A diarréia é uma das queixas mais frequentes relacionadas a saúde. Pode variar de uma condição leve e apenas temporária a uma condição que pode ser potencialmente fatal.
No mundo todo, cerca de 2 bilhões de casos de doenças diarréicas ocorrem por ano, e 1,9 milhões em crianças com menos de 5 anos, a maioria em países em desenvolvimento, morrem de diarréia.

A diarreia é caracterizada por fezes anormalmente moles, soltas ou aquosas.

Algumas pessoas geralmente tem problemas com as fezes, sendo que elas não possuem uma consistência normal. Esse caso não é classificado diarréia. Da mesma forma, bebês que ainda são amamentados geralmente possuem fezes pastosas. Isto é completamente, não sendo considerado diarréia também.

Fatos rápidos sobre diarréia

Aqui estão alguns pontos considerados importantes sobre os casos de diarréia.

  • A maioria dos casos de diarréia é gerada por bactérias, vírus ou parasitas
  • Doenças inflamatórias intestinais (DII), incluindo a doença de Crohn e colite ulcerativa, podem causar diarréia crônica também
  • Medicamentos antidiarreicos podem dimunuir a produção diarreica, e o suplemento de zinco é eficaz em crianças
  • Algumas mudanças nutricionais, como o aumento do consumo de probióticos, podem ajudar a prevenir a diarreia

Causas mais comuns

Corrigir a desidratação é sempre a prioridade do tratamento da diarréia.

A maioria dos casos de diarréia é causada por alguma infecção no trato gastrointestinal. Os micróbios responsáveis por esta infecção incluem:

  • bactérias
  • vírus
  • organismos parasitas

As causas mais frequentes identificadas de diarreia aguda são as bactérias Salmonela, Campilobacter , Shigella e Escherichia coli produtora de toxina Shiga .

Alguns casos de diarréia crônica são denominados de “funcionais”, pois uma causa clara não pode ser apontada. Nos países desenvolvidos, a síndrome do intestino irritável (SII) é a causa mais frequente de diarréia funcional.

SII ocorre por um complexo de sintomas. Há dores abdominais e hábitos intestinais alterados, incluindo diarréia, constipação ou mesmo ambos.

A doença inflamatória intestinal (DII) é outra causa comum da diarréia crônica. É um termo usado para descrever casos de colite ulcerativa ou doença de Crohn. Muitas vezes há sangue nas fezes nas duas condições.

Outras causas principais de diarréia crônica incluem:

  • Colite microscópica : Esta é uma diarréia de longa duração, que geralmente afeta adultos mais velhos, muitas vezes durante a noite.
  • Diarreia de má absorção e má-digestão : A primeira é causada pela absorção ineficaz de nutrientes, a segunda pela função digestiva ineficiente. A doença celíaca é um exemplo.
  • Infecções crônicas : Infecções como a síndrome do viajante ou uso de antibióticos pode ser uma indicação para a diarréia crônica. Várias bactérias e parasitas podem ser a causa.
  • Diarreia induzida por drogas : Laxantes e outras drogas, incluindo antibióticos, podem desencadear diarreia.
  • Causas endócrinas : Às vezes, fatores hormonais podem levar a diarréia, por exemplo, no caso da doença de Addison e tumores carcinóides.
  • Causas de câncer : A diarréia neoplásica está relacionada a vários cânceres intestinais .

 

****************************************************************

Propaganda

Má digestão frequente, Síndrome do Intestino Irritável, ou Colite afeta a qualidade de vida de muitas pessoas. O BIOintestil é um produto natural que se destina ao bem estar da saúde digestiva. 

Má digestão frequente, Síndrome do Intestino Irritável, ou Colite

Os ativos do BIOintestil agem na redução de gases intestinais (flatulência), náuseas, refluxo, na constipação intestinal, além disso ele atua na seleção de bactérias boas e na exterminação das bactérias maléficas ao trato intestinal (controle da disbiose). Para mais informações, clique aqui.

Indicações do BIOintestil

• Aumento da motilidade intestinal;
• Estimula a digestão;
• Equilíbrio da microbiota/flora intestinal;
• Alivio de sintomas como gases, náuseas e vômitos;
• Eliminação do inchaço e dores abdominais;
• Tratamento da síndrome do intestino irritável, colite e disbiose. 

**************************************************************************
Tratamento

Casos leves de diarréia aguda podem se resolver sem tratamento especifico. Um caso de diarreia persistente ou crônica será diagnosticada e quaisquer causas subjacentes serão tratadas pelo médico, além dos sintomas de diarréia.

Desidratação

Para todos os casos de diarréia, a reidratação é sempre fundamental:

  • Os fluidos podem ser substituídos simplesmente por beber mais líquidos durante todo o dia, ou podem ser recebidos por via intravenosa em casos graves.
  • Crianças e idosos são mais vulneráveis ​​à sofrerem de desidratação .
  • Solução ou sais de reidratação oral (SRO) é um composto de água que contém sal e glicose. É absorvido pelo intestino delgado para substituir a água e também os eletrólitos perdidos nas fezes. Nos países em desenvolvimento, o ORS custa apenas alguns centavos. A Organização Mundial da Saúde (OMS) diz que a ORS pode tratar com segurança e eficácia mais de 90% dos casos de diarreia não grave.
  • Os produtos de reidratação oral, como Oralyte e Rehydralyte, já estão disponíveis comercialmente. A suplementação com zinco pode reduzir a gravidade e a duração da diarréia em crianças. Vários produtos estão disponíveis para compra online para esses problemas.
  • Medicação antidiarréica

Alguns medicamentos antidiarreicos que estão disponíveis, mesmo sem receita, também incluem:

  • A loperamida, ou Imodium, é uma droga antimotilidade que dificulta a passagem das fezes. Loperamide e Imodium estão disponíveis para compra no balcão mesmo sem receita.
  • O subsalicilato de bismuto, por exemplo, Pepto-Bismol, diminui a produção de fezes diarreicas em adultos e crianças. Também pode ser usado para evitar a diarréia do viajante. Pode ser comprado on-line , bem como vendido sem receita.

Existe alguma preocupação de que alguns medicamentos antidiarreicos possam prolongar o caso de infecção bacteriana, diminuindo a remoção de patógenos através de fezes.

Antibióticos

Os antibióticos são receitados ​​apenas para tratar a diarréia causada por infecções bacterianas. Se a causa for diagnosticada por um determinado medicamento, a mudança para outro medicamento pode ser possível.

Dieta

Nutricionistas da Stanford Health Care oferecem algumas dicas nutricionais para a diarréia:

  • Beba líquidos facilmente digestíveis, como sucos de frutas sem adição de açúcar.
  • Após cada ida ao banheiro, substitua os líquidos perdidos com pelo menos uma xícara de líquido.
  • Faça a maior parte do consumo de líquido entre, e não durante as refeições.
  • Consumir alimentos e líquidos que possuem alto teor de potássio, como sucos de frutas puros, batatas sem pele e bananas.
  • Consumir alimentos e líquidos que possuem alto teor de sódio, como caldos, sopas, bebidas esportivas e biscoitos salgados.

Outros conselhos passados pelos nutricionistas são:

  • comer alimentos ricos em fibras solúveis, como banana, aveia e arroz, pois estes ajudam a engrossar e dar volume as fezes
  • limitar os alimentos que podem piorar o caso de diarreia, como alimentos cremosos, fritos e açucarados

Alimentos e bebidas que podem piorar a diarréia também incluem:

  • goma sem açúcar e balas, algumas frutas como cerejas e ameixas
  • bebidas que possuam cafeína
  • frutose em quantidades elevadas, a partir de sucos de frutas
  • a lactose presente nos produtos lácteos
  • magnésio

Probióticos

Há evidências mistas para o papel dos probióticos durante a diarréia. Eles podem ajudar a prevenir a síndrome da diarréia do viajante. Em crianças, há evidências que comprovam que podem reduzir a doença diarreica em 1 dia.

A diarreia associada a antibióticos pode ser diminuida pelo uso de probióticos, assim como a diarréia relacionada ao Clostridium difficile , embora as evidências ainda sejam mistas.

As pessoas devem pedir conselhos ao seu médico, pois existem inúmeras cepas prováveis. A cepa mais estudada para diarréia relacionada a antibióticos são os probióticos baseados em Lactobacillus rhamnosus e Saccharomyces boulardii .

Probióticos que podem ajudar com casos de Clostridium difficile e diarréias causadas por antibióticos foram analisados em um estudo publicado no The Lancet. Eles não encontraram evidências finais de que uma preparação de bactérias composta por múltiplas cepas tenha sido eficaz na prevenção dessas condições, exigindo uma melhor compreensão do desenvolvimento da diarréia associada a antibióticos.

Os probióticos já estão disponíveis em cápsulas, comprimidos, pós e também líquido.

Sintomas mais comuns

Os sintomas da diarréia podem incluir inchaço, sede e perda de peso.
Diarreia refere-se a fezes aquosas, mas pode ser acompanhada por outros sintomas.

As causas incluem, mas não se limitam a:

  • dor de estômago
  • cólicas abdominais
  • inchaço
  • sede excessiva
  • perda de peso inexplicavel
  • febre

A diarréia geralmente é um sintoma de outras condições, algumas das quais podem ser ainda graves.

Outros sintomas possíveis são:

  • sangue ou pus presentes nas fezes
  • vômito persistente
  • desidratação

Se estes acompanham a diarreia, ou se a diarreia é considerada crônica, isso pode indicar uma doença mais séria.

Complicações

Duas complicações que são potencialmente graves de diarreia são:

  • desidratação, causada pela diarreia aguda ou crônica
  • má absorção, causada pela diarreia crônica

A diarréia também pode ser um sinal de uma ampla gama de condições crônicas relacionadas. Essas condições precisam ser diagnosticadas tratadas para assim evitar mais problemas.

Testes e diagnóstico

O médico perguntará sobre os novos e antigos sintomas, e também sobre quaisquer medicações atuais, histórico médico e outras condições médicas.

Eles também perguntarão sobre:

  • quando o problema começou
  • quão frequentes são as fezes
  • se o sangue está presente nas fezes de forma constante
  • se houve em algum caso vômito
  • se as fezes são aguadas, cheias de muco ou pus, e a quantidade de fezes expelidas

O médico também procurará sinais de desidratação.

A desidratação grave pode ser fatal, se o tratamento alguma terapia de reidratação não for feito com urgência.

Testes para diarréia

A maioria dos casos de diarreia irão se resolver mesmo sem tratamento, e o médico poderá diagnosticar o problema sem testes.

No entanto, em alguns casos mais graves, um exame de fezes pode ser requerido, especialmente se o paciente for muito jovem ou idoso.

Outros exames também podem ser recomendados se o paciente:

  • tiver sinais de febre ou desidratação
  • tiver fezes com sangue ou pus
  • tiver dor severa no estomago
  • tiver pressão arterial baixa
  • tiver um sistema imunológico enfraquecido
  • tiver viajado recentemente para lugares fora da Europa, América do Norte, Austrália e Nova Zelândia
  • tiver recebido recentemente antibióticos ou esteve no hospital
  • tiver a diarréia persistindo por mais de 1 semana

Se uma pessoa tem diarreia crônica ou mesmo persistente, o médico irá requerer testes de acordo com a causa subjacente suspeita.

Estas podem incluir as seguintes investigações:

  • Hemograma completo: Anemia ou aumento da contagem de plaquetas podem sugerir uma inflamação.
  • Testes de função hepática: Isto incluirá também testar os níveis de albumina.
  • Testes para má absorção de nutrientes: Estes irão analisar a absorção de cálcio, vitamina B-12 e folato. Eles também avaliarão o status do ferro e o funcionamento da tireóide.
  • Velocidade de hemossedimentação (VHS) e proteína C-reativa (PCR): Níveis elevados podem apontar uma doença inflamatória intestinal (DII).
  • Teste de anticorpos: Esses pode detectar algumas doença celíaca.

Quando ver um médico

A diarreia muitas vezes resolve-se sem tratamento médico especializado, mas por vezes é importante procurar a ajuda de um médico, principalmente em casos mais severos .

Bebés com menos de 1 ano devem passar por um médico se tiverem 6 episódios de diarreia, ou 3 episódios de vômitos, no prazo de 24 horas.

As crianças com mais de 1 ano devem consultar um médico se tiverem tido 6 episódios ou mais de diarreia em 24 horas, ou se houver diarreia e vómitos ao mesmo tempo.

É importante requerer ajuda médica nos seguintes casos:

  • vômito persistente
  • diarreia persistente
  • desidratação severa
  • perda de peso significativa
  • pus presente nas fezes
  • sangue nas fezes, que pode tornar as fezes pretas

Qualquer pessoa que sofra de diarreia após alguma cirurgia, após passar algum tempo no hospital ou após o uso de antibióticos, deve procurar assistência médica.

Adultos que não conseguem dormir por causa da diarreia podem ser capazes de obter ajuda para resolver este problema.

Prevenção

Nos países em desenvolvimento, a prevenção da diarreia pode ser mais complicada, devido à água suja e falta de saneamento.

O seguinte itens pode ajudar a prevenir a diarreia:

  • água potável limpa e segura sempre disponível
  • bons sistemas de saneamento, por exemplo, de águas residuais e esgoto
  • boas práticas de higiene, incluindo lavagem das mãos com sabão constante,
  • amamentação restrita nos primeiros 6 meses de vida
  • educação sobre a propagação da infecção

Há evidências comprovadas de que intervenções de órgãos de saúde pública, onde procuram promover a lavagem das mãos frequentes, podem reduzir as taxas de diarreia em cerca de um terço.

A diarreia é uma manifestação de um funcionamento impróprio de alguma parte do sistema digestivo. Existem dois tipos de diarréia; aguda ou crônica. A diarreia leva cerca de 3-4 dias para ser totalmente tratada, dependendo da intensidade do impacto causado pela doença ou infecção. A duração e gravidade depende em parte do histórico de saúde do paciente também. Às vezes, mudar sua dieta também pode ajudar a tratar a diarreia.

Diarréia: Causas, Sintomas e Tratamentos

A diarreia pode ser causada por uma série de outras coisas, tais como gastroenterite viral, intolerância à lactose, intoxicação alimentar, tensão pré-menstrual, etc.

Também pode ser gerada por uma infecção viral ou bactéria, geralmente consumida através de alimentos contaminados ou água.

Outro fator que pode levar a diarreia é a presença de líquido excessivo no intestino, que afeta os funcionamento dos intestinos, levando a diferentes tipos de diarreia que variam de pessoa para pessoa.

****************************************************************

Propaganda

Lactobacilos são microrganismos vivos que auxiliam na manutenção da flora bacteriana intestinal, estabilização do PH, a síntese de vitamina K e vitaminas do complexo B. As cápsulas dos probióticos eliminam e impedem a proliferação de bactérias ruins em nosso corpo. 

Com isso há a melhora na digestão dos alimentos e a absorção dos nutrientes. A combinação de lactobacilos da Sempre Viva inclui as principais cepas probióticas com vários benefícios como melhora na digestão e na prisão de ventre (intestino preso), diminuição dos gases e melhora a absorção de alimentos, inclusive sendo um coadjuvante importante em dietas de emagrecimento e no tratamento da obesidade.

Além do pool de oito lactobacilos é incluído também um prebiótico que serve de alimento para o desenvolvimento dos probióticos em nosso organismo, além da glutamina um aminoácido precursor de várias atividades metabólicas no organismo. Para mais informações, clique aqui.

Indicações do Pool de Lactobacilos:

• Infecções intestinais;
• Terapia com antibióticos por tempo prolongado;
• Alergias alimentares;
• Devido alguns lactobacilos produzirem a enzima lactase seu uso é muito benéfico para pessoas que apresentam intolerância a lactose.

 

**************************************************************************

 

Tratamentos e remédios caseiros para diarreia

Alguns dos remédios caseiros recomendados para a diarréia incluem o uso de líquidos amiláceos, como água de cevada, água de coco, chá verde, coalhada, iogurte, gengibre, suco de limão, groselha, vinagre de cidra de maçã, cominho e uma mistura de sementes de feno-grego e folhas de manjericão. Estes remédios caseiros para a diarréia podem ser eficazes em pessoas em taxas diferentes, dependendo da intensidade e da causa adjacente da diarreia.

Chá verde

Todas as ervas são boas para a saúde geral de alguma forma. O chá verde está disponível em diferentes sabores, e todos podem consumi-lo regularmente, sem o medo de quaisquer efeitos colaterais negativos. Isso irá ajudar seu sistema interno a trabalhar corretamente e ainda por cima nutre sua pele e visão. Em geral, recomenda-se tomar chá verde diariamente, porque pode relaxar o estômago irritado e ainda reduzir a gravidade e duração da diarréia.

Iogurte

Apenas 2 tigelas de iogurte coalho podem ajudar a curar a diarreia, e é o remédio mais facilmente disponível no mercado.

Limonada

O suco de limão é um dos melhores remédios caseiros indicados para a diarreia. Você deve beber suco de limão em água morna. Você também pode colocar mel para um melhor sabor, que ainda é um grande analgésico. Pode ser consumido 2-3 vezes por dia para obter os melhores resultados.

 

Cevada / Água de coco

Como estes são líquidos amiláceos e são bastante grossos, ajudam a reduzir o excesso de fluido no intestino para excretar. Além disso, ajuda a relaxar seu estômago, reduzindo assim qualquer sensação de queima. A ingestão destes líquidos deve ser a cada 5 horas ou 2-3 vezes ao dia, dependendo da gravidade da diarreia.

Gengibre

O gengibre é um remédio natural, e também pode ser usado na sua dieta diária. Você pode mastigar um pequeno pedaço de gengibre, esmagar ou ainda misturá-lo com uma colher de chá de mel para adicionar algum sabor agradável. Certifique-se de não beber água imediatamente após o consumo desta mistura.

Frutas e vegetais

Durante uma crise de diarreias, recomenda-se evitar vegetais e frutas ricas em fibra. Também fique longe do álcool e da cafeína, até sua diarreia estar totalmente curada. O suco de maça assim como os produtos lácteos, com exceção da coalhada, também devem ser evitados, pois podem piorar a crise diarreia. Coma alimentos mais magros e saudáveis, ​​e também evite também o consumo de muita gordura. O arroz integral também pode ajudar a diminuir os sintomas, absorvendo o excesso de água, e anda adicionando volume de volta às fezes.

Mel

Caso escolha usar mel para durante o tratamento, certifique-se de utilizar mel cru. Tome uma colher de chá de mel, junto com uma pitada de pimenta em pó. Certifique-se de não beber água durante pelo menos meia hora depois de consumir essa mistura, para obter os melhores resultados.

Como prevenir a diarreia?

Algumas precauções básicas devem ser mantidas sempre em mente, inclusive evitando comer comida de rua em certos lugares e sempre lavar as mãos corretamente antes das refeições. O melhor método preventivo é o consumo de alimentos armazenados de forma correta e preparados em casa, com a maior freqüência possível.

Geralmente, a diarreia não causa muitos problemas, mas pode indicar um problema mais grave e tornar-se perigoso em alguns casos, se continuar por um longo período de tempo, particularmente porque causa muito desidratação. Consultar um médico é o primeiro passo sugerido, caso a diarreia seja acompanhada por alguns sintomas mais preocupantes como dor intensa no reto ou abdômen, sangue nas fezes, febre. Deve ter cuidado especial para a diarreia quando as crianças são os pacientes afetados.

Fonte 01

Fonte 02i

Fonte 03

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here