Como se livrar do odor vaginal

O odor vaginal é um tópico que não só é embaraçoso discutir para muitos, mas é simplesmente embaraçoso viver com quem pode estar experimentando. Muitas vezes, é o resultado de uma infecção vaginal por fermento, mas isso nem sempre é o caso – e é por isso que é importante encontrar a causa raiz.

Ter uma vagina saudável é extremamente importante para a saúde geral, partos saudáveis ​​e casamentos saudáveis, e o odor vaginal pode ser um sinal de que pode haver um problema de saúde em jogo. Como isso afeta a auto-estima da mulher é outro efeito colateral, para não mencionar como isso pode afetar seu relacionamento com seu outro significativo devido ao impacto que pode ter em sua vida sexual. Embora existam muitas causas, a maior parte do tempo pode ser resolvido através de remédios naturais. Mas de onde vem esse cheiro vaginal incrivelmente desconfortável, e o que é, em primeiro lugar?

Odor e mau cheiro vaginal - Como se livrar e causas

O odor vaginal é definido como qualquer odor que se origina na vagina. É normal que a sua vagina tenha um leve odor, dado que é uma abertura para o interior do corpo, mas um forte odor vaginal, como um odor vaginal constante, pode indicar um problema maior e deve ser verificado com o seu médico.

O odor vaginal anormal geralmente está associado a outros sinais e sintomas vaginais, tais como comichão, queimação ou irritação. Muitas vezes, há odor e descarga vaginal ao mesmo tempo. Felizmente, existem maneiras naturais de cuidar do odor vaginal, como vinagre de maçã, bicarbonato de sódio, probióticos, óleo da árvore do chá e mais do que eu trate abaixo.

 

Top 10 maneiras de se livrar do odor vaginal

O odor vaginal é muitas vezes mais visível logo após o sexo e pode variar ao longo do ciclo menstrual. A transpiração normal também pode causar um odor vaginal. Muitas vezes, é onde a ideia de usar vagabundos cremes vaginais e outros produtos de tipo desodorante vaginal vem à mente, mas esses produtos podem realmente aumentar a irritação e outros sintomas vaginais devido à sua lista de ingredientes preenchidos com químicos. (1)

Em vez de passar vergonha e outros produtos de higiene feminina potencialmente tóxicos, experimente os seguintes remédios naturais.

1. Vinagre de maçã e cidra

O vinagre de cidra de maçã contém incríveis propriedades antibacterianas e anti-sépticas que podem ajudar a combater o odor vaginal. (2) Tomar um banho com vinagre de maçã pode ajudar a combater as toxinas e as bactérias que causam odor vaginal enquanto restaura a qualidade ácida da flora vaginal. Tente beber um copo de água misturado com uma ou duas colheres de sopa de vinagre de maçã diariamente.

2. Bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio pode ser usado para equilibrar o nível de pH em seu corpo. Quando o nível de pH está em equilíbrio, o problema do odor vaginal irá se dissipar, o que significa que você pode adicionar desodorante natural à lista de uso de bicarbonato de sódio. (3)

Você pode simplesmente adicionar meia xícara de bicarbonato de sódio à sua água do banho e absorver por cerca de 15 a 20 minutos. Então, secar completamente seu corpo antes de colocar sua roupa. Certifique-se de não permitir que a umidade fique nas dobras ou na área da virilha do corpo.

3. Probióticos

Adoramos os probióticos, pois podem ajudar a manter o intestino saudável, mas você sabia que os probióticos podem fazer maravilhas para o odor vaginal? Miso, kimchi, chucrute, iogurte e kefir são ótimas opções. O iogurte probiótico, por exemplo, é rico em bactérias lactobacillus, o que ajuda a combater a infecção pelo candida, uma causa comum de odor vaginal. Também ajuda a restaurar o nível normal de pH vaginal, que pode remover o odor vaginal. (4)

4. Vinagre branco e sal marinho

Enquanto o vinagre de cidra de maçã parece ter toda a glória quando se trata de remédios caseiros, não esqueçamos o vinagre branco. O vinagre branco pode ajudar a neutralizar odores, quebrando proteínas de odor, e um banho de vinagre branco pode ajudar a eliminar o odor vaginal e ajudar a restaurar os níveis de pH na vagina. (5)

Apenas uma meia xícara de vinagre branco e sal marinho em água de banho morna várias vezes por semana pode fazer o truque.

5. Óleo da árvore do chá

O óleo da árvore do chá contém fortes propriedades antifúngicas, além de ser um ótimo anti-séptico. Essas características ajudam a se livrar das bactérias que podem contribuir para o problema do odor e do desconforto vaginal. (6)

Adicione algumas gotas combinadas com água e avelã em uma almofada de algodão e depois aplicá-la à área afetada diariamente pode fazer uma grande diferença. Certifique-se de diluir com a água e a avelã, uma vez que o óleo da árvore do chá pode causar alguma sensibilidade inicial na área da virilha.

6. Alho

Pode parecer estranho, mas o alho é conhecido por suas propriedades antimicrobianas e antifúngicas. É um antibiótico natural que pode ser apenas o remédio para infecções vaginais, bem como o odor vaginal. As propriedades antifúngicas que contém o alho podem ajudar a combater uma infecção por fermento, que, por sua vez, se livra de bactérias ruins. (7)

Apenas incorpore o alho na forma crua ou cozida, diariamente, nas suas refeições. O alho está disponível em forma de cápsula em sua loja de alimentos saudáveis, ou você pode comer um ou dois dentes de alho crus com o estômago vazio com um copo de água morna.

7. Frutas e vegetais frescos

Frescos, orgânicos, frutas inteiras e vegetais são sempre fundamentais para um corpo saudável e suportam a saúde vaginal devido às inúmeras vitaminas e minerais que eles contêm. Sabemos que a vitamina C, encontrada em frutas cítricas, goiaba, morangos, kiwi e pimentas verdes e vermelhas, é um reforço do sistema imunológico. (8)

Os vegetais frondosos sempre devem ser consumidos em abundância, pois ajudam na circulação e impedem a secura vaginal. Coma abundância de espinafre, couve, repolho, salada, açougueiro suiço, couve e outros vegetais frondosos, incluí-los em suas saladas e batidos. O abacate estimula a saúde vaginal e também ajuda com a libido porque contém vitamina B6 e potássio, que suporta paredes vaginais saudáveis, reduzindo os riscos de infecção e crescimento bacteriano. (9)

8. Nozes e Sementes

A adição de nozes à sua nutrição diária ajuda a prevenir a secura vaginal porque eles contêm vitamina E. Procure sementes de girassol, amêndoas, nozes e avelãs. Amêndoas e sementes de abóbora também são ricas em zinco, o que ajuda a regular o ciclo menstrual, reduzir a coceira e outros sintomas de secura que podem causar crescimento bacteriano e odor. (10)

A linhaça de linhaça é um superalimento rico em fitoestrógenos e ácidos graxos ômega-3, que ajuda a aumentar os níveis de estrogênio e pode parar a secura vaginal.

9. Água

Não posso enfatizar o quanto é importante a água nisso tudo. As membranas mucosas da vagina precisam de água para funcionar corretamente, de modo que permaneçam bem hidratadas. A água ajuda a lubrificar sua vagina naturalmente, o que ajuda a diminuir os cheiros vaginais. (11)

10.  Extrato de Neem

A casca de Neem possui propriedades antifúngicas, antivirais e antibacterianas bastante fenomenais que ajudam a suportar a flora intestinal equilibrada enquanto combate a infecção por fungos, como a candida. Na verdade, estudos in vitro mostraram eficácia contra infecções, como gonorreia, clamídia e herpes, em mulheres sexualmente ativas que tomaram extrato de óleo de neem na forma de comprimido. Isto é devido à possível produção de anticorpos melhorados e porque as formas de neem podem promover a resposta imune de células brancas do sangue, desencadeando-as – e, portanto, matam invasores bacterianos. (12)

Formas simples de ajudar sua vagina a cheirar bem

1. Use roupas soltas e roupas íntimas de algodão

Ao usar roupas apertadas, ele pode restringir o fluxo de ar, causando a acumulação de umidade. A roupa solta e a roupa interior de algodão podem ajudar a aumentar o fluxo de ar para a virilha e ajudar a prevenir a umidade na área. Alterar sua calcinha a cada 12 horas também é útil. Isso evita o crescimento adicional de bactérias que pode ocorrer se a área for mantida em um ambiente insalubre.

2. Mude sua roupa depois de exercitar

Uma virilha suada, também conhecida como uma virilha suada, pode deixá-lo sentir e cheirar desagradável. Não passe a roupa suada. Este é um terreno fértil para bactérias! Também pode ajudar se você lava a área da virilha, depois secar a área, antes de vestir roupas frescas.

3. Perder Peso Se Necessário

Embora pareça irrelevante, o peso extra pode causar sudorese extra, mesmo na área vaginal. Conforme mencionado acima, esta umidade extra pode causar a formação de bactérias, o que pode causar odor vaginal. Escolher um estilo de vida saudável de comer limpa e exercícios regulares pode fazer uma grande diferença em quanto de suor você produz.

4. Evite cremes muito fortes!

Nossos corpos foram projetados para cuidar da maioria dos problemas. Quando você usa algo muito forte, você remove bactérias saudáveis ​​na vagina que você precisa para ajudar a prevenir a infecção. Além disso, os produtos de chuveiro contêm muitos produtos químicos que podem causar acumulação de tóxicos no organismo.

5. Não use pulverizadores femininos

Os sprays femininos são uma armadilha de marketing! Esses sprays podem causar irritação e possivelmente uma reação alérgica. Nossos corpos não conseguem quebrar os produtos químicos que atravessam a pele. Na verdade, a pele absorve esses produtos químicos muito rapidamente por causa da natureza fina da pele. Os produtos químicos então dirigem para a direita na corrente sanguínea. A vagina é feita para se purificar naturalmente, de modo que interferir com o processo é mais provável que cause maiores problemas para você. (13)

6. Evite certos alimentos

Existem inúmeros alimentos que afetam o pH do corpo, e quando isso acontece, aumenta a inflamação e o crescimento bacteriano. A cândida é uma infecção comum que pode facilmente inflamar-se através da ingestão de certos alimentos, principalmente de alimentos açucarados, uma vez que o fermento prospera em um ambiente açucarado. Os alimentos que são os melhores para evitar se você tem odores vaginais e infecções incluem açúcar, álcool e produtos de trigo. Em geral, evite alimentos processados ​​e ricos em açúcar, e coma muitas frutas e vegetais frescos e orgânicos.

Causas do Odor Vaginal

As causas de odor vaginal ainda estão sendo estudadas, mas sabemos que há muitas coisas que podem causar odor vaginal. No entanto, o odor vaginal problemático é tipicamente combinado com outros sintomas, tais como coceira, queimação, irritação ou vermelhidão.

Geralmente, se você tem odor vaginal sem alguns desses outros sintomas vaginais, é improvável que seu odor vaginal seja anormal. As infecções por clamídia, gonorreia e leveduras geralmente não causam odores vaginais – no entanto, vamos rever as possíveis causas.

1. Vaginose bacteriana

A causa mais comum de odor vaginal é a vaginose bacteriana. A vaginose bacteriana é um crescimento excessivo de bactérias vaginais que ocorrem normalmente. Tem uma alta taxa de recorrência, afetando quase 30 por cento das mulheres que estão em seus anos de reprodução, e está associada a aborto espontâneo, nascimento antecipado, bem como ao aumento do risco de adquirir outras infecções sexualmente transmissíveis. Um dos maiores indicadores de vaginose bacteriana é um odor de “peixe”.

Um estudo realizado na Virginia Commonwealth University como parte do Projeto Vaginal Microbiome foi projetado para investigar as relações entre a composição da microbiota humana, dieta e estado de saúde. Os visitantes das clínicas ambulatoriais da Virginia Commonwealth University matriculados no estudo centraram-se na compreensão da estrutura comum na microflora vaginal e para identificar as diferenças devido ao desequilíbrio bacteriano e à inflamação causada pela vaginose bacteriana. Esta inflamação ainda está sendo estudada, especialmente porque não há motivos conhecidos para o fato de se desenvolver, mas parece que certas atividades, como relações sexuais desprotegidas frequentes, podem colocar uma mulher em maior risco dessa condição. (14, 15)

2. Tricomoníase

Tricomoníase é outra causa comum de odor vaginal e é uma infecção sexualmente transmissível. Na verdade, é a DST não-viral mais comum do mundo. (16) A tricomoníase é causada por um parasita e pode provocar uma descarga vaginal cheirosa, coceira genital e micção dolorosa. Embora os homens possam ter tricomoníase, geralmente não apresentam sintomas.

A tricomoníase pode afetar mulheres grávidas, fazendo com que eles estejam em maior risco de ter seus bebês prematuramente. Se você suspeita de uma infecção por tricomoníase, você e seu parceiro devem ser tratados. Usar os preservativos corretamente sempre que você faz sexo pode ajudar a reduzir o risco de infecção.

3. Alterações hormonais

A Universidade da Califórnia em Berkeley relata que as secreções vaginais durante a menstruação e entre a ovulação e seu próximo período podem ter um odor mais desagradável do que durante outras partes do ciclo. A menopausa pode ser uma causa hormonal potencial devido a níveis reduzidos de estrogênio, fazendo com que o tecido vaginal se dilua e se torne menos ácida. Muitas mulheres que sofrem menopausa podem notar uma descarga vaginal mal-humorada e aquosa. (17)

4. Fraca Higiene e Suor

Não deve ser uma surpresa que a falta de higiene seja uma causa de odor vaginal. Uma área de virilha suada pode definitivamente produzir esse cheiro embaraçoso. Pode parecer óbvio, mas cientificamente, o motivo disso é que os órgãos genitais externos possuem glândulas especiais chamadas glândulas sudoríparas apócrinas, que também são encontradas nas axilas, mamilos, canais auditivos, pálpebras e asas das narinas. Estas glândulas secretam um líquido oleoso que é metabolizado por bactérias em sua pele, produzindo um cheiro notável.

Usar roupas apertadas ou estar com excesso de peso pode criar um problema maior através da captura de suor e bactérias na pele ou nas dobras da pele para aqueles que podem ter excesso de peso.

5. Absorvente ou tampão esquecido

Isso quase cai na categoria de higiene pobre e pode parecer bizarro, mas esse problema é mais comum do que você pensa. A consciência é crucial para se cuidar bem, mas é claro que o acúmulo de sangue e bactérias menstruais pode levar a irritação, coceira e uma descarga forte e desagradável. Se você se encontra nesta situação, um ginecologista pode remover com segurança o tampão e tratar qualquer possível infecção. Certifique-se de tomar os cuidados apropriados necessários.

6. Foi algo que eu comi?

Há uma série de alimentos que podem causar odor vaginal. Provavelmente um dos odores mais comuns na área vaginal que reconhecemos dos alimentos provém de espargos ricos em nutrientes. Sim, é verdade que o que você teve para jantar pode afetar o odor vaginal, semelhante a como ele afeta outras partes do seu corpo, como as axilas, o couro cabeludo, a boca e os pés.

Pesquisas mostram que alimentos com aromas fortes como pimenta, alho, cebola, queijo azul, repolho, espargos, peixe e brócolis tendem a ter o maior impacto. Isso pode ser uma solução fácil, simplesmente eliminando esse alimento e vendo se o odor desaparece. (18)

Riscos de odor vaginal

Muitos desses remédios caseiros podem cuidar do problema, mas seja cauteloso ao usar quaisquer óleos essenciais ou outros métodos que você não tenha usado antes, especialmente se você está grávida, amamentando ou tomando medicamentos.

Embora menos comum, pode ocorrer o odor vaginal anormal da fístula rectovaginal, que é uma abertura anormal entre o reto e a vagina que pode permitir que as fezes vazem na vagina. Se você acha que tem fístula rectovaginal, câncer cervical ou câncer vaginal, consulte seu médico. É importante notar que o odor vaginal pode ser um sinal de câncer cervical ou vaginal.

Pensamentos finais sobre odor vaginal

O odor vaginal é definido como qualquer odor que se origina na vagina. É normal que a sua vagina tenha um leve odor, dado que é uma abertura para o interior do corpo, mas um forte odor vaginal, como um odor vaginal suspeito, pode indicar um problema maior e deve ser verificado com o seu médico.
Os 10 melhores remédios naturais para o odor vaginal incluem vinagre de maçã, bicarbonato de sódio, probióticos, vinagre branco e sal marinho, óleo de árvore de chá, alho, frutas e vegetais frescos, nozes e sementes, água e extrato de casca de neem.

Algumas outras dicas para ajudar a sua vagina a cheirar bem incluem vestindo roupas soltas e roupas íntimas de algodão, mudando suas roupas depois de se exercitar, perdendo peso, se necessário, evitando a ducha, abandonando sprays femininos e evitando certos alimentos.
Algumas causas comuns de odor vaginal incluem vaginose bacteriana, tricomoníase, alterações hormonais, falta de higiene e transpiração, tampão retido ou esquecido e certos alimentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here