A angina é uma condição cardíaca que geralmente causa dor ou pressão no peito. No entanto, nem toda dor torácica e pressão são relacionadas ao coração, outras diversas causas são possíveis.

Existem três tipos de angina:

  1. Angina estável. Este é a mais comum. Ocorre quando seu coração está trabalhando mais do que o normal. A angina estável mantém um padrão regular. Geralmente é tratado durante um longo período de tempo. O tratamento inclui uma reintrodução gradual para o exercício, bem como a introdução de um programa de reabilitação cardíaca. Isso melhora a atividade do seu coração, o que ajuda a reduzir os fatores de risco que ajudam o progresso da condição.
  2. Angina instável. Esta é a mais grave. Pode acontecer mesmo se a pessoa não for fisicamente ativo. E também não segue um padrão. Tem uma duração maior que a angina estável. Descanso e remédios não ajudam nesse caso. Pode ser um aviso de um ataque cardíaco.
  3. Angina variante. Essa é a forma mais rara. Normalmente acontece durante a noite ou no início da manhã quando você está em repouso ou deitado. Os remédios podem ajudar problemas futuros.

Angina pode incomodá-lo quando você está fazendo atividades simples como caminhar, subir escadas, se exercitar ou mesmo tomando banho. Você deve ir à sala de emergência se sentir uma dor no peito que diminui com o tempo.

 

Sintomas mais comuns da angina

  • dor ou pressão no peito
  • uma transpiração intensa
  • dificuldade em recuperar a respiração após uma crise
  • dor no braço, pescoço, mandíbula ou ombro
  • náusea constante
  • fadiga (sensação excessivamente de canseira sem motivo)
  • sensação de excesso de gases ou indigestão
  • sentir uma dor que vem e vai com o tempo.

O que geralmente causa angina?

A angina é uma forma de doença cardíaca rara. É causada por bloqueios nas artérias que fornecem sangue ao seu coração. Certos fatores de risco podem aumentar as chances de ocorrer essa doença cardíaca, incluindo:

  • pressão alta
  • diabetes
  • fumar
  • ter um colesterol alto
  • o começo da menopausa em mulheres
  • um histórico familiar de doença cardíaca em uma idade jovem.

Como é diagnosticada uma angina?

Seu médico irá examinar seus sintomas e perguntará também sobre o seu histórico familiar. Para diagnosticar a doença cardíaca, seu médico pode fazer você passar por um ou mais dos seguintes testes:

  • Eletrocardiograma (EKG ou ECG). É feita colocando fios e almofadas ao seu peito. Pode detectar danos ao coração e também nas artérias. Se o teste for realizado enquanto você tiver angina, ele pode dizer se a dor está relacionada ao seu coração.
  • Teste de estresse. Envolve você caminhar em uma esteira ou tomar certos medicamentos. Na esteira, você terá os mesmos fios e almofadas ligados ao seu peito. Pode detectar quaisquer anormalidades no seu coração enquanto você está sendo fisicamente ativo.
  • Raio-X do coração. Isso fornece ao seu médico uma imagem do seu coração.
  • Cateterismo cardíaco. Durante a realização desse teste, seu médico irá inserir um tubo muito longo e fino em uma artéria em seu braço ou perna. O médico orientará o tubo para chegar ao seu coração. O seu médico irá injetar tinta preta nas artérias ao redor do coração. Esse processo é feito com uma pequena agulha inserida em uma veia no braço. Ele ou ela também fará algumas chapas de raios-X durante o procedimento para procurar bloqueios maiores.

A angina pode ser prevenida ou evitada?

A melhor maneira de prevenir angina é prevenir todas as doenças cardíacas. Se você sofre de pressão alta, diabetes e / ou colesterol alto, siga o plano de tratamento recomendado pelo seu médico. Se você fumar, pare imediatamente. Mantenha uma dieta saudável, um peso saudável e faça exercícios regulares todos os dias para evitar doenças cardíacas.

Se você já tem doença cardíaca, as etapas listadas acima são importantes para ajudar a evitar que o problema piore, e aliviar seus sintomas. Se você tem uma história familiar de doença cardíaca, fale com seu médico sobre formas de reduzir os fatores de risco antes que eles piorem.

Tratamento mais comum para a angina

A angina severa é frequentemente tratada com um medicamento chamado nitroglicerina. Em geral, a angina pode ser tratada pelo tratamento da doença cardíaca. Se algo diferente da doença cardíaca estiver causando dor no peito, seu médico recomendará o tratamento para essa condição.

Vivendo com angina

Viver com angina significa controlar seus fatores de risco. Se você tem doença cardíaca causada por condições subjacentes, siga seu plano de tratamento para conseguir levar uma vida saudável. Sempre tome seus medicamentos prescritos.

Perguntas que devem ser feitas ao seu médico

  • Quais mudanças de estilo de vida eu preciso realizar para diminuir meus sintomas?
  • É seguro para mim exercer? Como eu começo? E quando devo parar?
  • A cirurgia pode ajudar?
  • Será que o medicamento que me foi passado irá interagir com os medicamentos que já estou tomando?
  • Quais sintomas significam que minha condição está piorando?
  • A angina me coloca em risco para problemas a longo prazo? Quais?

9 Remédios caseiros surpreendentes para angina

Os remédios caseiros para angina incluem o consumo de alho, limão, manjericão, mel, uvas, cebola e frutas cítricas. É uma dor torácica, que em casos graves pode levar a ataques cardíacos ou paralisia de uma porção do corpo. A dor angina não deve ser tomada de forma casual, pois pode causar casos fatais de doenças cardíacas.

Os pacientes que sofrem de angina precisam ser extremamente cuidadosos. Os remédios caseiros ajudam no estágio inicial de curar ou relaxar a dor, no entanto, se a dor aumenta, deve-se procurar atendimento médico rapidamente. A dor no tórax (peito) e a falta de ar são os principais sintomas da angina.

9 Remédios caseiros para angina

Os outros sintomas de angina são uma sensação de engasgamento, sensação de queima no peito, aperto e peso no peito. Além desses sintomas da região do tórax, é importante lembrar que a dor de angina não se limita somente ao tórax; Ele pode se espalhar para os ombros, mandíbulas, pescoço e costas.

Os sintomas proeminentes da dor de angina são:

  • Fraqueza e entorpecimento no braço esquerdo
  • Náuseas constantes
  • Dor no peito constante
  • Desconforto no peito
  • Aperto do tórax
  • Dor que se estende até a região do pescoço e dos ombros

A angina não é uma doença em si, mas é um dos sintomas proeminentes de doença arterial coronariana. Cerca de 7 milhões de cidadãos dos sofrem de angina todos os anos. Ocorre em homens e mulheres em diferentes estágios da vida. Aqueles que são fumantes ou sofrem de diabetes, hipertensão arterial e nível de colesterol tendem a sofrer de dor de angina em algum momento do dia.

O tratamento recomendado para angina baseia-se na mudança de certas escolhas de estilo de vida, procedimentos médicos, remédios e reabilitação cardíaca. Os tratamentos domiciliares são basicamente destinados a diminuir o desconforto causado e a dor. Além disso, outro objetivo do tratamento é reduzir as chances de ataques cardíacos futuros. Mas basicamente, as mudanças nos medicamentos e estilos de vida são úteis apenas se os sintomas forem bastante leves.

No que diz respeito aos medicamentos, os nitratos são os requisitos essenciais para o tratamento eficaz da angina. Nitratos ajudam a ampliar e relaxar os vasos sanguíneos. Outro medicamento de uso comum é a nitro-glicerina. Está também disponível na forma de suplementos e adesivos para a pele. Os outros medicamentos proeminentes são o canal de cálcio e beta-bloqueadores, anti-coagulantes e inibidores da ECA.

 

Pacientes que sofrem com dor de angina precisam fazer mudanças em seus hábitos gerais de alimentação e vida. Alterações na dieta e exercícios rápidos regulares são recomendados para manterem os pacientes fortes e saudáveis. Os níveis de colesterol precisam ser controlados como uma forma de controlar a dor de angina. De acordo com o North Suburban Cardiology Group Ltd., um paciente com angina também pode se beneficiar de um programa de exercícios benéficos sob a orientação de especialistas médicos, para aliviar os sintomas e dor associada.

Remédios caseiros para a angina

Há uma série de remédios caseiros que podem ajudar a reduzir a dor da angina, e eles são explicados em maior detalhe abaixo.

Consuma Mais Vegetais

Evite o consumo de carnes gordas, uma vez que são ricas em colesterol. Da mesma forma, o consumo de produtos lácteos deve ser reduzido ao extremo. Se você adotar uma dieta com menos gordura e alimentos com menos colesterol, você pode reduzir muitos dos sintomas da angina. Além disso, coma mais vegetais! Os vegetais não só controlam a angina, mas também ajudam a manter a saúde geral.

Limão

Este é o remédio caseiro mais simples para pacientes que sofrem com a angina. Tente incluir um limão em sua comida todos os dias, nas 3 refeições. Você pode apertá-lo sobre saladas ou tomá-lo com água limpa fresca. O limão ajuda a evitar a acumulação de colesterol, evitando assim qualquer tipo de bloqueio nos vasos sanguíneos. É um impedimento natural para a angina. Os pacientes devem incluir limão em sua dieta sempre que possível.

Alho

Isso é mundialmente famoso como a melhor cura para todos os tipos de doenças cardíacas. Tomar 2-3 dentes de alho cru na parte da manhã vai ajudar muito a curar naturalmente angina durante um longo período de tempo. Como o uso de limão, o alho precisa encontrar um lugar na sua dieta diária para ser mais eficaz.

Folhas de manjericão

Popularmente conhecido na Índia como “Tulsi”, este remédio é pode ajudar eficaz de muitas maneiras. É considerada uma das curas genuínas para a angina, não apenas um tratamento para os sintomas. É melhor mastigar algumas folhas de folhas de manjericão fresco pela manhã. Se você não receber folhas frescas, faça um suco de manjericão, adicionando algumas colheres ou suco de manjericão concentrado e água morna.

Mel

O efeito do mel não pode ser subestimado como uma cura gostosa e natural à base de plantas para angina. O limão espremido em água morna com uma colher de mel, quando consumido com o estômago vazio, ajuda a limpar os vasos sanguíneos de forma eficaz e ajuda a  reduzir o acúmulo de colesterol.

 

Uvas

As uvas são bem conhecidas por fortalecer o coração. Elas ajudam a reduzir o risco de ataque cardíaco, a dor causada pela angina e aumentar a qualidade da respiração.

Cebola

O suco de cebola cru pode ser um pouco difícil de engolir, mas, se tomado pela manhã, pode ajudar a diminuir instantaneamente o seu nível de colesterol. Então, você não precisa se preocupar com colesterol ou mesmo com a angina para o resto do dia!

Frutas cítricas

Além do limão, que é rico em ácido cítrico, você também pode comer frutas como abacaxis, laranjas e uvas para lutar contra a angina diariamente. A vitamina C ajuda a gerenciar o seu nível de colesterol também.

Salsinha

A salsa foi reconhecida como um dos remédios caseiros essenciais eficazes para o tratamento da angina. Pode ser tomado sob a forma de ervas secas ou folhas frescas também. Também é aconselhável beber chá de salsa, pois tem um sabor e um aroma agradáveis, além de ser benéficos para o tratamento da angina.

Mais importante ainda, mantenha uma dieta saudável e faça sempre pequenas caminhadas regulares. Isso o ajudará a combater a dor causada pela angina. Incorporar esses remédios caseiros em uma base diária, juntamente com as atividades, certamente ajudarão a manter a dor de angina longe, para que você possa viver uma vida feliz e saudável, sem dor. Em poucas palavras, no caso de você ter angina, é essencial conhecer seus sintomas e seguir as orientações medicinais para limitar o melhor que puder.

Sobre a dor da angina

A angina é uma forma específica de dor no peito, que acontece quando o fluxo sanguíneo para o coração diminui. Isso geralmente ocorre pela obstrução parcial de uma das artérias coronárias e traz uma sensação de dorsensação de pressão ou aperto agudo no peito .

A dor da angina é parecida com a dor de um ataque cardíaco, mas a angina desaparece rapidamente e não causa o dano permanente que um ataque cardíaco é capaz de fazer. Dito isto, a angina é geralmente um sintoma de alguma outra condição cardiovascular e pode ser um precursor de um verdadeiro ataque cardíaco.

Tipos de Angina

Angina tem três tipos principais, que se diferem principalmente no que faz com que as dores no peito ocorra. Entender o tipo de angina que você tem irá ajudá-lo a determinar as maneiras de evitar a provocação de ataques.

  • Angina estável: este é o tipo mais comum relatado. Nos casos de angina estável, a dor geralmente é desencadeada pela prática de atividade física ou estresse similar. A dor geralmente ocorre durante a prática de atividade e por alguns minutos depois de já estar em repouso. O estresse emocional e refeições pesadas também foram associados a ataques de angina estável. A angina estável é um grande fator de risco para o desenvolvimento de um ataque cardíaco futuro.
  • Angina instável: Casos de angina instável não apresentam gatilhos conhecidos. Podem ocorrer enquanto estão em repouso ou inativos, e produzem uma forte e duradoura dor que é capaz de ocorrer em ondas repetidas. A angina instável é às vezes um sinal de que um ataque cardíaco está próximo e merece atenção médica imediata.
  • Angina de Prinzmetal: Esta é uma variante rara que pode acontecer quando em repouso ou mesmo durante o sono. É semelhante à angina instável, mas os dois diferem em sua causa. Anginas estáveis ​​e instáveis ​​são, em grande parte, o resultado da presença de placas ou outras obstruções nas artérias do coração.

A angina de Prinzmetal é causada pelo aperto ou estreitamento das artérias do coração. É também a única forma de angina que não vem com um risco de ataque cardíaco.

Como

Como tratar a angina em Casa

A angina é uma condição médica séria, que justifica a intervenção de um médico rapidamente. Seu médico provavelmente prescreverá um ou mais medicamentos destinados a aumentar e alargar os vasos sanguíneos, prevenir coágulos sanguíneos ou diminuir a carga sobre o coração, para reduzir a ocorrência de ataques de angina. Em alguns casos, a cirurgia pode ser necessária para restaurar melhor o fluxo sanguíneo para o coração.

A angina geralmente é causada por uma placa que se acumula nas artérias. Esta placa arterial é feita de várias substâncias, incluindo colesterol, gordura e vários produtos residuais das próprias células. Embora não existam remédios naturais que possam eliminar a dor da angina por completo, existem alguns métodos que podem ser empregados em casa para reduzir o acúmulo de colesterol e reduzir o risco de complicações posteriores.

1. Mudanças no estilo de vida

Estas são algumas das praticas mais importantes que você pode fazer para responder a sua angina. Se você é um fumante, pare se possível, pois fumar acelera o endurecimento das artérias. Evite sempre alimentos gordurosos, com muitas gorduras saturadas e (se diabéticos) para controlar o açúcar no sangue também são passos importantes. É importante evitar eventos que podem desencadear ataques de angina, como o consumo de certos alimentos. Isso pode significar evitar o esforço físico, fazer pausas frequentes ou evitar grandes refeições. Seu médico pode te passar um plano de exercícios seguros para angina, se necessário.

2. Frutas cítricas

A vitamina C ajuda o corpo a controlar os níveis de colesterol, e níveis suficientes podem retardar o acúmulo de placa arterial. As frutas cítricas ou sucos como abacaxi, limão e laranjas são grandes fontes de vitamina C .

3. Cebolas

Cebolas contêm um antioxidante chamado quercetina, uma substância que é considerada saudável para o coração. Especificamente, a quercetina está ligada à diminuição do endurecimento das artérias, pressão alta e ataques cardíacos. Como a angina pode resultar em endurecimento arterial e ataques cardíacos constantes, manter a ingestão adequada de cebola pode ser de grande ajuda. Como um bônus adicional, a quercetina também é conhecida por reduzir o desenvolvimento de cálculos biliares no corpo.

4. Cúrcuma

O colesterol é mais perigoso quando se torna oxidado dentro do corpo. Nesse estado, o colesterol é mais reativo ao tecido circundante e pode ajudar a acelerar o endurecimento arterial e outros sintomas de crescimento da placa. Nesse passo é onde a cúrcuma se torna útil. O ingrediente ativo da cúrcuma é curcumina, um antioxidante conhecido por ser reduzir o colesterol.

5. Meditar

Considerando que o estresse pode provocar ataques de angina, encontrar meios para relaxar e se acalmar são passos importantes na gestão da sua condição. Meditação, ioga ou outros meios podem ser eficazes na redução dos estressores emocionais.

6. Diminua o consumo de sódio

A hipertensão arterial pode piorar os sintomas de angina. Como o consumo excessivo de sódio pode elevar a pressão arterial, é melhor diminuir a ingestão de alimentos salgados.

7. Manjericão

Como mencionado anteriormente, a angina pode levar ao endurecimento das artérias. Também pode acontecer quando os vasos sanguíneos e as paredes arteriais se contraem e se estreitam muito. O magnésio presente no manjericão ajuda os vasos sanguíneos e as artérias a relaxar, facilitando esse sintoma específico e promovendo o fluxo sanguíneo eficiente. Além disso, o manjericão contém boas quantidades de vitamina A, que tem propriedades antioxidantes que podem ajudar a reduzir o acúmulo de colesterol.

Outras opções médicas para o tratamento da angina

Se a sua medicação e os remédios caseiros não estão fornecendo alívio esperado, seu médico pode considerar intervenções mais avançadas. As duas principais opções cirúrgicas recomendadas para a angina são angioplastia ou revascularização do miocárdio.

  • Angioplastia: Este procedimento também é chamado de “implante de stent”. Um tubo estreito é inserido através de um vaso sanguíneo e até uma das artérias coronárias. Um balão é então inserido e inflado dentro da artéria para ampliá-la e assim restaurar o fluxo sanguíneo. Às vezes, a artéria fica aberta por conta própria, por um tempo. Em outros casos, um tubo de malha chamado “stent” precisa ser colocado para manter a artéria aberta.
  • Revascularização miocárdica (CRM): Este é um procedimento um pouco mais complexo, em que uma artéria ou veia saudável é retirada de uma parte do corpo e usada para contornar um vaso sanguíneo obstruído, colapsado ou mesmo bloqueado. A cirurgia de revascularização do miocárdio cria uma rota alternativa, para que o sangue flua de forma eficiente para ou do seu coração.

A angina pode ser uma condição desconfortável, assustadora e também dolorosa para se conviver, mas também é uma que pode ser tratada. Manter um estilo de vida saudável e seguir as instruções do seu médico são os principais passos para melhorar a saúde do seu coração e a qualidade de vida.

Recursos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here