Benefícios do óleo de magnésio – do desempenho esportivo ao alívio da enxaqueca

Um elemento abundante em nosso planeta, o magnésio também está presente em todos os órgãos do corpo humano. Na verdade, é considerado um mineral vital para mais de 300 reações bioquímicas que regulam nossa saúde e bem-estar. Mas, infelizmente, muitos de nós simplesmente não recebemos bastante magnésio em nossos corpos até o ponto em que, inconscientemente, sofremos uma deficiência de magnésio.

Óleo de magnésio - 7 Benefícios e Indicações

Em um relatório da Organização Mundial da Saúde, verificou-se que os níveis de ingestão de magnésio são variados em pessoas de todo o mundo e que menos de 60% dos homens e mulheres adultos conheciam os valores de adequados de magnésio. Francamente, também não estamos recebendo tanto em nossas dietas graças à filtragem de água e à diminuição dos minerais no solo por causa do uso de pesticidas.

Portanto, enquanto também é encontrado em água potável não filtrada, é fundamental consumir alimentos ricos em magnésio como produtos lácteos, vegetais, grãos, frutas e nozes. E outra maneira fundamental de obter mais magnésio em seu corpo? Óleo de magnésio.

Apesar do seu nome, o óleo de magnésio não é realmente um óleo. O nome se originou devido à textura oleosa quando os flocos de cloreto de magnésio são misturados com água. Existem muitas formas de óleo disponíveis para compra on-line que apresentam várias dosagens e minerais adicionados, mas também é muito fácil de fazer em casa.

Um antigo remédio caseiro para uma série de doenças diárias, o magnésio, mais notavelmente, foi creditado com diminuição do estresse, sustentando uma sensação de bem-estar e melhorando o sono. Ultimamente, estudos mostram que o magnésio também pode aumentar os níveis de desempenho, melhorar a qualidade da pele e até mesmo ajudar a hipertensão e diabetes.

Antecedentes do óleo de magnésio

Os íons de magnésio no corpo são mais comumente encontrados nos ossos, mas também são elementos importantes em enzimas que ajudam a quebrar os alimentos que comemos em energia. O magnésio é um auxiliar em tantos processos corporais diferentes, às vezes é a chave para desbloquear os benefícios em terapias e remédios que não parecem estar funcionando.

O magnésio tem um papel na síntese de moléculas essenciais como DNA, RNA e proteínas. Nos ossos, membranas celulares e cromossomos, o magnésio compõe uma grande parte da base estrutural. O magnésio também desempenha grande parte nas reações e interações de nutrientes, ajudando a alcançar a absorção e o equilíbrio no corpo.

É importante notar que o magnésio é a chave para a absorção de cálcio. Estes dois trabalham em um relacionamento muito especial entre si no corpo, pois se você tem uma deficiência ou desequilíbrio de cálcio, então também pode ter uma deficiência de magnésio. Muitas vezes, uma deficiência de magnésio pode ser um precursor de problemas de cálcio posteriores, devido a isso afetar a absorção de cálcio! Esta relação é a razão pela qual as fontes de cálcio são as mais eficazes quando comidas com alimentos ricos em magnésio.

A deficiência de magnésio tem uma série de efeitos negativos e tem sido associada a:

  • Hipertensão e doenças cardiovasculares
  • Doença cardíaca coronária
  • Síndrome metabólica
  • Acidente vascular encefálico
  • Osteoporose
  • Diminuição da sensibilidade à insulina
  • Asma
  • Migrações e dores de cabeça
  • Inflamação
  • Problemas com o revestimento interno dos vasos sanguíneos (disfunção endotelial)
  • Deterioração do desempenho do exercício
  • Problemas gastrointestinais

O que é óleo de magnésio?

Pessoas antigas, os chamados minerais antigos para terapias tópicas e transdérmicas durante séculos, com pouco conhecimento da ciência por trás do processo. Estes incluíam banhos minerais, compressas de ervas, pacotes de lama e lodagens de vapor e suor.

Sabemos agora quão benéficas podem ser terapias transdérmicas na cura e no bem-estar. Neste caso, a aplicação transdérmica de magnésio ajuda a prevenir efeitos colaterais e pode trabalhar de forma mais rápida e eficaz.

Verificou-se que o magnésio, apesar de estar disponível em muitas fontes dietéticas, não é melhor absorvido por via oral. O magnésio tomado por via oral é afetado por uma série de elementos no intestino e também pode atuar como um laxante, o que reduz a quantidade de tempo que o mineral pode ser absorvido no corpo.

As injeções de magnésio são comumente usadas para ataques cardíacos e derrames, mas a melhor maneira de aumentar regularmente os níveis é o uso de magnésio de forma transdérmica. Alguns especialistas em saúde começaram a chamar a aplicação tópica de magnésio, a terapia de magnésio transdérmico (TMT).

Em um estudo de magnésio na primavera de 2010, pacientes que usaram terapia de magnésio transdérmico viram aumentos em seus níveis celulares de magnésio após 12 semanas de uso de pulverizações e molhos de magnésio. O aumento médio em 12 semanas foi de 25,2%, o que considero muito impressionante.

O RDA (quantidade diária recomendada) de magnésio é de cerca de 300 miligramas por dia, mas o Office of Dietary Supplements recomenda níveis ideais de 400-420 miligramas para homens e 310-320 miligramas para mulheres diariamente. Nossas dietas atuais estão fornecendo, em média, menos de 250 miligramas por dia. O uso de óleo de magnésio para complementar esta deficiência é a maneira mais fácil e eficaz.

7 Benefícios do óleo de magnésio

1. Desempenho esportivo e recuperação de exercícios

Os atletas precisam de níveis adequados de magnésio para realizar o seu melhor. Estudos de magnésio mostraram que o exercício redistribui o magnésio em todo o corpo e pode afetar negativamente o desempenho físico. Atletas como ginastas e lutadores que dependem do controle de peso podem ser os mais afetados.

Indivíduos deficiente em magnésio podem encontrar efeitos benéficos sobre o desempenho do exercício quando os suplementos de magnésio são introduzidos. O óleo de magnésio é também um relaxante muscular natural, e aplicações para músculos doloridos e articulações também podem proporcionar dor e alívio da dor.

2. Alívio da Enxaqueca

Os doentes com enxaqueca têm níveis mais baixos de magnésio intracelular durante ataques agudos de enxaqueca. Baixos níveis de magnésio afetam uma série de receptores relacionados e neurotransmissores que causam enxaquecas. Estudos também mostraram que o suplemento regular de magnésio pode reduzir a frequência de enxaquecas.

3. Cuidados com a pele

Em estudos sobre o uso de óleo de magnésio, o magnésio demonstrou separar diferentes gorduras e óleos e, portanto, pode ajudar a reduzir a gordura da pele. Os benefícios do magnésio também incluem as habilidades de alívio do estresse, que podem ajudar a reduzir as irritações da pele relacionadas ao estresse, como acne e rosácea.

4. Regulação da diabetes

A diabetes mal controlada resulta em uma grande excreção de glicose na urina, que, por sua vez, esgota os níveis de magnésio e tem implicações importantes na resistência à insulina. Os níveis adequados de magnésio são incrivelmente importantes nos pacientes com diabetes, uma vez que a resistência à insulina pode resultar em grandes problemas na tentativa de controle do diabetes mellitus.

5. Regular a hipertensão

A suplementação de magnésio mostrou oferecer pequenas diminuições na pressão arterial em pacientes com hipertensão. Há uma série de fatores adicionais que afetam a pressão arterial nesses indivíduos, mas os estudos concluem que o suplemento de magnésio diminui a pressão arterial.

6. Alívio do estresse e bem-estar geral

O magnésio tem sido conhecido por sua capacidade de aliviar o estresse, pois geralmente é desperdiçado por urina em tempos de coação. Ele ajuda a ajudar uma série de processos neurológicos e fisiológicos quando o corpo está sob estresse, portanto manter níveis suficientes ajudará a equilibrar os hormônios naturalmente.

7. Melhoria do sono

O magnésio funciona como um relaxante muscular natural, razão pela qual muitas pessoas o juram para ajudar com problemas de sono. O magnésio ajuda você a dormir por causa da sua capacidade mineral para relaxar os receptores GABA no cérebro e no sistema nervoso, o que ajuda a promover uma “desaceleração” que você precisa para dormir.

A suplementação de magnésio também mostrou proporcionar benefícios, tais como:

  • Cuidados para prevenir convulsões para gestantes com pré-eclâmpsia ou eclampsia
  • Proteção contra danos cerebrais em prematuros
  • Ajuda com doenças matinais em mulheres grávidas
  • Equilíbrio hormonal
  • Reduzindo os sintomas de TPM
  • Ajude a prevenir a osteoporose

Como usar o óleo de magnésio

Recomenda-se que, uma vez que comece a usar óleo de magnésio, continue fazendo isso diariamente, aplicando mais à medida que se sente confortável. Pode levar tempo para aumentar drasticamente os níveis de magnésio, por isso é importante manter as aplicações regulares. Acompanhe seu bem-estar e doenças antes de iniciar suas aplicações regulares para ver como o magnésio está afetando você e se você precisa mudar sua dosagem.

Spray: Pulverizar óleo de magnésio diretamente na pele é a aplicação mais comum do mineral. É melhor aplicar depois de um banho, quando a pele está limpa de loções ou outros óleos. Após a pulverização, o óleo de magnésio deve ser completamente esfregado e deixado para absorver por cerca de 30 minutos. Dependendo da sua preferência, você pode tomar banho ou limpar para eliminar qualquer resíduo.

As primeiras vezes aplicando pulverização de magnésio podem resultar em formigas desconfortáveis. Essa sensação deve se dissipar quanto mais você a usar.

Massagem: a massagem promove o fluxo sanguíneo e, em última instância, maximizará a absorção de óleo de magnésio. O óleo de magnésio é usado pelo corpo principalmente na área de aplicação, de modo que cãibras musculares e dor podem ser aliviadas usando massagem e óleo de magnésio como tratamento.

Esfregue os óleos essenciais como o óleo de inverno pode ser adicionado ao óleo de magnésio para criar um óleo de massagem mais potente para massagens esportivas.

Alguns usuários dizem que a aplicação direta de óleo de magnésio pode criar uma sensação de formigamento ou picada que eles não gostam, então imergir em cloreto de magnésio diluído em um banho quente pode ser uma ótima alternativa. O uso de óleos essenciais para adicionar um aroma agradável também é comum.

Passar nos pés: semelhante a um banho, a remoção de pés ou pernas em água morna com cloreto de magnésio pode ajudar a proporcionar benefícios a áreas específicas.

Desodorante: os sais minerais têm sido usados ​​por muitos anos como um bloqueador de odor natural. O óleo de magnésio também funcionará como desodorante não tóxico. Certifique-se de não aplicar o óleo de magnésio a pele raspada, pois isso causará irritação.

Receita para fazer seu próprio óleo de magnésio

Ingredientes:

½ xícara de flocos de cloreto de magnésio
½ xícara de água filtrada

Instruções:

Levar a água a ferver. Desligue o fogo e misture os flocos até dissolver. Quando fresco, transfira para um frasco de spray de vidro.

Receita de desodorante de óleo de magnésio:

1 copo de óleo de magnésio
10-15 gotas do seu óleo essencial preferido

Instruções:

Misture os ingredientes e adicione à garrafa de pulverização. Pulverizar as axilas, conforme necessário. Deixe secar.

Potenciais efeitos colaterais do óleo de magnésio

Para certas pessoas com doenças ou sensibilidades existentes, elas podem experimentar efeitos colaterais de óleo de magnésio. Por exemplo, indivíduos com pressão arterial baixa devem usar óleo de magnésio com cautela. Comece com uma pequena quantidade e tempo de absorção curto. A hipotensão pode ser facilmente afetada pela ingestão de sal, mudança de dieta e medicação, bem como suplementos, por isso é importante ter cuidado.

Se você está tomando uma medicação anti-ansiedade, os suplementos de magnésio podem superar o sistema nervoso hiperativo. Se parece que você está se tornando muito relaxado ao combinar medicamentos de magnésio e anti-ansiedade, é melhor eliminar o magnésio.

Indivíduos com pele sensível devem testar uma forma muito diluída de óleo de magnésio na pele antes de aplicarem todo o corpo. Isso pode ser feito adicionando mais água à solução. A experiência habitual dos usuários de formigas pode ser piorada e irritar a pele para aqueles que têm sensibilidade e problemas da pele existentes.

Indivíduos com insuficiência renal e função renal limitada também devem ser cautelosos e consultar seu médico antes de iniciar a suplementação de magnésio. Qualquer medicamento de prescrição deve ser verificado para garantir que não haja reação adversa quando tomado com magnésio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here