu comportamento mudou, sem ser crítico, fale sobre alguns fatos. Por exemplo, “Você sempre parece ter dores de estômago antes do trabalho”.

Sugira fazer um check-up geral com um médico. Ele pode ser menos resistente a se consultar com um médico de família do que um especialista em saúde mental no começo. O médico pode eliminar as causas médicas da depressão e, em seguida, indicar uma referência.

Se ofereça como companhia na primeira visita com um especialista em saúde mental. Alguns homens ficarão resistentes a falar sobre seus sentimentos, então tente eliminar os obstáculos.

Incentive-o a fazer uma lista de sintomas para discutir com o médico. Ajude-o a focar em seus sentimentos, bem como nas doenças físicas, e para ser honesto sobre seu uso de álcool e drogas.

Como apoiar um homem com depressão

Envolva-o na conversa e sempre ouça com atenção. Não despreze os sentimentos que ele expressa, mas aponte a realidades e mostre também ter esperança.

Convide-o para caminhadas, passeios e outras atividades. Seja gentilmente insistente se o seu convite for recusado.

Incentivar a participação novamente em atividades que uma vez ofereciam prazer, como passatempos, esportes ou atividades culturais, mas não o empenham a empreender muito cedo demais.

Não espere que ele “apenas pare”. Em vez disso, continue assegurando-lhe que, com tempo e ajuda, ele se sentirá melhor.

Talvez seja necessário avaliar se ele está tomando a medicação prescrita ou atendendo a terapia. Incentive-o a sempre seguir as ordens sobre o uso de álcool se ele for prescrito antidepressivos.

Lembre-se, você não pode “resolver” a depressão de outra pessoa. Você não é culpado da depressão de seu amado, amigo ou responsável . Em última análise, a recuperação está em suas mãos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here