Efeitos colaterais da vitamina B3 / Niacina, Benefícios e alimentos 

A vitamina B3, também chamada de niacina e niacinamida, é uma importante vitamina hidrossolúvel que pode ser encontrada em muitos alimentos comuns, incluindo certos tipos de carne de órgãos, atum, sementes, cogumelos e outros.

A Niacina faz parte do complexo de vitamina B, juntamente com outras vitaminas do grupo B, incluindo Vitamina B1 (tiamina), Vitamina B2 (Riboflavina) e muito mais.

Vitamina B3 - Niacina: Benefícios, efeitos colaterais e alimentos ricos

A vitamina B3, geralmente denominada niacina, você come em três formas: ácido nicotínico, Niacinamida e Inositol Hexaniacinato. A vitamina B3 da niacina foi estudada extensivamente e mostra resultados positivos que tratam uma ampla gama de muitos problemas de saúde comuns.

A niacina é uma vitamina importante para a manutenção de um sistema cardiovascular saudável e metabolismo – especialmente o equilíbrio dos níveis sanguíneos. Além disso, a niacina ajuda com a função cerebral, a formação e manutenção de uma pele saudável e até mesmo prevenir ou tratar diabetes. (1)

 

No entanto, de acordo com estudos recentes, existem certos efeitos colaterais conhecidos que podem ocorrer ao tomar medicamentos ou suplementos contendo niacina em doses elevadas. Os efeitos colaterais da niacina comuns são dores de cabeça, tonturas, pressão arterial baixa e muito mais. Continue lendo para obter uma lista completa de possíveis efeitos colaterais, benefícios, fontes e sinais de deficiência.

Efeitos colaterais da Niacina, Interações e Preocupações

Estudos realizados até à data examinaram a eficácia, a segurança, os efeitos adversos e as propriedades farmacológicas da niacina. Enquanto neste momento ainda há pesquisas mais formais necessárias para tirar conclusões definitivas, estudos iniciais apontaram para o fato de que a niacina pode ser difícil de tolerar para algumas pessoas, resultando em certos efeitos colaterais da niacina indesejados.

Ao pesar os atributos positivos de tomar a niacina com o potencial de pacientes com efeitos colaterais de niacina, apresentam evidências favoráveis ​​de que a niacina, isolada ou combinada com outras drogas ou suplementos, tem efeitos favoráveis, especialmente no tratamento de doenças cardiovasculares. (2)

No entanto, devido à variedade incomum de possíveis efeitos colaterais, os médicos recomendam que você seja tomado com cuidado e com as instruções do seu médico junto com a monitoração ao tomar qualquer tipo de alta dose.

Os efeitos secundários de Niacina mais comuns

Se você está comendo alimentos ricos em niacina, as chances de experimentar efeitos colaterais são muito escassas. No entanto, é possível experimentar efeitos colaterais de niacina ao tomar suplementos, especialmente se você tem altas doses. Os seguintes efeitos colaterais da niacina parecem ocorrer com maior frequência em pessoas que estão tomando suplementos com altas doses e que possuem condições médicas pré-conhecidas:

  • Náuseas ou vômitos
  • Reações cutâneas, erupção cutânea
  • Dores de cabeça
  • Tontura
  • Reações alérgicas: suplementos de niacina podem causar alergias porque alguns contêm histaminas, produtos químicos que desencadeiam sintomas alérgicos a serem liberados
  • Problemas cardíacos: altas doses de niacina podem aumentar o risco de batimentos cardíacos irregulares
  • Diabetes: Niacina e niacinamida podem aumentar o nível de açúcar no sangue. Pessoas com diabetes que tomam niacina ou niacinamida devem verificar cuidadosamente o nível de açúcar no sangue.
  • Sintomas de vesícula biliar ou hepática piorados
  • Sintomas de gota agravada.
  • Pressão arterial baixa
  • Úlceras estomacais ou intestinais
  • Problemas após a cirurgia controlando os níveis de açúcar no sangue

Os medicamentos que contêm niacina em altas doses podem causar sintomas desconfortáveis ​​relacionados à dor muscular, distúrbios digestivos e inflamação da pele. Em um estudo recente, alguns pacientes relataram efeitos colaterais de niacina, incluindo problemas digestivos, como diarréia e úlceras. (3) Outros estudos mostraram que certas pessoas são propensas a sofrer danos musculares, gota, erupções cutâneas, ulcerações cutâneas e outros problemas sérios relacionados à pele ao tomar doses elevadas de niacina com vitamina B3. (4)

E os pesquisadores pensam que a niacina pode até ter o potencial de aumentar o risco de diabetes em certos casos. Se você está tomando algum medicamento ou suplemento diário e experimentando quaisquer efeitos colaterais negativos, fale com seu médico sobre se sua medicação pode ser necessária e continue com o tratamento ou tente outra abordagem.

Dito isto, a niacina tem muitos benefícios úteis e ainda é comumente prescrita hoje apesar da possibilidade de experimentar certos efeitos colaterais da niacina. (5)

Há evidências de que a niacina pode ajudar a diminuir o risco de desenvolver doenças neurodegenerativas, incluindo doença de Alzheimer, perda de memória, distúrbios oculares, como cataratas, acne e riscos de pele, osteoartrite, problemas de circulação, dor de cabeça de enxaqueca, tonturas e distúrbios de aprendizagem como o TDAH.

Sinais e Sintomas de Deficiência de Niacina Vitamina B3

A deficiência de niacina na dieta é incomum em países desenvolvidos onde a desnutrição não é comumente vista. Os sintomas clínicos de uma deficiência de niacina com vitamina B3 geralmente são classificados como “3 D’s”: dermatite (erupções cutâneas), diarréia ou demência.

O diagnóstico geralmente é clínico, e a suplementação dietética com altas doses de niacina geralmente é bem sucedida é a resolução de sintomas.

Quando uma deficiência de niacina com vitamina B3 é vista, os seguintes são sinais e sintomas:

  • Pelagra – caracterizada por inflamação da pele, alucinações, angústia digestiva. Normalmente ocorre em pessoas malnutridas ou com alcoolismo e podem incluir erupção cutânea, estomatite, diarreia e problemas mentais
  • Inchaço da membrana mucosa – os sintomas que afetam a boca, a vagina e a língua da uretra podem causar dor na boca, aumento da salivação e edema da língua e úlceras
  • Os sintomas da pele incluem vários tipos de lesões
  • Distúrbios gastrointestinais (digestivos) – sintomas incluem queima na faringe e esôfago, desconforto abdominal, constipação, náuseas, vômitos e diarreia
  • Insuficiência cerebral e consciência prejudicial a psicose, declínio cognitivo (demência), desorientação, confusão, depressão, mania ou paranóia.

Benefícios para a saúde da vitamina B3 / Niacina

Embora existam alguns efeitos colaterais de niacina conhecidos que poderiam ser perigosos, há também muitos benefícios para tomar a niacina e consumir alimentos ricos em niacina.

1. Melhora os níveis de colesterol

A vitamina N3 da vitamina B é considerada uma opção de tratamento importante para ajudar a reduzir níveis perigosamente elevados de colesterol. A Niacina provou reduzir o risco de doença cardiovascular em pacientes com dislipidemia mista. A dislipidemia é uma elevação do colesterol plasmático, triglicerídeos ou ambos.

Em estudos, o complemento com niacina mostrou ser muito benéfico para aqueles que têm um risco aumentado de ataque cardíaco, acidente vascular cerebral ou outras formas de doença cardíaca devido ao alto nível de colesterol LDL (o tipo “ruim” de colesterol) baixos níveis de colesterol HDL (o tipo “bom”) e níveis elevados de triglicerídeos. (6)

Vários estudos mostraram que a vitamina B3 da niacina pode aumentar os níveis de colesterol HDL bom e diminuir os triglicerídeos, bem como alguns medicamentos prescritos quando administrados em doses elevadas. (7)

Niacina também ajuda a diminuir o colesterol LDL ruim É recomendado em combinação com estatinas para o controle do colesterol, como Crestor, Lescol ou Lipitor. (8)

Conforme mencionado anteriormente, os efeitos colaterais da niacina que podem afetar a saúde do coração ainda estão sendo investigados. Embora, neste momento, acredite-se que os atributos positivos da niacina superam o risco potencial de efeitos colaterais negativos para a niacina.

2. Reduz o risco de doença cardiovascular

Além de ajudar a equilibrar os níveis de colesterol e os triglicerídeos, a vitamina B3 contém outros benefícios para a saúde do coração, incluindo a capacidade de reduzir a aterosclerose, que é o endurecimento perigoso das artérias que provocam doenças cardíacas.

A niacina desempenha um papel na redução da inflamação e produção de histamina, que é um composto químico capaz de dilatar os vasos sanguíneos e melhorar a circulação.

Para as pessoas que já sofreram de parada cardíaca ou doença cardíaca, inclusive com um ataque cardíaco prévio, a vitamina N3 da vitamina B pode ajudar a diminuir o risco de ocorrência de recidiva em segundo lugar. Além disso, a niacina é um tratamento aprovado pela FDA para a pelagra, uma condição rara que se desenvolve a partir de deficiência de niacina.

 

3. Pode ajudar a tratar Diabetes

A vitamina N3 da vitamina B pode ser útil para o tratamento do diabetes devido ao papel que desempenha no equilíbrio dos níveis de açúcar no sangue. Acredita-se que a vitamina B3 na forma de niacinamida pode ajudar a melhorar a eficiência de certos tratamentos de medicamentos orais que são usados ​​para controlar a diabetes.

A maioria dos pacientes diabéticos são capazes de controlar eficazmente os níveis de glicose no sangue com a ajuda da niacina e também pode diminuir o risco de colesterol alto e doença cardíaca comumente observada em pacientes com diabetes. (9)

Reduzir os níveis de LDL “ruins” é uma das primeiras prioridades no tratamento de pacientes diabéticos, e a niacina é um método comprovado para fazê-lo.

É importante notar, no entanto, que a niacina é suspeita por contribuir com a glicemia, se você tiver alguma condição conhecida relacionada à glicemia alta, fale com o seu médico antes de completar com qualquer forma de vitamina N3 para evitar efeitos secundários de niacina indesejados.

4. Mantém a saúde da pele

Algumas pessoas usam niacina ou niacinamida para tratar acne, especialmente casos graves de acne que podem estar muito inflamados e doloridos (chamados acne vulgar inflamatória).

A vitamina B3 na forma de niacinamida é prescrita como um tratamento natural para a pele saudável e combate a acne quando aplicada na pele topicamente, e outras pessoas optam por tomar suplementos de niacina ou complexo vitamínico para ajudar seus sintomas.

Uma vez que a niacina ajuda a reduzir a inflamação da pele, irritação, vermelhidão e muito mais, ela também é usada para tratar condições de pele chamadas penfigóide bolhoso e granuloma anular. (10) Estas são duas doenças de pele causadas por inflamação que envolvem bolhas da pele que podem ser muito dolorosas e causar infecção.

5. Suporta Função Cerebral Adequada

Estudos demonstraram que a vitamina N3 da vitamina B pode ajudar a proteger contra a doença de Alzheimer e outros distúrbios cerebrais relacionados com a idade que resultam em declínio cognitivo. (11)

Além disso, a vitamina N3 da vitamina B foi correlacionada com um risco diminuído para muitos problemas em relação à fraca função cerebral ou perda de habilidades de pensamento relacionadas à idade, incluindo perda de memória, dores de cabeça de enxaqueca, síndrome cerebral crônica, depressão, doença de movimento, insônia e até mesmo dependência de álcool

Niacina ou niacinamida também é usada para tratar e prevenir esquizofrenia e alucinações. Estudos também mostram correlações entre o aumento da ingestão de niacina e menor risco de transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

6. Ajuda a mobilidade articular e a tratar a artrite

Algumas pesquisas mostram que a vitamina B3 na forma de niacinamida pode ser efetiva no aumento da mobilidade articular. Estudos correlacionam a ingestão de niacina com níveis mais baixos de dor nas articulações, maior força muscular e menos sintomas associados à fadiga muscular ou articular.

Foram observadas altas doses de niacinamida em estudos para melhorar a flexibilidade e reduzir o inchaço, permitindo que algumas pessoas tomem niacinamida para reduzir os analgésicos padrão ou medicamentos para artrite. (12)

Como tratamento para osteoartrite ou dor nasal e articular, a niacina geralmente é prescrita em altas doses por seus efeitos anti-inflamatórios. Reduzir a inflamação ajuda a diminuir a ocorrência de sintomas de artrite e a reconstruir a cartilagem articular que é crucial para a mobilidade e a força.

7. Evita a pelagra

Uma deficiência de niacina de vitamina B3 é atribuída a causar a doença chamada pelagra, que normalmente é vista em áreas atingidas pela pobreza ou pessoas que sofrem de alcoolismo. Os sintomas de pelagra incluem músculos fracos, problemas digestivos e inflamação e irritação da pele.

As pessoas que apresentam pelagra geralmente têm níveis muito baixos de niacina e outras vitaminas B, que contribuem para a doença, mas outras causas incluem problemas com o metabolismo das proteínas e a incapacidade de converter certos aminoácidos. Quando os níveis de vitamina B3 não são restaurados, alguém com pelagra pode morrer em poucos anos devido à deficiência.

A deficiência de ácido nicotínico resulta mais frequentemente da desnutrição e do alcoolismo crônico. (13) A niacina é uma doença em que as pessoas sofrem de pobreza e desnutrição, bem como aqueles que estão lutando contra os sintomas do alcoolismo, incluindo nervosismo, irritabilidade, insônia e perda de consciência.

O tratamento comum para a pelagra é prescrito altos níveis do tipo de vitamina B3 chamada nicotinamida, que possui a mesma função vitamínica que a niacina, mas é ligeiramente diferente em termos de absorção e efeitos colaterais.

8. Pode ajudar a prevenir a impotência (Disfunção erétil)

A impotência, também chamada de disfunção erétil, é a incapacidade de um homem sustentar uma ereção. Isso pode interferir na capacidade de ter relações sexuais satisfatórias e pode ser devido ao baixo fluxo sanguíneo e à má circulação, além de outros fatores como o estresse, a fadiga e a doença.

Complementar com vitamina Ni B3 pode ajudar a diminuir a impotência porque a niacina atua como um vasodilatador que ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo para a região genital. Como um remédio natural, eu recomendo complementar com Niacina de vitamina B3 (250 mg) 3 vezes por dia.

 

Dosagem de Niacina

O RDA (subsídio diário recomendado) para a vitamina Ni de vitamina B3 é o seguinte, de acordo com o USDA (14):

  • Crianças: entre 2 a 16 miligramas por dia, dependendo da idade
  • Homens: 16 miligramas por dia
  • Mulheres: 14 miligramas por dia
  • Mulheres que estão grávidas e amamentando 17 a 18 miligramas por dia

Tenha em mente que a dose ideal de niacina depende de como você está vivendo, sua idade, peso, gênero e necessidades específicas. Por exemplo, doses elevadas de 2 a 3 gramas ou mais são administradas para tratar o colesterol alto.

Niacina tem a capacidade de enfraquecer seu estômago, por isso geralmente é recomendável que você tome um suplemento contendo niacina junto com uma refeição para que os alimentos possam ajudar a diminuir a absorção e prevenir os efeitos colaterais da niacina.

Dependendo de suas necessidades e razões para usar a niacina, alguns provedores de cuidados de saúde também podem recomendar a adição de niacina junto com a aspirina, ou um anti-histamínico, por algumas semanas, até a tolerância à niacina.

A Niacina é uma vitamina solúvel em água, o que significa a capacidade de percorrer a corrente sanguínea, uma vez ingerida na forma de alimento ou suplemento, e para que os rins descartem níveis excessivos de vitamina através da micção quando não for necessário função do corpo.

As vitaminas solúveis em água, como a niacina e outras vitaminas B, devem ser reabastecidas no corpo muitas vezes através de alimentos ou suplementos, porque o corpo as limpa quase que diariamente.

A vitamina N3 da vitamina B3 geralmente pode ser obtida através de uma dieta saudável em quantidades elevadas o suficiente para satisfazer as suas necessidades diárias, mas se você vai tomar um suplemento contendo vitaminas B, incluindo a niacina, procure um suplemento de alta qualidade, idealmente feito usando fontes alimentares inteiras . Desta forma, seu corpo é mais capaz de absorver e usar os nutrientes e você não experimenta efeitos colaterais de niacina indesejados.

Consumir vitaminas B em um suplemento de vitamina B de qualidade também permite que funcionem melhor no corpo, uma vez que as vitaminas B interagem uns com os outros para possibilitar a conversão e absorção. As vitaminas B podem ser benéficas no apoio ao metabolismo, coração, cérebro e saúde muscular e articular, mas lembre-se de que é preferível consumir abundância de alimentos inteiros que naturalmente contenham todas as vitaminas e minerais que você precisa.

Lembre-se de querer certificar-se de que não consuma excessivamente nenhum nutriente através de vitaminas sintéticas, sendo solúvel em água ou não, porque ingestão excessiva pode levá-lo a experimentar efeitos colaterais. O mesmo acontece com os efeitos colaterais da niacina; eles geralmente são experimentado em indivíduos com problemas médicos existentes quando a niacina é tomada em altas doses.

Tente consumir cortes de carne de alta qualidade, incluindo aves de capoeira e carne bovina, peixe, feijão, nozes e sementes, de campo livre e com grama, para garantir que você obtenha vitaminas B suficientes. Consumir alimentos que contenham niacina não deve resultar em níveis altos o suficiente para causar efeitos colaterais prejudiciais para a niacina.

11 Fontes Alimentares de Vitamina B3 / Niacina

Estas percentagens baseiam-se na RDA adulta de 16 mg / dia para homens adultos, as mulheres adultas devem consumir cerca de 14 mg / dia:

1. Fígado de carne 100 gramas : 14,2 mg (89%)

2. Peito de frango 100 gramas: 12,3 mg (76%)

3. Atum 1 lata (cerca de 100 gramas): 11,3 mg (71%)

4. Sementes de girassol 1 xícara: 9 mg (56%)

5. Frango 100 gramas: 9 mg (56%)

6. Cordeiro – 100 gramas cozido: 6,9 mg (43%)

7. Salmão 100 gramas: 6,7 mg (42%)

8. Ervilhas verdes 1 xícara: 5,7 mg (35%)

9. Sardinhas 1 lata com azeite: 4,8 mg (30%)

10. Peru 100 gramas: 4 mg (25%)

11. Cogumelos 1 copo de cogumelos com botão branco: 2,5 (16%)

12. Tahini (pasta de sementes de gergelim) 2 colheres de sopa: 2,2 mg (14%)

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here